WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 86 | 87 || 89 | 90 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 88 ] --

De acordo com o DL n.º 266/2007, a contagem de fibras de amianto é efectuada, preferencialmente, pelo método da microscopia de contraste de fase (método de filtro de membrana), recomendado pela Organização Mundial de Saúde, ou por outro método que garanta resultados equivalentes, em laboratórios qualificados. Para a amostragem de fibras em contacto com a pele estão a ser estudados métodos que utilizam fita adesiva ou superfícies autocolantes expostas na epiderme, assim como métodos de aspiração da pele para um filtro e posterior contagem em microscópio 3.

O documento MDHS 87 (87MDHS, 1998)é um guia, onde podemos encontrar e consultar várias técnicas disponíveis para analisar fibras de acordo com o seu tipo, as nossas necessidades, vantagens e limitações de cada método.

4.3. Medidas de Prevenção

De seguida indicam-se algumas medidas de prevenção:

 Substituição de produtos tóxicos por produtos menos tóxicos, como por exemplo amianto por fibras de vidro ou material cerâmico;

 Ao manusear ou aplicar materiais perigosos utilizar roupa, luvas e óculos de proteção;

 Depois de manusear estes produtos, lavar a pele com água morna e sabão;

 Lavar a roupa de trabalho separadamente da restante;

 Ventilação geral e localizada adequada e com respectivo plano de conservação e manutenção;

 Informação e formação dos trabalhadores;

 Exame médico para diagnosticar sinais e sintomas que permitam a deteção precoce de doença;

 Monitorização sistemática da concentração de fibras no ar;

 Máscaras de protecção.

Note-se que, o empregador deve fornecer máscaras adequadas e em bom estado de conservação, devendo apenas ser utilizadas, temporariamente, como medida complementar à protecção colectiva.

5. CONCLUSÕES Conclui-se assim, por todas estas razões, que ainda há um longo caminho a percorrer para um perfeito e correcto conhecimento dos possíveis efeitos e principalmente no desenvolvimento de mecanismos que possam evitar o aparecimento de danos. Não é possível nesta fase do conhecimento (ou desconhecimento) avaliar o impacte deste risco emergente ao nível da sociedade, da produtividade e da sustentabilidade das próprias indústrias responsáveis pela produção de fibras, ou cujo processo produtivo implica a libertação de fibras. No entanto, a avaliação dos riscos, a adopção de medidas destinadas a prevenir ou controlar os riscos, a informação, formação e consulta dos trabalhadores, o acompanhamento regular dos riscos e das medidas de controlo e a vigilância adequada da saúde, a realização do exame de admissão antes do início da exposição, são muito importantes na prevenção dos riscos de exposição.

6. REFERÊNCIAS 7400NIOSH. (1994). Asbestos and other fibers by PCM.

7402NIOSH. (1994). ASBESTOS by TEM.

Dias, O., & Canzian, M. (2011). Talc asbestosis and pulmonary tuberculosis in a patient exposed to the talc used in the production of soccer balls. 37, 4, 563-566. Brasil: J Bras Pneumol..

Feigin, D. (1986). Talc: understanding its manifestations in the chest. 146, 2, 295-301. AJR Am J Roentgenol..

Gibbs, A., Pooley, F., & Griffiths, D. (1992). Talc pneumoconiosis: a pathologic and mineralogic study. 23, 12, 1344-1354. Hum Pathol.

MDHS, 8. (1998). Guidance on the discrimination between fibre types in samples of airborne dust on filters using microscopy.

NP1796. (2007). Segurança e Saúde no Trabalho. Valores limites de exposição profissional a agentes químicos. IPQ.

