WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 57 | 58 || 60 | 61 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 59 ] --

St-Vincent, M., Vézina, N., Laberge, M., Gonella, M., Lévesque, J., Petitjean-Roget, T., Coulombe, T., Beauvais, A., Ouellet, S., Dubé, J., Lévesque, S., & Cole, D. (2010). L’intervention ergonomique participative pour prévenir les TMS: ce qu’en dit la literature francophone. Montréal: IRSST.

Vasconcelos, R. (2008). O papel do psicólogo do trabalho e a tripolaridade dinâmica dos processos de transformação: contributo para a promoção da segurança e saúde no trabalho. Tese de Doutoramento em Psicologia do Trabalho. Porto: FPCEUP.

Vasconcelos, R. (2010). O Modelo Matriosca para a prevenção de acidentes: transformar a formação; transformar o trabalho. I Jornadas Luso-Brasileiras de Trabalho e Educação. Porto: FPCEUP/ UFMG, 31 de Maio a 1 de Junho.

Wells, D. (1987). Empty promises: Quality of Working Life Programs and the Labor Movement. New York: Monthly Review Press.

Wilson, J. R. & Haines, H. M. (1997). Participatory ergonomics. In G.Salvendy (Ed.), Handbook of Human Factors and Ergonomics (pp. 490–513). United States of America: John Wiley and Sons.

Wilson, J. R., Haines, H., & Morris, W. (2005). Participatory Ergonomics. In J. R. Wilson & N. Corlett, Evaluation of Human Work, 3rd Edition (pp. 933-962). London : Taylor and Francis.

A exposição a produtos químicos num serviço anatomia patológica Exposure to chemicals in pathology service Fernandes, Maura a,c; Borges, Vítor b,c; Gomes, Alexandre E. c a SAGIES, Carnaxide, email: maura.fernandes@sagies.pt ; b SIMI, Lisboa, e-mail: vitor.meiraborges@simi.pt;

c Instituto Superior de Educação e Ciências, Lisboa, email: alexandre.gomes@isec.universitas.pt

1. INTRODUÇÃO Os agentes químicos são o mais extenso grupo de factores de risco de natureza profissional e mantêm uma exigente preocupação relativamente aos mais diversos aspectos que se relacionam com os seus potenciais efeitos na saúde humana (Prista & Uva, 2006).

A avaliação da exposição ocupacional a agentes químicos e a respectiva tomada de decisão sobre meios para o seu controlo e prevenção são essenciais para a concepção e conservação de ambientes de trabalho saudáveis. Além disso, uma detecção precoce de uma exposição de risco pode diminuir significativamente a ocorrência de efeitos nocivos na saúde dos trabalhadores expostos a agentes químicos.

Nesse sentido, o empregador deve proceder à avaliação de riscos e tomar as medidas preventivas que se mostrem adequadas. A prevenção dos riscos profissionais também depende em elevado grau de os trabalhadores adoptarem comportamentos adequados em função das exigências de segurança impostas pelos agentes químicos. A informação e a formação dos trabalhadores sobre os cuidados a tomar nas actividades em que se utilizam agentes químicos têm, por isso, uma importância assinalável (MTS, 2001).

Sabendo que num Serviço de Anatomia Patológica a utilização de agentes químicos é parte integrante do processo de trabalho e tendo em linha de conta os potenciais efeitos adversos na saúde dos trabalhadores, procedeu-se no âmbito da Licenciatura em Engenharia em Segurança do Trabalho do ISEC, ao desenvolvimento deste estudo que pretende: (1) analisar a exposição a agentes químicos num serviço de anatomia patológica (SAP); (2) verificar se a percepção da exposição aos riscos difere entre médicos, técnicos, auxiliares de acção médica e administrativos; e (3) conhecer se na opinião dos entrevistados o incumprimento das regras de segurança por parte dos colegas compromete a segurança individual.

2. METODOLOGIA

2.1 Análise do processo de trabalho A análise do processo de trabalho teve lugar em dois dias aleatórios, indicados pelo Serviço de Anatomia Patológica.

