WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 41 | 42 || 44 | 45 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 43 ] --

Regarding to the variables “size of the enterprise” and “register of WMSDs occurrence”, represented in figure 2, it is possible to determine a statistical significant association between them (X2 =59.543; p 0.05), which may be caused by the low number of responses in micro enterprises. As already stated, there is an increase on the WMSDs registry as the size of the enterprise increases.

3.3. Knowledge of ergonomics Considering the variables “existence of worker with training in ergonomics” and “the size of the enterprise”, it was not possible to detect any particular influence of the size of the enterprise in the workers` training between the micro and small enterprises. However, this influence can be somehow observed in other categories, which present a greater number of workers with training. The application of a statistical test shows that these variables are statistically dependent (X 2 = 57.387, p 0.05).

This result is in accordance with previous studies (Lehtinen, 2006; Stuart-Buttle, 1999), in which was referred that the workers in small enterprises have low level of educational and vocational training and that their knowledge about occupational safety and health is low or practically inexistent.

Figure 2 – Characterisation of the sample according the register of WMSDs occurrence and the size of the enterprise

3.4. Ergonomics interventions Considering the obtained results of the variables “size of the enterprise” and “the total number of implemented improvements”, it is possible to determine an increased number of improvements implemented as the size of the enterprise increases. The obtained results show that there is a statistical significant dependence between these 2 variables (X2 =1.311; p 0.05). This situation can be associated with the lack of time and economical resources in smaller enterprises (Jensen, 2001).

Finally, 75% of the respondents have reported that they are available to spend some of their time to implement an ergonomic strategy.

4. CONCLUSIONS It is possible that the low value of reported WMSDs may be underestimated, as the majority of companies did not have a reliable WMSDs control and registry. Moreover, this situation seems to be associated with an inadequate organisational structure and lack of knowledge, or know-how. These results also show that it is important to develop a SMEs-oriented Ergonomic Strategy that keeps the control on the WMSDs development, by adopting simple procedures, providing adequate external support and promoting training sessions.

5. ACKNOWLEDGMENTSThis research was funded by Alban Program scholarship Nº E07M402137CL.

6. REFERENCES AICEP Portugal Global. (2009). Empresas Exportadoras Nacionais.

European Commission. (2005). The new SME definition: User guide and model declaration. Enterprise and Industry Publications.

Hasle, P, & Limborg, H. (2006). A review of the Literature on Preventive Occupational Health and Safety Activities in Small Enterprises. Industrial Health, 44, 6-12.

Hiba, J. C. (1997). Capacitación empresarial para mejorar las condiciones y medio ambiente de trabajo de pequeñas y medianas empresas. Boletín Cinterfor, 138, 61-78.

Jensen, P. (2001). Risk assessment: A regulatory strategy for stimulating working environment activities? Human Factors and Ergonomics in Manufacturing, 11(2), 101-116.

Lehtinen, S. (2006). Activities and Ways of Organizing Better Occupational Health and Safety in Small Workplaces: Special Focus on Information. Industrial Health, 44, 13-16.

Malchaire, J. (2006). Participative management strategy for occupational health, safety and well-beings risks. G Ital Med Lav Ergon., 28(4), 478-486.

PRO Chile. (2009). Directorio Exportador. Retrieved from http://www.prochile.cl/servicios/directorio/index.php Punnett, L., & Wegman, D. (2004). Work-related musculoskeletal disorders: the epidemiologic evidence and the debate. Journal of Electromyography and Kinesiology, 14(1), 13-23.

Pymes de Chile. (2004). Comunidad Pymes. Retrieved from http://www.pymesdechile.cl/comunidad.html Stuart-Buttle, C. (1999). How to set up Ergonomic Processes: A Small-Industry Perspective. In Karwowski and Marras (Ed.), Occupational Ergonomics: Design and Management of Work Systems. CRC Press.

