WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 || 3 | 4 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 2 ] --

Blomgren, G., Hoborn, J., Nystroem, B. (1990). Reduction of contamination at total hip replacement by special working clothes.

Journal of Bone Joint Surgery, 72-B, 985-987.

Doberneck, R. C., Kleinman, R. (1984). The surgical garb. Surgery, 95, 694-698.

EN 13795-1 (2002) Surgical drapes, gowns and clean air suits, used as medical devices for patients, clinical staff and equipment general requirements for manufacturers, processors and products. Part 1. CEN.

EN 13795-2 (2004) Surgical drapes, gowns and clean air suits, used as medical devices for patients, clinical staff and equipment - test methods. Part 2. CEN.

EN 13795-3 (2006) Surgical drapes, gowns and clean air suits, used as medical devices for patients, clinical staff and equipment performance requirements and performance levels. Part 3. CEN.

Medical Device Directive 93/42/EC.

Hoborn, J. Learning is the most effective medical device, 2005. Retrieved September 20, 2011, from http:// www.touchbriefings.com/pdf/1140/molnlycke_tech.pdf.

Lidwell, O. M., Lowburry, E. J., Whyte, W., Blowers, r., Stanley, S. J., Lowe, D. (1983). Airborne contamination of wounds in joint replacement operations:the relationship to sepsis rates. Journal of Hospital Infection, 4(2), 111-131 Lidwell, O. M., Lowburry, E. J., Whyte, W., Blowers, r., Stanley, S. J., Lowe, D. (1984). Infection and sepsis after operations for total hip or knee-joint replacement : influence of ultraclean air, prophylactic antibiotics and other factors. Journal of Hygiene, 93 (3), 505-529.

prEN 13795 (2010) Surgical drapes, gowns and clean air suits, used as medical devices for patients, clinical staff and equipment - General requirements for manufacturers, processors and products, test methods, performance requirements and performance levels. CEN Verkala, K., Eklund, A., Ojajaervi, J., Tiittanen, L., Hoborn, J., Maekelae, P. (1998). The conventionally ventilated operating theatre and air contamination control during cardiac surgery. European Journal of Cardiac Thoracic Surgery, 11, 206-210.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Perfil Audiológico de Trabalhadores em Indústria Alimentícia Brasileira Expostos Simultaneamente a Ruído de Impacto e Contínuo Audiological Findings among Workers from Brazilian Food Industry Exposed to Impulse and Continuous Noise Albizu, Evelyna; Lacerda, Adrianab; Gonçalves, Claudiab; Heupa, Adrianab; Costa Junior, Hamiltonc a FUNDACENTRO/Ministério do Trabalho e Emprego no Brasil, Rua Dr. Zamenhof, 238 – 80030-320 –

Curitiba/Paraná/Brazil, email: evelyn.albizu@fundacentro.gov.br; b Universidade Tuiuti do Paraná/Brasil, e-mail:

adriana.lacerda@utp.br; claudia.goncalves@utp.br; adriana_fono@pm.pr.gov.br; c Universidade Federal do Paraná, email: hacojr@uol.com.br

1. INTRODUÇÃO Há aproximadamente 900 empresas do ramo alimentício do setor de expansão de milho, distribuídas por todo o Brasil, podendo ser encontradas em outros países em condições semelhantes de exposição e risco. Dentre os riscos, destaca-se a exposição ao ruído de impacto e contínuo.

Estudos confirmam que a exposição ao ruído contínuo esta presente na maioria dos processos de trabalho, podendo ocasionar danos à saúde dos trabalhadores, incluindo os danos à cóclea. A exposição ao ruído de impacto também pode causar danos cocleares, com rupturas mecânicas ou rompimento das estruturas sensoriais da orelha interna, mudança fisiológica ou anatômica, temporária ou permanente na cóclea, levando a distúrbios auditivos como mudanças nos limiares auditivos, dificuldade de percepção da fala, e sintomas imediatos como dor, zumbido e sensação de ouvido tapado (Morata e Dunn 1995; Plontke et al., 2002; Starck, 2003; Silva et al., 2005).

Segundo Starck et al. (2003), Gerges (2000) e NIOSH (2009), o ruído de impacto pode ser mais nocivo para a audição do que o ruído contínuo e o risco da perda auditiva induzida pelo ruído ser maior e mais rápida, embora em mesma intensidade que o ruído contínuo (Toppila et al, 2000).

No caso do ruído de impacto, uma das maiores problemáticas é poder estimar qual a atenuação que será obtida com a utilização de protetores auriculares devido às características deste tipo de ruído (Berger, 2003). Para Starck et al. (2003), os protetores auriculares podem atenuar o ruído de impacto mas não previnem a perda auditiva entre os trabalhadores e não há normas em nível internacional sobre ensaios de protetores auditivos para ruído impulsivo e ainda não existem métodos para avaliar a eficiência dos protetores em ruído impulsivo (Gerges, 2000).