Esta análise consistiu na observação directa (num total de 15 horas), envolvendo entrevista não estruturada e registo fotográfico e escrito.

2.1. Identificação dos agentes químicos utilizados O procedimento implementado para apreciação da exposição profissional a agentes químicos teve por base a NP EN 689:2008 com o seguinte faseamento:

1. Identificação da exposição potencial (listagem de substâncias);

2. Determinação dos factores do local de trabalho A identificação dos agentes químicos utilizados foi assegurada através da análise do processo de trabalho.

2.2. Verificação da percepção dos trabalhadores aos riscos As hipóteses de estudo acima referidas foram investigadas através de inquérito por questionário. Este foi desenvolvido a partir da informação recolhida durante a observação realizada a qual teve em consideração aspectos relativos ao trabalho (análise do processo) e aos trabalhadores (testemunhos).

O questionário foi organizado em dois grupos: caracterização do trabalhador e questões dirigidas às hipóteses em estudo, sendo composto por questões que prevêem 3 tipos de resposta: resposta aberta; qualitativas nominais e qualitativas ordinais.

A análise dos dados foi assegurada, numa primeira fase, com recurso à estatística descritiva. Numa segunda fase pretendeu-se inferir acerca dos valores dos parâmetros da população teórica e validar as hipóteses em estudo, nomeadamente: (1) teste de Kruskal-Wallis H para amostras independentes: foi aplicado para medir se a igualdade de distribuições das respostas é idêntica para todas as categorias profissionais em relação à percepção dos riscos; formação específica; adopção das regras de segurança implementadas e à utilização de EPIS; (2) teste à medida de associação VCramer (substituído pelo coeficiente Phi, quando adequado) para se determinar as seguintes correlações: Categorias profissionais vs percepção dos riscos; Categorias profissionais vs formação especifica; Categorias profissionais vs adopção das regras de segurança implementadas; Percepção dos riscos vs. formação especifica; Formação especifica vs.





utilização de EPIS; Percepção dos riscos vs. utilização de EPIS e Aumento da exposição ao risco por incumprimento dos colegas vs chamar a atenção dos colegas.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

2.3. Medição dos COVS Totais Técnica de Medição de COVS A medição de COVs totais foi realizada na sala de macroscopia em pontos fixos, caracterizando estes a exposição do trabalhador naquele local de trabalho. As amostras foram recolhidas, tanto quanto possível, à altura das vias respiratórias e na vizinhança imediata dos trabalhadores. Para uma melhor estimativa da exposição individual foram realizadas amostras durante três dias. Foram realizadas amostras nas situações em que ocorrem as exposições maiores ou de acordo com o normativo utilizado (NP EN 689:2008) – amostragem do caso mais desfavorável.

Os momentos de recolha ocorreram em dias separados que permitiram recolher parâmetros representativos durante a actividade de macroscopia para duas categorias profissionais: médicos e técnicos. As medições decorreram durante todo o tempo em que a tarefa foi realizada e com recurso ao equipamento RaeSystems MiniRae 2000, instrumento de leitura directa por detector de fotoionização (PID).

2.4. Avaliação do sistema de ventilação instalado e Medição de Caudais Ventilação geral e local O sistema de ventilação da sala de macroscopia do serviço de Anatomia Patológica é constituído por um Ventilador de Ar Natural (VAN), que introduz ar novo. Um Ventiloconvector horizontal (VCH), que procede à refrigeração do ar introduzido. A sala é servida ainda por um ventilador de extracção (VE). Esta extracção é efectuada por quatro grelhas, (uma no armazém de peças, uma na sala de sujos e duas na sala de macroscopia). A insuflação e extracção de ar são sempre antecedidas por um filtro (filtros de partículas).

A sala de macroscopia do serviço de Anatomia Patológica possui ainda duas hottes de extracção, com sistema de extracção interligado entre si, sistema em T, com registo na interligação do mesmo.