Sørensen, O. H., Hasle, Peter, & Bach, E. (2007). Working in small enterprises - Is there a special risk? Safety Science, 45(10), 1044

<

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Riscos biológicos em clínicas dentárias - Averiguação da exposição em profissionais de saúde Biological hazards in dental clinics: Ascertainment of exposure to health workers Cavaleiro, Ritaa, Santos, Cristinab, Ferreira, Anac, Figueiredo, João Paulod a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, Rua 5 de Outubro, Coimbra, email: a_r_cavaleiro@hotmail.pt;

b

Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, Rua 5 de Outubro, Coimbra, e-mail:

cristina.santos@estescoimbra.pt; c Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, Rua 5 de Outubro, Coimbra, email: anaferreira@estescoimbra.pt; d Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, Rua 5 de Outubro, Coimbra, e-mail: jpfigueiredo@estescoimbra.pt

1. INTRODUÇÃO A saúde dos profissionais é uma área da Saúde Pública que actua através de procedimentos próprios, visando a promoção e a protecção da saúde no exercício do trabalho (CARDOSO et al, 2009).





Há já vários anos que se tem vindo a realizar estudos no sentido, de verificar a frequência com que ocorrem acidentes com material biológico em clínicas dentárias e a sua relação destes com o desenvolvimento de doenças.

A prática da odontologia pode abranger uma grande variedade de procedimentos com diferentes níveis de complexidade.

Geralmente implica o contacto com secreções da cavidade oral, como por exemplo, a saliva, o sangue e outros tipos de secreções, como as das vias aéreas superiores, além dos aerossóis, sendo estes factores de risco preponderantes na transmissão de infecções entre pacientes e profissionais. A exposição a fluidos corporais é caracterizada pelo contacto com as membranas mucosas ou pele não intacta; pelo contacto com pele intacta quando há envolvimento de áreas extensas por um longo período de tempo e por via percutânea causada por uma agulha contaminada ou algum objecto pontiagudo (CARDOSO et al, 2009).

Diversos microrganismos podem ser transmitidos após a ocorrência de exposição ocupacional a material biológico, mas são mais comummente associados a casos de transmissão do Vírus da Hepatite B (VHB), o Vírus da Hepatite C (VHC) e o Vírus da Imunodeficiência Adquirida (HIV) (SASAMOTO et al, 2010).

Apesar do risco existente na prática odontológica em adquirir ou transmitir doenças infecciosas, existem meios capazes de controlar a transmissão de microrganismos patogénicos, tais como o uso de equipamentos de protecção individual (FIGUEIREDO, 2006).

Segundo LARSON (1996) e no sentido de evitar as infecções deve ser tido em conta a lavagem das mãos, uma vez que as mãos representam um dos maiores vectores de transmissão de infecções. A lavagem das mãos é, isoladamente, a acção mais importante para a prevenção e controlo destas infecções associadas aos cuidados de saúde.

As mãos devem ser lavadas sempre que estiverem visivelmente sujas, antes de colocar luvas e retirá-las, antes e após procedimentos com todos os pacientes e após o contacto com material, equipamentos ou superfícies potencialmente contaminados (HOEFEL, 1996).

Em estudos realizados nos Estados Unidos da América constatou-se que, entre profissionais e estudantes de quatro clínicas de ensino odontológico, existe uma incidência de 3,53 acidentes a cada 10.000 atendimentos, e no Brasil, verificou-se que 26% dos dentistas pesquisados sofreram acidentes cortoperfurantes nos seis meses anteriores à pesquisa e 75% já tinham sofrido alguma vez durante a sua vida profissional (CARDOSO et al, 2009).

Uma grande preocupação com o risco de transmissão do VHB e HIV entre pacientes e profissionais da prática odontológica tem sido encontrada noutros estudos. Apesar desta possibilidade de transmissão ser considerada baixa (Centers for Disease Control, 1990). Alguns relatos de transmissão de HIV e VHB de pacientes para profissionais têm sido publicados, sem no entanto, identificar claramente as vias de contágio (BEEKMANN et al, 1994).

