WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 18 | 19 || 21 | 22 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 20 ] --

Para isso foi elaborado um “check-list”, dividido em três grandes partes: Parte I – Documentação, que engloba os itens referentes aos documentos de elevadores, gruas e plano de cargas para gruas, Parte II – Movimentação e transporte de materiais e pessoas, que apresenta os itens a serem verificados em relação ao funcionamento dos elevadores e Parte III – Gruas, com itens específicos do funcionamento deste equipamento. O “check-list” foi baseado na Legislação Brasileira de Segurança e Saúde do Trabalho, de modo que, no total foram 121 itens verificados em cada canteiro e classificados em: Não se aplica (NA), conforme (CO), desacordo (DES) e grave e iminente risco (GIR).

O campo NA é utilizado quando a norma não é aplicável ao ambiente estudado, o CO refere-se a toda situação que está em conformidade com a norma, o DES é toda situação em desacordo com as normas e o GIR é toda condição ambiental de trabalho que possa causar acidente do trabalho ou doença profissional com lesão grave à integridade física do trabalhador.

Após a visita aos canteiros foi realizado o tratamento dos dados e o desenvolvimento de gráficos que traduzem indicadores quantitativos, qualitativos e econômicos.

O indicador quantitativo apresenta a quantidade de itens classificados em cada canteiro. Já o indicador qualitativo

apresenta os itens em desacordo e grave e iminente risco de forma qualitativa, agrupando-os em quatro seções:

Documentação de elevadores, Documentação de gruas, Plano de carga de gruas e Elevadores e Gruas. As três primeiras referem-se aos itens de documentação, enquanto que as duas últimas englobam os itens de funcionamento de elevadores e gruas, respectivamente. E por fim, o indicador econômico, que toma como base a NR 28 – Fiscalização e penalidades, que apresenta o grau de infração em função do número de funcionários. Esse indicador apresenta o passivo de multa dos itens em desacordo e grave e iminente risco encontrados em cada canteiro.

–  –  –

3. RESULTADOS E DISCUSSÕES

A seguir serão apresentados os dados obtidos na pesquisa de campo: caracterização da amostra, indicador quantitativo, indicador qualitativo e por fim o indicador econômico.

3.1. Caracterização da amostra O canteiro A possuía três torres e apresentava a obra na fase de estrutura, com previsão de término para o mês de Setembro de 201 e possuía 131 funcionários em atividade. Os equipamentos estudados nesse canteiro foram uma grua do tipo ascensional com instalação no interior da edificação e um elevador do tipo Misto, ou seja, um equipamento que pode transportar pessoas e materiais, desde que não seja simultaneamente, cuja instalação foi realizada no poço do elevador definitivo da edificação.

O canteiro B possuía 10 torres e se encontrava na etapa de estrutura, com previsão de término para o mês de Outubro de 2011 e possuía 250 funcionários em atividade. Os equipamentos estudados foram um elevador do tipo misto, instalado entre duas torres; e uma grua do tipo telescopável, localizada ao lado da edificação O canteiro C possuía oito torres, com algumas na fase de estrutura e outras na fase de acabamento, previsão de término para o mês de Fevereiro de 2011 e 241 funcionários trabalhando no canteiro. Os equipamentos estudados foram o elevador do tipo Guincho coluna ou “guincho velox”; e a grua do tipo móvel, mas de pequeno porte e localizada ao lado da edificação.

3.2. Indicador Quantitativo A figura 1 mostra o Indicador Quantitativo, que apresenta a quantidade de itens que não se aplicam, que estão em conformidade com a norma, em desacordo e em grave e iminente risco para cada canteiro visitado. Percebe-se que, o canteiro C apresentou o maior número de desacordos com 23 no total (19%), seguido pelo canteiro B com 13 desacordos (10,8%) e dois graves e iminentes riscos (1,65%) e por fim o canteiro A com oito desacordos (6,62%) e 1 grave e iminente risco (0,82%).

