WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 66 | 67 || 69 | 70 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 68 ] --

Relativamente ao segundo questionário, foram aplicadas questões como: “Enuncie alguns procedimentos de prevenção a ter em conta para prevenir a ocorrência de um incêndio.” As respostas a esta questão são apresentadas na figura 1.

Procedimentos de prevenção contra incêndio

–  –  –

Analisando o gráfico conclui-se que a verificação/manutenção de quadros elétricos foi enunciada por 22% dos indivíduos o que revela a perceção por parte dos mesmos da frequência de ocorrências de incêndios de origem elétrica.

Para além dos procedimentos enunciados anteriormente, o grupo de trabalho também identificou procedimentos em caso de fuga de gás, como apresentado na figura 2.

–  –  –

Os procedimentos mais referidos foram o arejamento dos espaços e o não acionamento de interruptores e/ou equipamentos representando em qualquer um dos casos 24%.

4. CONCLUSÕES Em jeito de conclusão verificou-se que a perceção inicial por parte do grupo de trabalho não se afigurava distinta dos conceitos de SST estabelecidos, encontrando-se plenamente sensíveis às questões do foro da prevenção enquanto trabalhadores.

Na perspectiva do profissional de segurança no trabalho, a mais valia prendeu-se com a experiência vivida por um técnico de HST, em particular ao ministrar uma formação no âmbito da Segurança no Trabalho a um grupo de indivíduos com este tipo de incapacidade.

Importará referir também, que em momento algum a deficiência visual se apresentou como uma condicionante às práticas de prevenção.

5. AGRADECIMENTOS Os agradecimentos estendem-se ao CRPG (Centro de Reabilitação Profissional de Gaia), peladisponibilidade, simpatia e documentos fornecidos e também a ACAPO (Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal) pelo acesso ao grupo de trabalho.

6. REFERÊNCIAS CRPG –Centro de Reabilitação Profissional de Gaia,(2005). Acidentes de trabalho e doenças profissionais:Das práticas actuais aos novos desafios. Retrieved Abril 12, 2011 from http://www.crpg.pt/estudosProjectos/Paginas/coleccao_estudos.aspx Portugal - Diário da República (2004). Lei 38 de 18 de Agosto de 2004. Retrieved Setembro 28, 2011, from http://dre.pt/pdf1s/2004/08/194A00/52325236.pdf GRACE - associação portuguesa sem fins lucrativos dedicado à temática da Responsabilidade Social Empresarial… (2005). A Integração de Pessoas com Deficiência nas Empresas: Como Actuar. Retrieved Março 22, 2011 from http:// www.telerup.org/pdf/90manual.pdf HSE –Health and Safety Executive (2011). Health and safety for disabled people and their employers.Retrieved Março 26, 2011, from http://www.hse.gov.uk/disability/started.htm LORD, J., POSARAC, A., NICOLI, M., PEFFLEY, C., MCCLAIN-NHLAPO, C., AND KEOGH M. (2010). DISABILITY AND INTERNATIONAL COOPERATION AND DEVELOPMENT: A REVIEW OF POLICIES AND PRACTICES. Retrieved Março 23, 2011 from http://web.worldbank.org/WBSITE/EXTERNAL/TOPICS/EXTSOCIALPROTECTION/EXTDISABILITY/0,,contentMDK:21277815~me nuPK:282718~pagePK:210058~piPK:210062~theSitePK:282699,00.html OIT – Organização Internacional do Trabalho (2004). Gestão das questões relativas à deficiência no local de trabalho: repertório de recomendações práticas da OIT, 2004,1. ed., rev. Brasília/BR. ISBN 92-2-813686-3.

OMS – Organização Mundial da Saúde (1980). Retrieved Março 22, 2011, fromhttp://www.who.int/en/

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Efeito de um programa de exercício em ambiente laboral nas lesões músculoesqueléticas. Relato de uma experiência em trabalhadores administrativos Effect of an exercise program in work environment on muscle-skeletal disorders.