Para efeitos de cálculo dos caudais de ar, definiu-se a área e volume do local e o caudal de ar (insuflação/extracção).

Foram tidas em conta as dimensões das grelhas de ventilação (insuflação e extracção) do laboratório, e para o cálculo da velocidade do ar recorreu-se a um termohigroanemómetro Digital, TSI VELOCICALC Modelo 9535,, devidamente aferido.

Pontos de medição nas grelhas A velocidade de entrada e saída do ar, foi efectuada por meio de medições nas grelhas (6 pontos por grelha) utilizando-se para efeitos de cálculo o valor médio destes pontos.

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO Amostra A amostra utilizada para este estudo consistiu na totalidade dos elementos da equipa do Serviço de Anatomia Patológica (N=20), a qual se encontra distribuída da seguinte forma, relativamente aos grupos profissionais: 10,0 % (n=2) Médicos;

55,0 % (n=11) Técnicos Anatomopatologistas; 10,0 % (n=2) Auxiliares de Acção Médica; e 25,0 % (n=5) Administrativas.

Percepção dos trabalhadores aos riscos Dos trabalhadores que referem conhecimento das regras de segurança implementadas no SAP é na classe dos Administrativos que encontramos um maior desconhecimento das mesmas, o que justifica não haver uma distribuição de respostas idêntica para todas as classes profissionais em relação à adopção das regras de segurança implementadas.

Da análise estatística efectuada salienta-se ainda a ausência de formação específica aos trabalhadores sobre os riscos profissionais a que estão expostos em 55,0% da nossa amostra. Esta constatação parece contribuir para a explicação da correlação obtida entre a formação específica e a utilização de EPI’s ser fraca (Coeficiente Phi = 0,436; p-value = 0,154).

Tal constatação é reforçada pelo facto de se ter obtido uma correlação nula entre a percepção ao risco e a utilização de EPI’s (Coeficiente de Phi = -0,091; p-value= 1,00).

45,0% (n=20) da amostra reporta já ter sentido que a sua exposição ao risco é maior devido ao incumprimento das regras de segurança por parte dos colegas, havendo no entanto 35,0% (n=20) que, ainda assim, não chama a atenção do colega.

70,0% (n=20) da amostra reconhece a necessidade de melhorar as condições e 50,0% (n=14) sugere um sistema de extracção eficaz e menos ruidoso.

Medição de caudais do sistema de ventilação Devido às condições serem mais favoráveis aos trabalhadores tomou-se como referência para a sala de macroscopia os valores referidos para a sala de autópsias (caudal de ar novo: 100 m3/h··pessoa e 10 ren/h).

Para o armazém de peças anatómicas e sala de sujos, a referência foram os valores para compartimentos indiferenciados (10 ren/h) (UONIE/ACSS, 2008):

Das medições efectuadas resulta:

 Valores obtidos de insuflação de ar para a sala de macroscopia 350 m3/h.

 Valores obtidos para a extracção:

o Sala de macroscopia: 3,25 ren/h e com hottes ligadas: 8,36 ren/h.

o Sala de sujos:4,28 ren/h o Armazém de Peças: 2,36 ren/h Os valores de ar novo (insuflação) estão assegurados para três trabalhadores, cumprindo por isso o referencial existente.

Na eventual alteração de ocupação, deverão os caudais de insuflação ser revistos.

O número de renovações ar/hora (extracção) não é observado em nenhuma das salas. Embora o funcionamento das hottes na sala de macroscopia, melhore o número de renovações ar/hora, mesmo assim não é alcançado o valor pretendido 10 ren/h.