Indicador Quantitativo - Iq

–  –  –

3.3. Indicador Qualitativo A figura 2 exibe o Indicador Qualitativo acumulado de todas as obras visitadas, apresentando o percentual de desacordo e grave e iminente risco para cada seção estudada (Documentação de elevadores, documentação de gruas, Plano de carga de gruas, elevadores e gruas), verificando-se que as seções com maior número de itens em desacordo foram os relacionados às Gruas – Documentação de gruas (13,4%), Plano de carga de gruas (40%) e funcionamento da grua (26,7%). A única seção que apresentou itens em Grave e Iminente risco foi o relacionado ao funcionamento de elevadores.

–  –  –

Os principais problemas encontrados sobre documentação dos elevadores foram os relacionados à falta de comprovação de curso ou experiência dos profissionais responsáveis pela montagem e desmontagem do elevador, assim como a ausência de anotações sobre defeitos, irregularidades e manutenções no livro de inspeção do equipamento. No caso da documentação de gruas os desacordos encontrados foram relacionados à inexistência de citação sobre realização do teste de carga no termo de entrega técnica do equipamento e a falta de projeto para os dispositivos auxiliares de içamento da grua, como caixas e caçambas.





O plano de carga de gruas foi o grupo que apresentou o maior número de desacordos, relacionado à ausência de locação de áreas de estocagem de materiais, redes elétricas e projeção da área de abrangência das cargas com indicações dos trajetos, no croqui do local de instalação da grua. A falta de utilização de coletes refletivos pelos operadores e omissão do conteúdo programático de cursos e treinamentos nos diplomas dos operadores da grua também foram encontrados nos canteiros visitados. Em relação ao funcionamento dos elevadores, os desacordos encontrados foram: posto do operador com assento ergonomicamente inadequado, ausência de comunicação através de rádio e carência de sinalização, que proiba a circulação de trabalhadores através da torre do equipamento. No entanto, foram encontradas situações em grave e iminente risco nesta seção, como a ausência de grade de proteção no tambor de rolamento do equipamento e exposição da haste de aterramento. As principais situações encontradas em desacordo com a legislação relacionada ao funcionamento da grua foram operador trabalhando sob intempéries, caixas e caçambas sem identificação do fabricante e responsável técnico e áreas de carga e descarga sem sinalização e isolamento.

–  –  –

4. CONCLUSÕES Ao analisar os itens em desacordo e grave e iminente risco encontrados nessa pesquisa, constatou-se a necessidade de mais atenção à documentação dos equipamentos nos canteiros de obra, principalmente ao Plano de carga das gruas.

Alguns itens solicitados pela norma não existiam nos canteiros, tais como diplomas de cursos ou treinamentos dos operadores sem apresentar conteúdo programático, croqui das instalações do canteiro incompleto e operadores da grua sem colete refletivo. Além do que, houve caso de falta dessa documentação.

Verificou-se que os elevadores necessitam de atenção em relação ao posto do guincheiro, que se apresentou de forma precária nos canteiros visitados e em relação ao tambor de rolamento sem grade de proteção, evidenciando um alto risco para os trabalhadores.

As gruas apresentaram basicamente desacordos em relação ao trabalho sob intempéries e a falta de guarda-sol para os operadores. Além disso, constatou-se dispositivo de içamento sem identificação do fabricante ou responsável técnico.

Esse trabalho mostra, através dos indicadores gerados, a importância do envolvimento da produção com o setor de engenharia mecânica que são profissionais habilitados para liberar a utilização dos equipamentos de transporte de um canteiro de obra. Equipamentos estes, considerados fundamentais em qualquer empreendimento vertical.

Portanto, um elevador ou uma grua com manutenção deficiente e sem cumprir as normas de segurança do trabalho poderá acarretar muitos prejuízos, no plano humano e econômico. Seja pelo tempo perdido, devido a equipamentos parados ou pela ocorrência de acidentes.

Conclui-se, que ações de integração entre engenheiros mecânicos, engenheiros de obra, engenheiros de segurança do trabalho e todos os intervenientes do setor devem ser intensificadas, para que o ambiente da construção civil se torne mais seguro, com equipamentos em bom estado de funcionamento e otimizando a execução das atividades.