Os acidentes por objectos de punção ou agulhas permanecem, ainda, como os maiores riscos de transmissão destas doenças para os profissionais de saúde em geral e profissionais de odontologia em particular, através do contacto com o sangue (CLEVELAND et al, 1997).

O objectivo deste trabalho foi verificar a frequência de ocorrência de acidentes com material biológico em profissionais de saúde de clínicas dentárias, as formas e vias de exposição mais habituais e a relação da prática da lavagem das mãos com a diminuição das infecções associadas aos cuidados de saúde.

2. MATERIAL E MÉTODOS A população-alvo foi constituída por 71 profissionais de saúde com as seguintes categorias: médicos dentistas, assistentes de dentária, higienistas e técnicos de laboratório e prótese, divididos por 6 clínicas dentárias situadas na Figueira da Foz, Porto, Setúbal, Lisboa, Leiria e Pombal, representando estes, o universo dos profissionais de saúde em clínicas dentárias.

O tipo de amostragem foi não probabilístico por conveniência, pois a amostra pode não ser representativa de toda a população. O estudo foi de nível II e tipo descritivo-correlacional. A natureza do estudo foi transversal.

Para proceder à recolha dos dados necessários ao estudo foi utilizado um questionário auto-administrado. O questionário foi dividido em três partes, centrando-se inicialmente na descrição dos dados pessoais dos participantes, depois na “Lavagem das mãos” e a sua relação com o desenvolvimento de Infecções Associadas aos Cuidados de Saúde (IACS) e, por último, nos “Riscos Biológicos” a que os profissionais de saúde em clínicas dentárias estão expostos.

O questionário foi adaptado de questionários já anteriormente testados e utilizados em investigações similares.

Quanto à estrutura do questionário, a primeira parte denominada “Dados Pessoais” permitiu conhecer as características dos participantes como o género, a idade, a experiência profissional e a ocupação. A segunda parte auscultava os procedimentos de lavagem das mãos executada pelos profissionais de saúde e abrangeu as perguntas 5, 6, 7 e 8. Por último, a terceira parte auscultou a ocorrência de acidentes com material biológico e os procedimentos que os profissionais de saúde têm após os mesmos, abrangendo as perguntas 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17 e 18.

O tratamento estatístico dos dados foi feito através do software SPSS 17, através dos testes estatísticos do Qui-Quadrado da Independência, do Teste t-Student para amostras independentes e de medidas descritivas e simples.

Text used in images and tables should be typed in Times New Roman 9 points.

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO Após a análise estatística aos 71 profissionais estudados foi possível verificar que 16 sofreram acidentes de trabalho no decorrer das suas tarefas.

O tipo de exposição mais frequente nos acidentes com material biológico foram as mucosas (50%), o que contraria estudos referidos por SASAMOTO et al, (2010).

Relativamente ao tipo de exposição mais frequente foi a percutânea (85%). Na verdade, no estudo supra citado refere que a área corporal mais afectada foram as mãos (80%), o que pode explicar o tipo de exposição mais frequente ser a percutânea, no entanto, neste caso verificou-se que a parte do corpo mais afectada foram os olhos (57,5%), daí o tipo de exposição ser a nível das mucosas. Estes resultados também podem ser explicados pelo facto de existirem nos acidentados mais de um tipo de exposição e mais do que uma parte do corpo afectada no mesmo acidente, o que não é verificado no estudo supra mencionado.

Os tipos de materiais biológicos que se verificaram, mais frequentemente nos 16 acidentes ocorridos, foram o sangue e os aerossóis, ambos com a mesma percentagem (30,6%) e o menos frequente foi a saliva (16,9%). Comparativamente, no estudo referido por de SASAMOTO et al, (2010), o sangue e a saliva em conjunto foram os materiais mais comuns nos acidentes com 42,5% não referindo o tipo aerossóis. Este é um material biológico muito frequentemente quanto à exposição, sendo por isso, um dos tipos mais frequentes presentes nestes acidentes estudados. O estudo divide posteriormente, a percentagem apenas para saliva e para o sangue, dando o sangue como o material biológico menos frequente (7,5%), contrariando este novo estudo, em que o material biológico menos presente nos acidentes foi a saliva.