Report of an experience in administrative workers Garganta, Rui1,, Prufer, Caroline2, Guerreiro, Filipe3, Soares, Pedro4, Pereira, Helena5 Universidade do Porto, Faculdade de Desporto (FADEUP); E-Act, Empresa Activa Lda. Rua Dr. Plácido Costa 91,

Porto. Email: ruigarg@fade.up.pt; 2 E-Act, Empresa Activa Lda; UMINHO. Rua Actor Ferreira da Silva, 100, Porto. Email: caroline.prufer@e-act.pt; 3 E-Act, Empresa Activa Lda. Rua Actor Ferreira da Silva, 100, Porto. E-mail:

filipe.guerreiro@e-act.pt; 4 E-Act, Empresa Activa Lda; FADEUP. Rua Actor Ferreira da Silva, 100, Porto. E-mail:

ruigarg@fade.up.pt; 5 E-Act, Empresa Activa Lda; UMINHO. Rua Actor Ferreira da Silva, 100, Porto. E-mail:

helena.pereira@e-act.pt

1. INTRODUÇÃO Com o passar dos anos, observaram-se grandes modificações nas formas de trabalho decorrentes da industrialização e do avanço tecnológico. Essas mudanças referem-se principalmente à mecanização e automação dos processos de trabalho, as quais garantem ao trabalhador menor esforço físico para realizar as suas tarefas, ao empregador permite-lhe maior produtividade e redução de falhas no processo industrial e ao consumidor, uma redução do preço final dos bens de consumo.

Não há dúvida que as novas formas de trabalho acarretaram uma maior facilidade e conforto na vida dos trabalhadores, no entanto a inactividade física associada ao processo laboral mecanicista, conceberam o início de novos tipos de doenças relacionadas com a atividade laboral ou Doenças profissionais (DP). Neste contexto existe um conjunto de DP genericamente designadas por Lesões Músculo Esqueléticas Relacionadas com o Trabalho (LMERT) que assumem grande protagonismo, estando descrito que são cada vez mais frequentes e constituem um dos principais problemas dos países industrializados (Airaksinen et al., 2006; Bigos et al, 2009). Outro aspeto a ter em conta é que a maior incidência ocorre na faixa etária de maior produtividade, isto é, dos trinta aos quarenta anos, sendo maior no sexo feminino, devido ao aumento de mulheres no mercado de trabalho, mas essencialmente por questões hormonais, dupla jornada de trabalho e falta de capacidade muscular para realizar determinadas tarefas (Przysiezny, 2000). As LMERT são relatadas atualmente como as principais causas de absentismo e redução da produtividade. De acordo com a European Agency for Safety and Health at Work (EASHW, 2008), 53% dos trabalhadores da UE têm LMERT e estas são responsáveis por a a 25 dias de trabalho perdido por trabalhador, 70% das pessoas com dor crónica perdem a concentração no trabalho e 76% dos trabalhadores com dor têm falta de energia para desempenhar cabalmente a sua tarefa. A bem dos trabalhadores e da sua capacidade de produção, é fundamental prevenir este tipo de enfermidade. Em Portugal as intervenções de Exercício físico em ambiente laboral, mais conhecidas por Ginástica laboral (GL), são ainda pouco significativas, visto que são poucas as empresas que têm este tipo de serviço, são poucos os relatos na comunicação social e praticamente não existem publicações de cárter científico sobre o assunto. Parece-nos, por isso, fundamental procurar averiguar os efeitos deste tipo de intervenção de forma a perceber o respetivo custo/benefício para a empresa e para o trabalhador. Assim sendo, esta pesquisa é percorrida por dois objetivos: (1) estimar a prevalência de LMERT relativa à dor cervical e Lombar, em trabalhadores administrativos; (2) averiguar o efeito de um programa de exercício físico em ambiente laboral na dor lombar e cervical em trabalhadores adultos de ambos os sexos.