5. REFERÊNCIAS Barkokébas Junior, B. et al. Diagnóstico de segurança e saúde no trabalho em empresa de construção civil no Estado de Pernambuco.

In: XIII Congresso Nacional de Segurança e Medicina do Trabalho. São Paulo, 2004.

Barkokébas Junior, B. et al. Estudo de caso: os impactos dos indicadores de segurança no sistema de gestão de uma empresa construtora. In: XV Congresso Brasileiro de Ergonomia – ABERGO. Anais. 2008.

Brasil. Ministério da Previdência Social. Saúde e Segurança Ocupacional. Disponível em:

http://www.mpas.gov.br/conteudoDinamico.php?id=39 Acesso em: 20 Set. 2011.

Brasil. Ministério do Trabalho e Emprego. Normas Regulamentadoras de Segurança e Medicina do Trabalho. NR 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção. Disponível em: www.mte.gov.br Acesso em: 20 Set. 2011.

Sant’anna, R. E. Prevenção de acidentes na utilização de gruas para o transporte de materiais em obras verticais. Programa de Pósgraduação em Engenharia da Escola Politécnica de Pernambuco – UPE/POLI. Recife, 2007.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Risco de incêndio nos centros urbanos antigos Fire in the old urban centers Barra, Cecília M. Pires1, Rodrigues, João Paulo C.2 Mestre em Segurança aos Incêndios Urbanos pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra.

Câmara Municipal de Loulé, Portugal, cmpbarra@gmail.com Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Rua Luís Reis Santos, Polo II, 3030-788 – Coimbra – Portugal, jpaulocr@dec.uc.pt

1. INTRODUÇÃO Os Centros Urbanos Antigos (CUA) caracterizam-se pelas suas construções antigas, construídas com madeira nos pavimentos, nas escadas, nas paredes divisórias e coberturas, sem grande protecção com as edificações vizinhas, as ruas são estreitas e os edifícios encontram-se directamente em confronto e a pequena distância uns dos outros.

As paredes de fachada apresentam por vezes aberturas consideráveis que em situação de incêndio são um “irradiador” para as fachadas dos edifícios vizinhos.

As coberturas estão normalmente todas ao mesmo nível sendo a propagação de incêndio entre edifícios vizinhos bastante facilitada.

Os edifícios existentes nos CUA apresentam geralmente um elevado risco de incêndio com consequências por vezes bastante dramáticas e devastadoras com perdas de vidas humanas e de património ambiental e cultural se, tardiamente detectado ou se mesmo detectado a tempo o acesso aos seus edifícios for dificultado pela acessibilidade.

Devido à sua localização e constituição os edifícios antigos são bastante vulneráveis aos incêndios, devido ao elevado número de factores desfavoráveis que facilitam a deflagração do incêndio, dificultam o ataque e facilitam a sua propagação.

A avaliação do risco de incêndio, dos CUA, pode ser quantificada através de um conjunto de factores que determinam a probabilidade esperada de ocorrer o acontecimento, o grau esperado de exposição a esse acontecimento e a maior ou menor capacidade potencial de afectação que o acontecimento pode apresentar.

A avaliação do risco de incêndio num edifício é algo que ainda não é consensual e, basta verificar pela quantidade de métodos de cálculo que actualmente existem e as diferenças dos seus resultados na aplicação a um mesmo edifício, (Barra, 2010).

Pretende-se avaliar os diversos riscos existentes nos CUA e apresentar medidas para os eliminar ou minorar.

Para este estudo serviu de base o CUA de Loulé pelas características que encerra caracterizadoras dos demais CUA Portugueses.

2. CARACTERISTICAS DOS CUA

Os CUA caracterizam-se pela largura reduzida dos seus arruamentos, o que significa que quando há um incêndio num determinado edifício, o que está fronteiro vai ficar sujeito a uma intensa radiação, que será tanto mais intensa quanto maior for a carga calorífica do edifício sujeito ao incêndio e quanto maior forem as aberturas deste último.