OSHA. (2008). Expert forecast on emerging chemical risks related to occupational safety and health. Bélgica.

http://annhyg.oxfordjournals.org/content/50/1/95.full .pdf

Exposição Ocupacional a Poeiras em Lavra a Céu Aberto. Breve Revisão Occupational Exposure to Dust in Open Pit Mining. A Short Review Matos, M. Luísaa; Baptista, J. dos Santosb; Diogo, M. Tatoc PROA/LABIOMEP/CIGAR/Faculdade de Engenharia de Universidade do Porto, Portugal, Email: amlmatos@fe.up.pt;

b jsbap@fe.up.pt; ctatodiogo@fe.up.pt

1. INTRODUÇÃO A exposição ocupacional a poeiras é um dos, se não o principal risco para a saúde com origem em pedreiras e minas.

Encontra-se intimamente associado a praticamente todas as fases do processo produtivo. No entanto, do conceito generalista de risco emergem uma série de fatores que têm que ser pormenorizadamente analisados. Para além da substância potencialmente perigosa (poeiras de sílica cristalina), há que considerar o alvo, o trabalhador exposto, uma via de entrada no corpo humano, um local de exposição (posto/equipamento de trabalho), o tempo ou duração da exposição, assim como a frequência da exposição, para que a substância possa ou não exercer os seus efeitos nefastos. A poeira é gerada em todas as fases do processo de produção e as de menor granulometria e por isso invisíveis são as mais perigosas devido à sua capacidade de atingir a parte inferior do pulmão (os alvéolos) (Orme, 1998).

2. OBJETIVOS De modo a alicerçar o conhecimento sobre todos os fatores acima referidos, foi feita uma pesquisa bibliográfica que pretende equacionar o estado da arte relativamente a cada um deles e às relações que estabelecem entre si.





Neste artigo pretende-se, assim, apresentar uma evolução cronológica e científica que permita responder às questões levantadas pelo desenvolvimento do trabalho a desenvolver em pedreiras e minas a céu aberto. A pesquisa teve como objectivo principal a substância potencialmente perigosa, as poeiras, o seu efeito no alvo em análise - o trabalhador exposto, o conhecimento da via de entrada no corpo do trabalhador exposto – as vias respiratórias, o local de exposição – postos e diferentes equipamentos de trabalho, o tempo de exposição, assim como a sua frequência.

3. METODOLOGIA O presente trabalho tem por base uma pesquisa bibliográfica, na variante de Metapesquisa, com recurso aos motores de busca do sistema metalib da exlibris, em http://metalib.fe.up.pt (acedido em 27-09-2011) a partir da opção Meta-Pesquisa Avançada conduzida em Bases de Dados e Revistas Científicas. A pesquisa foi inicialmente feita para a totalidade das Bases de Dados e Revistas Científicas disponíveis, sendo gradualmente restringida aos recursos que efetivamente apresentavam artigos de interesse relevante. Deste modo, os recursos que se revelaram mais produtivos foram, de entre as Bases de Dados, as seguintes: Compendex, Current Contents, Web of Science e de entre as Revistas Científicas, as do ACS Journals, Highwire Press e Wiley Online Library. Outra base de dados pesquisada e que se revelou de grande interesse pela ligação do tema às questões da Saúde Ocupacional foi a PubMed.

A pesquisa foi sendo desenvolvida através da combinação de um conjunto de palavras-chave pré-definidas que foram pesquisadas em todos os campos disponíveis, apenas se restringindo a pesquisa a um só campo quando o número de resultados de cada pesquisa era demasiado extenso para análise. O operador lógico entre palavras-chave utilizado foi a opção de “And". Os campos de pesquisa que mais resultados com interesse revelaram, pelo facto de serem os mais abrangentes - “Assunto” e “Todos os campos”, foram os utilizados alternadamente e respetivamente na 1ª e 2ª palavrachave. No decorrer deste processo e sempre que o número de artigos era em número muito elevado, refinava-se a pesquisa, combinando-a com outra expressão, limitando os resultados com o operador lógico “and” numa 3ª palavrachave ou, em alternativa, refinando a pesquisa através dos anos de publicação de entre as opções “Datas (2000-2005)”, “Datas anteriores a 2000” e “Datas depois de 2005” ou ainda pesquisando “ano a ano”. Dos resultados obtidos, foram selecionados 45 artigos que se apresentaram relevantes para o tema e que se apresentaram válidos pela evidência do seu rigor científico e de cujos dados/observações se mostravam devidamente sustentados ou validados. Posteriormente, o processo de triagem dos artigos científicos que surgiam das diversas buscas, foi feito, na grande maioria das situações, com base na informação que o resumo fornecia e, em algumas situações, quando ao artigo se revelava de maior importância, através do acesso ao artigo na íntegra, obtendo deste modo a informação mais detalhada e completa.