2. MATERIAL E MÉTODOS A amostra foi constituída por 36 sujeitos, dos quais 23 são do sexo feminino (41,211,1 anos) e 13 do sexo masculino (42,010,4 anos). Todos foram submetidos a um programa de exercício físico laboral com a frequência de 2 sessões semanais e duração de 10 a 15 min. O programa constava de um conjunto de exercícios de reforço, alongamento, equilíbrio erelaxamenbto e teve a duração de 3 meses. As LMERT foram avaliadas com base no Questionário Nórdico para as lesões músculo-esqueléticas, validado para a população portuguesa por Mesquita et al. (2010). Os resultados da sua fiabilidade foram muito bons tendo os índices de correlação variado entre 0.7 e 1. A intensidade da dor foi avaliada através da escala visual analógica EVA de 10 pontos (Wewers & Lowe, 1990). Os dados foram tratados com base na estatística descritiva (média e desvio padrão) e percentagem de ocorrência ou prevalência. Para comparar os momentos de avaliação foi utilizado o teste T de medidas repetidas. Foi utilizado o software SPSS versão 19.0 e o nível de significância foi mantido em 5%.

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO Apesar do levantamento da sensação subjectiva de dor ter sido realizado em diferentes regiões do corpo, apenas centramos a nossa análise nas que apresentaram uma maior prevalência, isto é, as regiões cervical e lombar da coluna vertebral. A prevalência de dor lombar e cervical para a amostra global pode ser observada na Tabela 1.

–  –  –

Como é possível constatar na Tabela 1, a prevalência de dor de coluna é elevada e vem ao encontro dos dados da literatura (EASHW, 2008). Nesta amostra os problemas cervicais apresentam maior expressão que os lombares. Tal facto deve estar associado o ao tipo de tarefa que está em causa (sentados em secretárias com flexão da região cervical).

Na Tabela 2 são apresentados os valores relativos à prevalência de dor lombar e cervical em função do sexo.

–  –  –

Quando a prevalência é analisada por sexo (Tabela 2) pode constatar-se uma elevada prevalência em ambos sendo, em termos relativos, superior no sexo feminino nas duas regiões da coluna vertebral. Contrariando a tendência geral desta amostra, mas indo ao encontro dos valores da literatura internacional (EASHW, 2008), o sexo feminino apresenta uma prevalência maior na região lombar. Na Tabela 3 estão apresentados os resultados relativos ao nível de sensação subjetiva de dor (escala EVA de 10 pontos), antes e depois da aplicação do programa para a totalidade da amostra.

–  –  –

Pela leitura da Tabela 3, é possível constatar que, em termos médios, se notou uma redução significativa da sensação subjectiva de dor, tanto na região cervical (p=0,047) como na lombar (p=0,003). A análise dos valores individuais permite-nos perceber que na região cervical dos 36 sujeitos, 18 (50,0%) apresentavam dor no início do estudo. Destes, 6 (33,3%) pioraram o nível de sensação de dor, 1 (5,6%) manteve e 11 (61,1%) melhoraram. Por sua vez, na região lombar dos 36 sujeitos, 19 (52,8%) apresentavam dor no início do estudo. Destes, 2 (11,1%) pioraram o nível de sensação de dor, 1 (5,6%) manteve e 16 (88,9%) melhoraram. Resultados idênticos foram relatados em diversos estudos (Arokoski et al., 2004; Kuukkanen & Malkia, 2000; Moseley, 2002; O'Sullivan, Mitchell, Bulich, Waller, & Holte, 2006;

Rainville, Hartigan, Martinez, et al., 2004; Waddell & Burton, 2001). Estes referem que os programas de exercício específicos podem reduzir a intensidade da dor lombar e aliviar a incapacidade funcional naqueles que sofrem de dor lombar subaguda e crónica.

O Nível de sensação subjetiva dor (escala EVA de 10 pontos), antes e depois da aplicação do programa por sexo, pode ser observado na Tabela 4.