Mais uma vez estes resultados podem ser explicados, pois em cada acidente houve mais do que um tipo de material biológico presente. No caso do estudo comparativo, foram estudados os acidentes com sangue e saliva misturado, sendo neste diferenciado cada tipo de material biológico.

Ao se verificar apenas num profissional o desenvolvimento de uma doença, a Hepatite B, pode-se explicar este resultado por a amostra ser demasiado pequena e feita por conveniência, não demonstrando a realidade de todos os profissionais de saúde de clínicas dentárias. No entanto, o desenvolvimento desta doença por parte deste indivíduo pode ser explicada pelo facto deste não estar a usar os devidos equipamentos de protecção individual (EPI) no momento de ocorrência do acidente com material biológico, não evitando deste modo o contacto directo com o vírus.

Quanto à lavagem das mãos e o desenvolvimento de Infecção Associada aos Cuidados de Saúde (IACS) foi possível verificar que não existe nenhuma relação neste estudo, pois o indivíduo que contraiu a doença usava a técnica da lavagem das mãos e outros que não lavavam as mãos não desenvolveram nenhum tipo de infecção. No entanto, pode-se explicar estes resultados, pois apesar de o indivíduo que contraiu a doença lavar as mãos, só o fazia quando podia, ou seja, se não tivesse condições ou oportunidade de lavar as mãos não o fazia.



Pages:     | 1 |   ...   | 41 | 42 || 44 | 45 |   ...   | 153 |


Similar works:

«What Faculty Members Need to Know About Retention Based on a Magna Online Seminar titled “What Faculty Members Need to Know About Retention” presented by Jerry Pattengale, Ph.D. Edited by Bonnie Snyder, D.Ed., CCPS A Magna Publications White Paper MAGNA About Magna Through our innovative array of resources that includes newsletters, conferences, online seminars, white papers, and online courses, you can count on Magna to deliver authoritative, useful, and timely information. Contact...»

«SOUTHERN WOMEN'S SHOW NASHVILLE March 27 30, 2014 MUSIC CITY CENTER ACTIVENOW GUIDE TO THE SOUTHERN WOMENS SHOW GENERAL INFORMATION Dates & Times Thursday, March 27 10am-7pm Friday, March 28 10am-8pm Saturday, March 29 10am-7pm Sunday, March 30 11am – 6pm Location Music City Center 201 5th Ave South Nashville, TN 37203 Admission Admission to the Show: Adults: $12.00 at the Door Advance Ticket Online: $12.00 Groups: (10 or more; Advance Only) $8.00 Youth: (ages 6-12) $6.00 at the Door Children...»

«STATE OF MINNESOTA IN COURT OF APPEALS A14-1482 State of Minnesota, Respondent, vs. Douglas John Olson, Appellant. Filed July 13, 2015 Reversed Ross, Judge Hennepin County District Court File No. 27-CR-14-3196 Lori Swanson, Attorney General, St. Paul, Minnesota; and Susan L. Segal, Minneapolis City Attorney, Paula J. Kruchowski, Assistant City Attorney, Minneapolis, Minnesota (for respondent) John L. Lucas, Minneapolis, Minnesota (for appellant) Considered and decided by Peterson, Presiding...»

«VIVIANA BRICHETTI Ernesto Sàbato vs la catástrofe espiritual1 del nostro tempo Tutto il pianeta è attraversato da scariche di violenza inaudita2 osserva Ernesto Sàbato; e il disastro umano, l'oggettiva devastazione dell'ambiente naturale e civile sono sofferte dall'osservatore (Ernesto Sàbato), dal cittadino del mondo, ma con una forte disparità di emozioni. Qual è il mondo che sarà consegnato ai nostri figli, ai nostri nipoti?3. Le giovanissime generazioni di Buenos Aires, di Parigi,...»