O conjunto formado entre o termo permanente “Occupational Dusts” a funcionar como 1ª palavra-chave e como 2ª palavra-chave “Extractive Industry”, foram pesquisados em todos os campos de pesquisa disponíveis. De modo a refinar a pesquisa foram introduzidas diferentes palavras-chave “Opencast mining industry”, “Open pit mining industry”, “Quarry”, “Equipment quarry rock”, “drilling equipment”, “transportation equipment in extractive industry”. Na tentativa de continuar a restringir a pesquisa, em qualquer uma destas buscas foi também utilizada outra estratégia de refinação através da possibilidade de pesquisar artigos publicados dentro de intervalos de “Datas”.

Deste modo e após a refinação adequada e feita a avaliação acima enunciada, construiu-se uma base de dados, sendo os artigos agrupados em áreas de interesse baseadas nos objetivos do estudo.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

4. RELEVÂNCIA DOS RESULTADOS OBTIDOS

Assim, e tendo em conta que a pesquisa tinha como alvo principal a poeira ocupacional, todos os artigos têm um dado comum, a exposição a poeiras de sílica revela-se como a mais frequente e perigosa na indústria extractiva a céu aberto.

Pelo facto de as alusões feitas ao longo do artigo serem formuladas de uma forma mais ou menos generalista a poeiras de sílica, parte-se do pressuposto que estas se referem a poeiras de granulometria respirável de sílica cristalina, na sua forma básica de quartzo , que é a forma tóxica mais abundante da sílica.

De entre as poeiras, a componente generalizadamente reconhecida como perigosa, é a constituída pelas partículas de sílica cristalina que, por exposição excessiva podem causar graves problemas respiratórios ou mesmo silicose (Orme, 1998), sendo considerada agente carcinogéneo de classe 1, facto confirmado no estudo de Peretz & Checkoway (2006) e já antes estudado pelo grupo de trabalho liderado por Donaldson (Donaldson & Borm, 1998) que, no entanto, observou que a carcinogenicidade para os seres humanos não foi detectada em todas as circunstâncias industriais, verificando-se que esta pode estar dependente de caracterisiticas inerentes à própria silica cristalina ou a factores externos que afectam a sua actividade biológica. Também Demircil e Scarselli, nos seus estudos (Demircigil, 2010), (Scarselli & Binazzi, 2011), respectivamente na Turquia e em Itália, concluem que as actividades de desmonte, britagem e moagem entre outras, são consideradas de alto risco de exposição, especialmente em países em desenvolvimento, em que a sensibilização para este problema é menor. Mikolajczyk, no estudo que realizou em minas de carvão a céu aberto na Polónia (Mikolajczyk, 2010), conclui que a exposição a poeiras de sílica continua a ser o maior problema da higiene industrial e da medicina ocupacional naquele país. Ao tratar de sílica cristalina, foca-se em especial o quartzo, porque é o mais abundante dos minerais de superfície, com um valor aproximado de quase 20 por cento na crusta terrestre (Madsen, et al., 1995). Outra das áreas de pesquisa que reuniu o consenso de muitos autores é o local de exposição – postos e equipamento de trabalho, zonas circundantes à pedreira. As metodologias de recolha de amostras, a relação entre a quantidade recolhida e os limites legais são definidos em cada país. Por exemplo, Golbabaei (2004), num trabalho realizado no Irão, estudou 5 atividades, numa pedreira de mármore localizada no nordeste. As amostras de poeira (total e respirável) foram analisadas quanto ao teor de quartzo-, sendo utilizado o método analítico de Difracção de raios X (XRD). Os resultados mostraram que os operadores de martelos perfuradores manuais estavam expostos a maiores quantidades, quer de poeira total, quer respirável: 107,9±8,0 mg.m-3, 11,2±0,77 mg.m-3, respetivamente, enquanto os trabalhadores da máquina de corte tinham a menor exposição (9,3±3,0 mg.m-3, 1,8±0,82 mg.m-3). A prevalência de doenças de pele e sinais respiratórios incluindo tosse, catarro e doenças alérgicas foram maiores nos trabalhadores do martelo de perfuração, no entanto, os sintomas respiratórios não apresentaram uma prevalência significativa. Também Bahrami relata as metodologias de amostragem e analíticas dos estudo em pedreiras de quartzo e encontra valores de exposição que ultrapassam os VLE (Valor Limite de Exposição), (Bahrami, Golbabai, Mahjub,, Qorbani, Aliabadi, & Barqi, 2008). No estudo de Vinzents, recolhem-se amostras de poeiras totais e inaláveis (Vinzents, 1995), na perspectiva de estabelecer limites de exposição ocupacional, concluindo que as suas concentrações variam consoante o tipo de indústria. Verifica-se também por parte de alguns autores a preocupação, não só pela exposição dos trabalhadores nos seus postos de trabalho, mas também das populações que habitam as zonas circundantes deste tipo de indústrias. Nesse sentido o trabalho apresentado por Mukhopadhyay (Mukhopadhyay & Ramalingam, 2011) refere uma amostragem, análise e avaliação de partículas nos postos de trabalho, PM2,5 e PM4, e poeiras ambientais/totais, PM10, conduzida ao longo de 2 anos, de modo a testar um sistema de controlo das poeiras em suspensão por via húmida.