–  –  –

Pela leitura da Tabela 4, é possível constatar que se notou uma melhoria com significado estatístico ao nível da região lombar no sexo feminino e cervical no masculino. Porventura tais resultados podem ser explicados pelo facto desta regiões serem as mais afectadas em cada sexo. Analizando os valores individuais, pode-se constatar o seguinte: para o sexo feminino, na região cervical das 23 mulheres, 14 (60,9%) apresentavam dor no início do estudo. Destas, 7 (50,0%) pioraram o nível de sensação de dor, 1 (7,1%) manteve e 6 (42.9%) melhoraram. Por sua vez, na região lombar 15 mulheres (65,2%) apresentavam dor no início do estudo. Destas, 2 (13,3%) pioraram o nível de sensação de dor, 1 (6,7%) manteve e 12 (80,0%) melhoraram. Para o sexo masculino podemos constatar que na região cervical, dos 6 sujeitos (46,2%) que apresentavam dor, no início do estudo, todos reduziram a sensação. Na região lombar encontramos a mesma tendência, isto é, dos 4 sujeitos (30,8%) que apresentavam dor no início do estudo todos diminuiram a sensação subjectiva de dor no final.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Diversos estudos têm demonstrado benefícios com a utilização dos programas de actividade física na empresa, como a redução da fadiga (Kolling, 1982), melhora na postura dinâmica do trabalhador (Rocha, 1999), aumento da flexibilidade e alteração no estilo de vida (Martins, 2000), redução de queixas músculo-esquelética (Santos, 2003), redução do afastamento do trabalho por lombalgias (Reis, 20003), diminuição das consultas ambulatoriais (Santos, 2003; Souza, 2004).

4. CONCLUSÕES Existe uma elevada prevalência de LMERT nas regiões cervical e lombar em trabalhadores do setor administrativo para ambos os sexos. Apesar da curta duração do programa (cerca de 3 meses), da reduzida frequência semanal (2 sessões por semana) e do tempo reduzido das sessões de exercício físico (10 a 15 min.), um programa de exercício físico em ambiente laboral parece ter potencialidades para melhorar a sensação subjectiva de dor em trabalhadores administrativos.

5. REFERÊNCIAS Airaksinen, O., Brox, J.I., Cedraschi, C. et al. (2006) European guidelines for the management of chronic non-specific low back pain.

European Spine Journal 15(Suppl 2), S192-S300.

Arokoski, J. P., Valta, T., Kankaanpaa, M., & Airaksinen, O. (2004). Activation of lumbar paraspinal and abdominal muscles during therapeutic exercises in chronic low back pain patients. Arch Phys Med Rehabil, 85(5), 823-832.

Bigos, S. J., Holland, J., Holland, C., Webster, J. S., Battie, M., & Malmgren, J.A. (2009). High-quality controlled trials on preventing episodes of back problems: systematic literature review in working-age adults. Spine J,9(2), 147-168.

EASHW (2008). European Agency for Safety and Health at Work. Work-related musculoskeletal disorders: prevention report.

Kolling, A. (1982) Estudo sobre os efeitos da ginástica laboral compensatória em grupos de operários grupos de operários de empresa industriais. Dissertação de Mestrado em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Pages:     | 1 |   ...   | 66 | 67 || 69 | 70 |   ...   | 153 |


Similar works:

«Can Dostoyevsky’s Crime and Punishment Help Us Distinguish Between True and False Confessions? Rinat Kitai-Sangero I. INTRODUCTION Dostoyevsky’s Crime and Punishment is a story about confessions. Raskolnikov, who committed a double murder, and Nikolay, an innocent suspect, each confess to the same crime. The novel illustrates two key aspects of a confession. On the one hand, there is the urge of the offender to confess and the curative effect of the confession. Being a means of healing...»

«Durham University icemcfd Tutorial The Durham icemcfd Tutorial Introduction This provides a short step by step guide to meshing an aerofoil using the icemcfd package. The aim being to introduce you the important features of the program in the shortest possible space of time. The mesh that this tutorial produces will require further work to be used as a basis for serious calculations but this tutorial contains all the information that you need to do this. icemcfd is available on the University...»

«1 INTRODUCTION TO TELEVISION INTRODUCTION The aim of a television system is to extend the sense of sight beyond its natural limits and to transmit sound associated with the scene. The picture signal is generated by a TV camera and sound signal by a microphone. In the 625 line CCIR monochrome and PAL-B colour TV systems adopted by India, the picture signal is amplitude modulated and sound signal frequency modulated before transmission. The two carrier frequencies are suitably spaced and their...»

«Metaphor comprehension in the EFL classroom An investigation of metaphor comprehension in the EFL classroom based on the textbook Targets for Vg1 students in the general education program Cecilie Lichtwarck Aardal Master’s thesis Department of Literature, Area Studies and European Languages Faculty of Humanities Spring 2014 Abstract Metaphor comprehension in the EFL classroom An investigation of metaphor comprehension in the EFL classroom based on the textbook Targets for Vg1 students in the...»