Medições de COVs Das medições realizadas, na sala de macroscopia do Serviço de Anatomia Patológica do Hospital em estudo, todos os valores ultrapassaram o valor indicado no Decreto-Lei n.º 79/2006 de 4 de Abril onde se refere que a concentração máxima de referência como indicador da Qualidade de ar interior, para COV´s é de 0,600mg/m 3. De acordo com os valores constantes na Norma 62-1989 – ASHRAE, obtivemos cinco medições que se encontram na Série de desconforto (3,00 mg/m3a 25,0 mg/m3) e portanto requer-se uma acção correctiva e três medições na Série de exposição factorial (0,200 mg/m3 a 3,00 mg/m3), sendo portanto aceitável por um curto período de tempo. Após a alteração do sistema de ventilação é espectável que os valores medidos dos COV´s baixem. No entanto e de acordo com a estratégia para comparar os valores de exposição dos trabalhadores a agentes químicos, deverão proceder-se a medições periódicas para verificar regularmente se as condições da exposição foram alteradas (Fase 2 da estratégia).

É importante referir que os valores obtidos de COV´s totais decorrem do somatório dos agentes químicos utilizados no SAP.

Estas medições servirão para estabelecer o tipo de exposição real, e possibilitar, se ultrapassado este valor, e esgotadas todas as medidas de engenharia que possibilitem uma protecção colectiva eficaz, adoptar máscaras de protecção individual adequadas ao tipo de exposição.

4. CONCLUSÃO Dos resultados apurados decorre a necessidade de implementar um programa de formação e informação efectiva que permita, de acordo com as categorias profissionais e os riscos específicos, disponibilizar aos trabalhadores as ferramentas necessárias para o desenvolvimento da sua actividade, minimizando a exposição profissional aos riscos referidos. A adopção de comportamentos seguros, bem como a responsabilização partilhada na obtenção de boas condições de segurança, deverá ser reforçada.

Do ponto de vista da eficácia do sistema de ventilação só são assegurados os caudais de insuflação de ar novo. Em termos de renovações ar/hora o valor não é atingido em nenhuma das três áreas analisadas. Sendo que já se encontram previstas alterações ao sistema de ventilação, deverá, após a implementação destas, ser realizadas novas medições atestando-se a eficácia do sistema de ventilação e o cumprimento dos referenciais existentes: DL-79/2066 e Norma 62ASHRAE.



Pages:     | 1 |   ...   | 57 | 58 || 60 | 61 |   ...   | 153 |


Similar works:

«CARNEGIE ENTERPRISE LIMITED (SC180437) Publication Scheme Part One 1 Introduction 1.1 Welcome to the Publication Scheme for Carnegie Enterprise Limited. This is a guide to the information routinely made available by the company as required under section 23 of the Freedom of Information (Scotland) Act 2002 (the Act).1.2 The Act gives a general right of access to all types of recorded information held by public authorities, sets out exemptions from that right and places a number of obligations on...»

«UNIVERSIDADE DE SANTIAGO DE COMPOSTELA Departamento de Ingeniería Química Towards the improvement of start-up and operation of Anammox reactors Memoria presentada por Isaac Fernández Rodríguez Para optar al grado de Doctor por la Universidad de Santiago de Compostela Santiago de Compostela, Junio de 2010.Título: Towards the improvement of start-up and operation of Anammox reactors Serie: Tesis Doctorales Grupo de Ingeniería Ambiental y Bioprocesos, USC Reservados todos los derechos, está...»

«Acknowledgement! “The deepest principal in human nature is the craving to be appreciated.” —William James “A soldier will give you his life for a bit of colored ribbon.” —Napoleon Tom Peters Tom Peters/0503.12/revised 0730.12/4231 words Acknowledgement!* “Society is a vehicle for earthly heroism. Man transcends death by finding meaning for his life. It is the burning desire for the creature to count. What man really fears is not extinction, but extinction with insignificance.”...»

«Internal Note SUF–PFY/94–02 Stockholm, February 24, 1994 ON UNIFORM RANDOM NUMBER GENERATORS by Christian Walck Particle Physics Group Department of Physics University of Stockholm (e-mail: WALCK@VANA.PHYSTO.SE) 1 Introduction In an earlier report [1] we described methods to obtain pseudorandom numbers from various statistical distributions as well as more general methods. The underlying generators giving uniformly distributed random number between zero and one was only briefly described....»