O objetivo deste estudo foi avaliar os níveis de pressão sonora e os efeitos auditivos de exposição simultânea a ruído contínuo e de impacto de trabalhadores do setor de expansão de milho em uma indústria alimentícia na cidade de Curitiba, sul do Brasil.

2. MATERIAL E MÉTODO Este é um estudo transversal e teve início em 2007 devido a uma solicitação da Vigilância Sanitária do Departamento de Saúde Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura Municipal de Curitiba para as avaliações dos níveis de pressão sonora e indicação de medidas corretivas para uma indústria alimentícia especializada na fabricação de pipoca adocicada.

Neste processo produtivo, o milho desgerminado, chamado de canjica, é colocado dentro de máquinas expansoras, conhecidas como canhões, os quais são aquecidos até atingirem uma determinada temperatura e pressão. O canhão então é destravado e aberto pelos operadores para a saída do milho. A súbita despressurização provoca a expansão do milho virando pipoca. Esta abertura das panelas gera um estrondo, soando como um tiro de canhão. A cada 10 minutos aproximadamente é feita uma nova bateria. Em média são utilizadas 45 sacas de 50 kg de milho desgerminado para a produção diária de pipoca.





A empresa pesquisada possui 16 canhões operados por dois homens. Ambos são operadores de máquinas de estouro de pipoca e a jornada de trabalho diária é de 08 horas. Quando necessário eles fazem horas extras, em média 03 horas extras por dia e aos sábados fazem meia jornada. Utilizam protetor auricular há 08 anos, quando a empresa passou a fornecer.

2.1. Avaliação de ruído As medições ocupacionais dos níveis de pressão sonora foram realizadas em abril e novembro de 2007, agosto de 2010 e março de 2011. Elas seguiram a metodologia e os procedimentos de avaliação estabelecidos pela Norma de Higiene Ocupacional, NHO-1 da FUNDACENTRO e também os critérios legais estabelecidos pela legislação brasileira segundo a Portaria Nº 3214/78 do Ministério do Trabalho e Emprego, na Norma Regulamentadora NR 15, Anexo Nº. 1 e Anexo Nº. 2.

No anexo Nº. 1, são considerados limites de tolerância de tolerância para ruído ou intermitente, TWA=85 dB(A) para 08 horas. Já o Anexo Nº. 2, considera como limite de tolerância para o ruído de impacto, LT=130 dB(Linear) ou 120 dB(C)).

O instrumento utilizado para avaliação dos ruídos foi um Medidor Integrador Portado pelo Avaliador, marca Bruel & Kjaer, tipo 2230, devidamente calibrado, de propriedade da FUNDACENTRO. Para avaliação do ruído contínuo ou intermitente operou-se na curva de compensação “A” e circuito de resposta lenta (slow). Para avaliação dos níveis de ruído de impacto operou-se no circuito linear e circuito de resposta para impacto. Como um dado comparativo, fora realizada a avaliação do ruído de impacto também nas curvas de compensação “C” e circuito de resposta rápida (fast). As leituras foram feitas na zona auditiva dos trabalhadores do setor de estouro do milho, sendo cobertos todos os pontos de trabalho de cada uma das situações, bem como investigada a orelha de maior incidência de ruído. Para as medições ocupacionais dos níveis de pressão sonora realizadas em abril e novembro de 2007 e agosto de 2010 utilizou-se o medidor de nível de pressão sonora acoplado a um microfone condensador pré-polarizado, tipo 4155, operando na faixa de medição que vai de 70 dB a 130 dB. Entretanto, observou-se que os resultados encontrados dos níveis de pressão sonora para o ruído de impacto estavam muito próximos ao valor máximo da faixa de medição. Decidiu-se então, por novas medições utilizando-se o atenuador de 20 dB ZF 0020 acoplado ao mesmo microfone, possibilitando a ampliação da faixa de medição para: 30 dB a 150 dB. Tal fato comprovou o ruído de impacto ser realmente mais alto que os resultados encontrados nas medições anteriores. Mas, mais uma vez, os valores encontrados estão próximos ao valor máximo da faixa, demonstrando que os mesmos ainda se encontram subdimensionados.

2.2. Avaliação auditiva As avaliações auditivas seguiram os critérios legais estabelecidos na Norma Regulamentadora NR 7, Anexo Nº 1 (redação dada pela Portaria nº 19, de 09/04/1998). Segundo esta portaria, consideram-se a audição dentro dos limites aceitáveis, os casos cujos audiogramas mostrem limiares auditivos menores ou iguais a 25 dB(NA) em todas as freqüências examinadas. Considera-se sugestivos de perda auditiva induzida por ruído (PAIR) os casos cujos audiogramas, nas freqüências de 3 e/ou 4 e/ou 6 kHz demonstrarem limiares auditivos superiores a 25 dB(NA) tanto no teste por via aérea quanto por via óssea, em um ou em ambos os lados. São considerados não sugestivos de PAIR os casos cujos audiogramas não se enquadram nas descrições acima.