«Pág/26 Trabajo Original Toxicología Analítica Niveles de plomo y mercurio en personas que ingieren productos naturales como tratamiento médico en la ciudad de Mérida, Venezuela. José Rafael Luna1, Kriscia Marquez2, Parada Vanessa, María Luisa Di Bernardo3 1 Dr. en Bioanálisis. Grupo de Investigación en Toxicología Analítica y Estudios Farmacológicos (GITAEF). Facultad de Farmacia y Bioanálisis. Urbanización Campo de Oro, Calle Principal, Edificio Carlos Edmundo Sala....»

«In the Break This page intentionally left blank In the Break The Aesthetics of the Black Radical Tradition Fred Moten University of Minnesota Press Minneapolis • London Copyright 2003 by the Regents of the University of Minnesota Portions of chapter 1 were originally published as “Voices/Forces: Migration, Surplus, and the Black Avant-Garde,” in Writing Aloud: The Sonics of Language, edited by Brandon LaBelle and Christof Migone (Los Angeles: Errant Bodies Press, 2001); reprinted by...»

«© Vojtech Lahoda, 2005 Chaos, Mess and Uncertainty: Josef Sudek and Surrealism Vojtech Lahoda Abstract The aim of this essay is to emphasize Sudek’s links with surrealism. Between 1924 and 1928 Sudek produced photographs of the interior of St. Vitus Cathedral in Prague, where he was fascinated by the ‘atmosphere of things’ and their ‘disorganisation,’ as the cathedral was still under restoration. When Sudek’s friend, the photographer Jaromír Funke, reviewed these photographs, he...»

«Safety Data Sheet Crown Trade Silk Emulsion. Conforms to Regulation (EC) No. 1907/2006 (REACH), Annex II, as amended by Regulation (EU) No. 453/2010 United Kingdom (UK) SECTION 1: Identification of the substance/mixture and of the company/undertaking 1.1 Product identifier Product name : Crown Trade Silk Emulsion. Product identity : 4018387 Product type : water-borne paint 1.2 Relevant identified uses of the substance or mixture and uses advised against Field of application : Decoration of...»

«Costamagna 1 Alejandra Costamagna Santa Fe A Short Story The sleepless one and the sad one are exhausted. They are passengers in transit in Albuquerque. They've traveled more than 12 hours; they've gotten on and off and changed planes and taxis and they've struggled with the language and it's been hell trying to make themselves understood (the intensive English classes had been worthless) and now they're waiting to board a bus that will take them to Santa Fe. They're finally on vacation. This...»

«PO Box 28266, Chattanooga, TN 37424 comeandreason.com topics@comeandreason.com Rebellion and Redemption 1Q 2016 Lesson 3 In last week’s lesson we ended right before we got to a point that I think is worthy of our spending a moment to discuss. In the fourth paragraph of Lesson Two THURSDAY’s lesson it states: ―There had to be another way to ensure the future of the human race. So, God provided an animal sacrifice to point to the Savior. (Gen 3:21)‖ Did anything strike you as questionable...»

«0 Turkey in a trash can and other adventures....Grab and Go Project developed by: Michele M. Kroll 4-H Youth Development Specialist PO Box 1405 34 Roofener St. Camdenton, MO 65020 krollm@missouri.edu 573-346-2644 How to use the Grab and Go Project Bag Items included in the Bag Sample Meeting Agenda Lessons: 1. Building a Campfire/Edible Campfire 2. Dutch Oven Cooking 101 3. Hobo Packs 4. Bag Omelets 5. Turkey in a Trash bag 6. Planning a Campfire Meal (chapter 3 pg. 20 Camping Adventures)...»

«CINDEX Release Notes Cindex 3.0 for Mac This document explains how Cindex™ 3.0 for Mac differs from Cindex™ 2.0 for Mac. You should read this document if you are upgrading from Cindex 2.0 for Mac. You need not read this document if you are a new user of Cindex. Overview of Major New Features Cindex now uses Unicode to represent text, and can accommodate all languages Unicode and scripts. Index entries can contain any characters that your computer can display, and Cindex can sort index...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.