Pages:     | 1 |   ...   | 86 | 87 || 89 | 90 |   ...   | 153 |


Similar works:

«Back-Door Equity Financing: Citigroup’s $7.5 Billion Mandatory Convertible Issue Enrique R. Arzac Columbia University (This version: July 10, 2008) When Citigroup announced that it had raised $7.5 billion of capital via the issuance of mandatory convertibles that paid 11% annual distribution, the financial press reported the opinion that the additional capital was been raised at a high price. For example, the Wall Street Journal observed that “Citi is paying a higher interest rate than...»

«107 FERC 61, 042 UNITED STATES OF AMERICA FEDERAL ENERGY REGULATORY COMMISSION Before Commissioners: Pat Wood, III, Chairman; Nora Mead Brownell, and Joseph T. Kelliher. California Independent System Operator Docket Nos. ER03-683-002 Corporation ER03-683-003 ORDER ON COMPLIANCE FILING (Issued April 16, 2004) 1. In this order, we accept in part and reject in part the California Independent System Operator Corporation (CAISO)’s compliance filings made in response to an order issued May 30, 2003...»

«688 ALCOHOL SHIFT AND ALCOHOL DYSPHAGIA IN HODGKIN'S DISEASE, CARCINOMA OF CERVIX AND OTHER NEOPLASMS T. B. BREWIN From the Glasgow Institute for Radiotherapy (Royal Infirnwury Unit), Belvidere Hospital, Glasgow Received for publication September 16, 1966 What wonders does not wine! It discloses secrets... (Horace)* IT has been known for some years that small amounts of alcohol taken by patients with Hodgkin's disease can precipitate not only pain at the site of disease (Hoster, 1950; James,...»

«International Journal of Evidence Based Coaching and Mentoring Vol. 6, No.1, February 2008 Page 57 The Four Constructs of Collegiality Lin Ayo, Bay of Plenty Polytechnic, Tauranga, New Zealand. Cath Fraser, Bay of Plenty Polytechnic, Tauranga, New Zealand. Email: lin.ayo@boppoly.ac.nz Abstract This paper presents a new approach to understanding how and why colleagues come together in professional partnerships. The ‘Four Constructs’ model looks at the motivations of those deliberately...»