As ruas estreitas, Figura 2.1, dificultam a acessibilidade aos edifícios pelas viaturas pesadas dos bombeiros em caso de sinistro, e essa dificuldade fica ainda mais acentuada quando há ligação entre edifícios opostos.

Figura 2.1 – Ruas estreitas

É assim importante definir quais as ruas que se encontram inacessíveis às viaturas de socorro para, em caso de incêndio num edifício, saber-se atempadamente quais as alternativas possíveis para chegar mais rapidamente ao local e nas melhores condições de segurança.

É na evacuação das pessoas que se colocam alguns dos problemas mais graves, e de mais difícil resolução.

Aspectos relacionados com a compartimentação interior dos fogos, com as escadas de tiro, com as larguras reduzidas das mesmas, com a ausência de circulações horizontais comuns, não são de fácil resolução.

As instalações técnicas e principalmente as eléctricas constituem o maior risco para os edifícios antigos, pelo que é de toda a importância uma intervenção sistemática a este nível.

Associado aos materiais utilizados na construção das edificações, existe a possibilidade de coexistência de diferentes utilizações-tipo no mesmo edifício.

Assim, às cargas de incêndio agregadas às habitações podem acrescer-se as cargas de incêndio resultantes de actividades inerentes à própria vivência da cidade como comércio, serviços e restauração.

Outro problema existente nos CUA diz respeito aos estacionamentos, além das ruas serem estreitas há viaturas estacionadas indevidamente que diminuem a largura útil das mesmas.



Pages:     | 1 |   ...   | 18 | 19 || 21 | 22 |   ...   | 153 |


Similar works:

«UNITED STATES BANKRUPTCY COURT DISTRICT OF NEW MEXICO In re: PETTINGILL ENTERPRISES, INC., a New Mexico corporation, and DAVID PETTINGILL and Jointly administered under PAMELA PETTINGILL, Case No. 11-12-10515 JA Debtors. MEMORANDUM OPINION THIS MATTER is before the Court on various motions to dismiss or convert the abovecaptioned bankruptcy cases (collectively the “Motions”). See Docket Nos. 337, 338, 468, 472, 474, and 478. The Court held a final evidentiary hearing on the Motions on June...»

«Appendix L: Supplemental Memorandum Re: Response to Comments, River Rock Development Project Final Initial Study/Mitigated Negative Declaration (Historic Resources) San Buenaventura Research Associates, April 2016.SAN BUENAVENTURA RESEARCH ASSOCIATES MEMORANDUM 1328 Woodland Drive • Santa Paula CA • 93060 805-525-1909 Fax/Message 888-535-1563 sbra@historicresources.com www.historicresources.com To: Shane Parker, Parker Environmental Consultants From: Mitch Stone, San Buenaventura Research...»

«JOB DESCRIPTION 1. JOB TITLE: LIS Assistant: Desktop and AV Support, Thornton Science Park 2. HRMS REFERENCE NUMBER: HRMS/13116 3. ROLE CODE: FINCITA 4. DEPARTMENT: Learning and Information Services 5. ORGANISATION CHART: This post will report to the LIS Desktop Services Manager.6. JOB PURPOSE: To provide a communications and IT support service, including installation and maintenance, to the University administrative and academic departments and other staff as necessary at the Thornton Science...»

«'Dearly Beloved' sends 'em home happy Moline Dispatch August 21, 2008 Julie Jensen The Richmond Hill Players' production of Dearly Beloved is a real crowd-pleaser, eliciting a volley of laughs throughout its two acts. It played to a full house Friday night, and a good time was had by all. Set in Fayro, Texas, population 3003, it's about a wedding that doesn't proceed according to plans. The Texas accents are great, and the scenes change quickly. John VanDeWoestyne is the director, and he has...»