«The Food for Life Project In Bath & North East Somerset A report on the Pilot Project February 05 – February 06 Prepared by Members of the Steering Group Partnership The report writers would also like to thank the other contributors to the project who include: The Food for Life school staff and children, headteachers and kitchen staff Stephen Young, Food and Trading Standards Manager, Bath and North East Somerset Council Cllr. Sarah Bevan, Bath and North East Somerset Council Denise Bruton,...»

«IN STA ABI U LIT S Y AC ION PLA N T ©Copyright Ringers Services, Inc. 2014. All Rights Reserved VISION Ringers Landscaping will be a premiere model for sustainability and environmental stewardship throughout our community and the greater landscaping industry.There is opportunity for the integration of sustainable practices in all of Ringers five main service divisions: Design/Build, Property Maintenance, Tree Care, Fertilizing, and Snow Removal. This report will highlight goals and key...»

«The Atlantic Monthly; August 1990; Why We Will Soon Miss The Cold War; Volume 266, No. 2; pages 35-50. Why We Will Soon Miss The Cold War The conditions that have made for decades of peace in the West are fast disappearing, as Europe prepares to return to the multi-polar system that, between 1648 and 1945, bred one destructive conflict after another by John J. Mearsheimer Peace: it's wonderful. I like it as much as the next man, and have no wish to be willfully gloomy at a moment when optimism...»

«SOUTHERN ILLINOIS UNIVERSITY EDWARDSVILLE CATERING SERVICES Effective Aug. 1, 2010 Southern Illinois University Edwardsville Catering Contact Catering at 618-650-3033 or 618-650-3040. Contact Event Services for room reservation/room set-up needs and building/schedule at 618-650-3059 or 618-650-3054. Guarantee Menu selection MUST be made no later than two (2) weeks prior to your event. Catering selections received within 14 days of your event will be charged an additional 15%. Your Food Service...»

«Inter-Agency Task Team (IATT) on Children and HIV and AIDS Working Group on National Plans of Action August 2008 National responses for children affected by AIDS: Review of progress and lessons learned Supported by: UNICEF and World Vision Consultant: Laurie Ackerman Gulaid This document was produced by the Inter-Agency Task Team (IATT) on Children and HIV and AIDS Working Group on National Plans of Action. It has been produced as a follow up to the recommendations by the Third Global Partners...»

«CONSEJO PERMANENTE OEA/Ser.G CP/ACTA 1866/12 22 agosto 2012 ACTA DE LA SESIÓN ORDINARIA CELEBRADA EL 22 DE AGOSTO DE 2012 Aprobada en la sesión del 8 de mayo de 2013 ÍNDICE Página Nómina de los Representantes que asistieron a la sesión Aprobación del proyecto de orden del día Elección de autoridades de los órganos subsidiarios del Consejo Permanente Consideración de la propuesta de distribución de mandatos emanados del cuadragésimo segundo período ordinario de sesiones de la...»

«SOCIAL SCIENCE COMPUTER REVIEW Walther, D’Addario / EMOTICONS The Impacts of Emoticons on Message Interpretation in Computer-Mediated Communication JOSEPH B. WALTHER KYLE P. D’ADDARIO Rensselaer Polytechnic Institute Emoticons are graphic representations of facial expressions that many e-mail users embed in their messages. These symbols are widely known and commonly recognized among computer-mediated communication (CMC) users, and they are described by most observers as substituting for the...»

«U.S. Department of Justice Justice Management Division Office of the Chief Information Officer DOJ INFORMATION RESOURCES MANAGEMENT STRATEGIC PLAN 2014 – 2016 United States Department of Justice Published Date: April 2014 U.S. Department of Justice Justice Management Division Office of the Chief Information Officer This page has been intentionally left blank April 2014 Page 2 of 50 U.S. Department of Justice Justice Management Division Office of the Chief Information Officer Table of Contents...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.