«COMMENCEMENT INFORMATION   To Members of the Class of 1953: April 4, 2016 be welcoming you back to your alma mater this summer to celebrate your Before long, I will 60th Reunion. What a wonderful milestone! I look forward to the opportunity to personally welcome you back to Wellesley in June. It is always a treat to be able to experience Wellesley Dear Senior, of our alumnae during Reunion Weekend, and to learn about the ways in which through the eyes you and the College have—and have...»

«2 Transcendental Arguments 2.1 Regressive Transcendental Arguments An epistemological how-possible question asks how knowledge of some specific kind is possible. Such questions are obstacle-dependent since they are motivated by the thought that there are actual or apparent obstacles to the existence of whatever kind of knowledge is in question. One such question is: (HPpk) How is perceptual knowledge possible?Then there is Kant’s favourite how-possible question: (HPsap) How is synthetic a...»

«SCS-2016-XX 2016 Alternative Crop Options after Failed Cotton and Late-Season Crop Planting for the Texas South Plains 14th Annual Edition This document is posted on the Web at http://lubbock.tamu.edu/ (prices week of June 6) Dr. Calvin Trostle, Professor & Extension agronomist, (806) 746-6101, ctrostle@ag.tamu.edu Dr. Seth Byrd, Assistant Professor & Cotton Extension agronomist, (806) 746-6101, seth.byrd@ag.tamu.edu Texas A&M AgriLife Extension Service, Lubbock, TX The primary objectives of...»

«fresh flavorful sustainable table of contents Mission Catering at Santa Clara University • ext.1792 • Catering@scu.edu How to Order 3 Breakfast 4 The Cutting Board 8 Fresh Hot Pizza 12 Small Bites 13 Build Your Own Bufffet and Served Dinners 17 Themed Barbeques and Buffets 19 Reception Stations 23 Sweet Treats 24 Beverages 27 Catering Policies and Guidelines 28 how to order Mission Catering at Santa Clara University • ext.1792 • Catering@scu.edu Regular Business Hours 8:30 a.m. 5:00...»

«Punishment, Revenge, and Retribution: A Historical Analysis of Punitive Operations A Monograph by MAJ Brandon D Newton United States Army School of Advanced Military Studies United States Army Command and General Staff College Fort Leavenworth, Kansas AY 04-05 Approved for Public Release; Distribution is Unlimited Form Approved REPORT DOCUMENTATION PAGE OMB No. 074-0188 Public reporting burden for this collection of information is estimated to average 1 hour per response, including the time for...»

«ADELIA KIM ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO DE COPEIRA NO SERVIÇO DE NUTRIÇÃO E DIETÉTICA NO HU-USP Trabalho de Formatura apresentado à Escola da Universidade de São Paulo para obtenção do Diploma de Engenheira de Produção São Paulo ADELIA KIM ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO DE COPEIRA NO SERVIÇO DE NUTRIÇÃO E DIETÉTICA NO HU-USP Trabalho de Formatura apresentado à Escola da Universidade de São Paulo para obtenção do Diploma de Engenheira de Produção Orientadora: Prof....»

«Part I Section 132(f).—Qualified Transportation Fringe 26 CFR 1.132-9: Qualified transportation fringes. (Also: 3121(a)(20), 3306(b)(16), 3401(a)(19),7805(b)(8)) Rev. Rul. 2014-32 (1) Whether, under the facts described in Situations 1 through 5 and Situation 7 below, employer-provided transportation benefits provided through electronic media are excluded from gross income under §§ 132(a)(5) and 132(f) of the Internal Revenue Code (Code) and from wages for employment tax purposes. (2)...»

«March 2007 Newsletter Misterios: The Making of a Documentary as a Way of Exploring One’s Own Faith By Giovanni Savino Misterios is a journey in the complex and mysterious world of Vudu worshipping and spiritual possessions. Guided by the very voice of the “Servidores de Misterio,” we open a door into their faith, their ancient rituals and their supernatural experiences. The “Servidores de Misterios,” “Los Caballos” (the horses) are the priests, the intermediaries between the...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.