«Distorting symmetric designs Ulrich Dempwolff William M. Kantor∗ Abstract A simple replacement approach is used to construct new symmetric and affine designs from projective or affine spaces. This is used to construct symmetric designs with a given automorphism group, to study GMW-designs, and to construct new affine designs whose automorphism group fixes a point and has just two pointand block-orbits. 1 Introduction In this paper we present a very simple way to modify projective or affine...»

«T.C. Memo. 2015-236 UNITED STATES TAX COURT JOHN A. ATKINSON AND JUDY B. ATKINSON, ET AL.,1 Petitioners v. COMMISSIONER OF INTERNAL REVENUE, Respondent Docket Nos. 2683-11, 2693-11, Filed December 9, 2015. 2694-11, 2695-11, 2700-11, 18938-12. David M. Wooldridge, Ronald A. Levitt, Gregory P. Rhodes, and Michelle Abroms Levin, for petitioners. Christopher D. Bradley and John T. Arthur, for respondent. Cases of the following petitioners are consolidated herewith: Kenan C. Wright and Molly F....»

«CMPS 277 – Principles of Database Systems http://www.soe.classes.edu/cmps277/Winter10 Lecture #10 Canonical Conjunctive Queries and Canonical Instances Magic Lemma: Assume that Q is a Boolean conjunctive query and J is a database instance. Then the following statements are equivalent. J Q. There is a homomorphism h: IQ → J. Proof: Let Q be ∃ x1.∃ xm ϕ(x1,.,xm). 1. ⇒ 2. Assume that J Q. Hence, there are elements a1,., am in adom(J) such that J ϕ(a1,.,am). The function h with h(xi)...»

«Church of God Theological Seminary TS 601 Pentecostal Spirituality Part I Reading Notes / Chapter Summary Pentecostal Spirituality: A passion for the kingdom By Dr. Steven Land Mark Beaird May 2007 Chapter 1 Pentecostal Spirituality as Theology: A Theoretical Introduction Dr. Land begins by emphasizing the relationship between theology and spirituality in the Pentecostal tradition with a particular emphasis on the role of prayer in the theological task. Initially he emphasizes the Pentecostal...»

«FOR IMMEDIATE RELEASE CONTACT: Andrea Wolschleger | Public Relations Manager | 616-975-3155 | awolschleger@meijergardens.org FREDERIK MEIJER GARDENS & SCULPTURE PARK ADDS JAPANESE GARDEN TO COLLECTION International garden in Japanese tradition combines horticulture and sculpture GRAND RAPIDS, Mich., — February 15, 2012 —Frederik Meijer Gardens & Sculpture Park, one of the nation’s most significant botanic and sculpture experiences, announces plans for The Richard and Helen DeVos Japanese...»

«79 A PARADOX REGAINED1 DAVID KAPLAN AND RICHARD MONTAGUE Another attempt has recently been made (by R. Shaw) to analyze a puzzle variously known as the Hangman, the Class A Blackout, the Unexpected Egg, the Surprise Quiz, the Senior Sneak Week,5 the Prediction Paradox, and the Unexpected Examination. The following simple version of the paradox is sufficient to exhibit the essential features of all other versions. A judge decrees on Sunday that a prisoner shall be hanged on noon of the following...»

«Component 1, Part 2 Japanese Cultural Landscapes: Specific Characteristics Geographers Cotton Mather and P.P. Karan have spent many years studying and analyzing the Japanese cultural landscape and have synthesized their observations into a number of general and specific characteristics that accurately portray it.1 The ten specific characteristics they identify represent individual, single elements that are physically found on the landscape. This part provides examples of these characteristics...»

«Associação Nipo-Brasileira de Goiás Fátima Alcídia Costa Mota © ANBG TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Proibida a reprodução total ou parcial. (Sanções previstas na Lei 9.610, de 20/06/98). Projeto gráfico, diagramação e arte final Cláudia Hiromi Okido / Eduardo Nery Coodenação editorial e pesquisa Cecília Noriko Ito Saito Revisão Cecília Noriko Ito Saito Impressão e acabamento Gráfica e Editora Bandeirante Ltda. Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.