«instruction manual Thanks for choosing Nuna Life with baby requires you to be an expert in doing two things at the same time—all while keeping baby happy. The Nuna Leaf™ embodies a truly unique and natural gliding motion. Designed to soothe and relax your baby. Just a gentle push creates a relaxing environment. A movement more natural than rocking and bouncing. The Leaf is rock safe, easy to use and the design complements your stylish home interior. When your baby is happy and comfy, it’s...»

«VKI lecture series on Optimization Methods & Tools for Multicriteria/Multidisciplinary Design November 15-19, 2004 AERONAUTICAL APPLICATIONS OF EVOLUTIONARY DESIGN I. Kroo Stanford University, U.S.A.1. Summary This note describes the use of evolutionary design methods in aeronautics, highlighting the types of problems for which these methods are best suited and detailing some algorithms that have been useful in this domain. Three sample problems exemplify the utility of these methods and...»

«Science Editorial Statement Concerning Stem Cell Manuscripts by Woo Suk Hwang, et al.12 January 2006-NoteAs a service to reporters and the public, the AAAS Office of Public Programs and Science Editorial are providing the following chronology of events related to two stem-cell papers published in Science. This information is accurate to the best of our knowledge, as of this writing. The situation is complicated, however, and we reserve the right to correct or amend this chronology as new...»

«Spousal Support: Variation, Retroactive Claims and Income Fluctuations By Patrick D. Schmidt, George Karahotzitis and Elliot M. Goodman Thomson, Rogers This paper will address three issues related to spousal support. First, various arguments that may be advanced on an application to vary the terms of an agreement related to spousal support that have been incorporated into a court order, where the agreement and court order contain a threshold for a variation of those terms other than a...»

«Future-Proofing the Network: A Case for Flexibility in the Wireless Enterprise What applications will you need to satisfy your workforce over the next five years? Which of those will be your constituents’ killer application? Do you already have the infrastructure you need in place to support these applications? Is your wireless network futureproof? Today’s wireless enterprise needs are supported with multiple wireless applications that run over many different services operating under...»

«Wines & Sparkling Wines by the Glass White Medina Girgentina Chardonnay DOK (Malta) €4.00 Two Oceans Sauvignon Blanc (South Africa) €4.00 Red Medina Cabernet Sauvignon Cabernet Franc DOK (Malta) €4.00 Two Oceans Pinotage (South Africa) €4.00 Sweet & Rose Grand Vin de Hauteville Moscato of Malta DOK (Malta) €6.00 Pjazza Regina Rose IGT (Malta) €4.00 Prosecco dei Colli Trevigiani IGT Lineavini Veneto, Italy €7.20 Pommery Brut Royal 20cl Pommery Champagne, France €21.00 Wines by...»

«Genzyme BLA 103948 Alemtuzumab Advisory Committee Briefing Document PERIPHERAL AND CENTRAL NERVOUS SYSTEM DRUGS ADVISORY COMMITTEE ADVISORY COMMITTEE BRIEFING DOCUMENT BLA 103948 Advisory Committee Meeting November 13, 2013 Genzyme 500 Kendall Street Cambridge, MA 02139 AVAILABLE FOR PUBLIC RELEASE Page 1 of 172 Genzyme BLA 103948 Alemtuzumab Advisory Committee Briefing Document Table of Contents 1. Executive Summary 1.1 MS Background 1.2 Unmet Medical Need in Patients With MS 1.3 Rationale for...»

«UNITED STATES DISTRICT COURT DISTRICT OF MAINE KATHERINE TICE, et al., ) ) Plaintiffs, ) ) v. ) Docket no. 2:08-cv-168-GZS ) TAIWAN SHIN YEH ENTERPRISE CO., ) LTD., et al. ) ) Defendants. ) ORDER ON MOTION TO DISMISS Before the Court is the Motion to Dismiss Pursuant to Rule 12(b)(2) by Defendant Taiwan Shin Yeh Enterprise Co. Ltd. (“TSYE”) (Docket # 13). As explained herein, the Court GRANTS the Motion. I. STANDARD OF REVIEW The personal jurisdiction of a federal court sitting in diversity...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.