A avaliação auditiva foi realizada pelo Laboratório de Fonoaudiologia da Universidade Tuiuti do Paraná nos dois

funcionários do setor do canhão a partir do ano de 2007. Os seguintes procedimentos foram realizados:

a) Anamnese com questões para investigar dados referentes à história pessoal, médica e profissional, incluindo o levantamento de efeitos não-auditivos do ruído; b) Inspeção do meato acústico externo, com o objetivo de investigar a presença do cerume ou corpos estranhos; c) Audiometria tonal limiar convencional e a de alta freqüência em cabine acústica sob repouso acústico de 14 horas. O instrumento utilizado foi o audiômetro AC40 com fone TDH 39 para audiometria convencional e fone Koss HV / Pro – digital para alta freqüência, calibrados de acordo com as normas internacionais. As freqüências avaliadas por via aérea foram de 250 Hz a 16 kHz e quando o limiar encontrado fosse maior que 25 dB realizou-se a audiometria via óssea de 500 a 4000 Hz; d) Medidas de Imitância Acústica foram realizadas com um analisador de orelha média AZ7. A bateria de testes da imitância acústica foi composta de timpanometria e reflexos acústicos ipsilaterais e contralaterais de 500 a 4000 Hz; e) Emissões Otoacústicas Produto de Distorção (EOAP) foram realizadas em cabine acústica com o equipamento ILO 96.

O estímulo para F1 e F2 foi de 65 e 55 dB NPS sucessivamente, programadas para 1000 varreduras nas freqüências de 1000, 2000, 3000, 4000 e 6000 (F1:

1038, 2063, 3284, 4126, 5200; e F2: 1257, 2515, 4004, 5042, 6348).

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO

3.1. Avaliação de ruído:

O ruído de impacto na sala de estouro da pipoca atingiu os seguintes valores: 155,7 dB (linear) e 155,4 dB(C); e o ruído contínuo atingiu um TWA de 92,6 dB (A) para a jornada de 08 horas. Estes níveis ultrapassaram os limites de tolerância estabelecidos na Norma Técnica, NHO 01 da FUNDACENTRO e os estabelecidos pela Legislação Brasileira, Portaria 3214/78, tanto para ruído contínuo ou intermitente quanto para o ruído de impacto ou impulsivo.

A medida preventiva adotada para controle da exposição tem sido a utilização de equipamento de proteção individual até que medida de controle coletiva possa ser viabilizada. Entretanto, mesmo com protetor auricular há risco para a audição, percebido, nos achados auditivos dos trabalhadores. Uma das medidas paliativas propostas foi a utilização do uso duplo de protetores auriculares, tipo concha e tipo plug, bem como a implantação de um Programa de Preservação Auditiva - PPA objetivando evitar o agravamento da perda auditiva entre os trabalhadores, envolvendo nesta primeira fase, além dos EPIs, o acompanhamento audiológico, as ações educativas relacionadas a proteção auditiva e estudos sobre a redução na jornada de trabalho dos dois funcionários.

Como medida coletiva, indica-se a necessidade de estudos para redução dos níveis de pressão sonora na própria fonte geradora, ou seja, no canhão de expansão da pipoca, pois é considerável o número de trabalhadores operadores do equipamento no Brasil e em outros países.

3.2 Avaliação auditiva dos trabalhadores “A” e “B”:

O trabalhador “A” possui 41 anos de idade e trabalha há 30 anos na empresa, sendo 22 anos no setor de canhão.

Atualmente ele faz uso de dupla proteção auditiva. Ele usa protetor tipo plug com NRRsf de 13 dB e protetor tipo concha com NRRsf de 22 dB. Não possui história de trauma acústico ou problema crônico nas orelhas tais como infecções, dores e vazamentos, nem realizou qualquer cirurgia de ouvido. Ele relata dificuldade para escutar e sensação de plenitude auricular, zumbido bilateral com característica aguda (grito), na orelha esquerda. Ele apresenta perda auditiva neurossensorial bilateral com comprometimento maior nas freqüências altas (entalhe auditivo nas freqüências de 3000, 4000 e 6000Hz), curva timpanométrica do tipo “A” (normal) e reflexos acústicos presentes até 2000 Hz. Os resultados das emissões otoacústicas mostraram ausência de respostas bilateralmente a partir de 2000 Hz.

O trabalhador “B” possui 32 anos de idade e trabalha há 13 anos no setor de canhão. Ele usa o protetor auricular tipo concha com NRRsf 22 dB. Não possui história de trauma acústico ou problema crônico nas orelhas tais como infecções,

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

dores e vazamentos, não realizarou qualquer cirurgia de ouvido. Ele relata queixa de zumbido e apresenta limiares auditivos dentro dos padrões de normalidade até 8000 Hz, entretanto observa-se entalhe auditivo nas freqüências de 3000 e 4000 Hz. Apresenta curva timpanométrica do tipo “A” (normal) e reflexos presentes em todas as freqüências testadas.



Pages:     | 1 || 3 | 4 |   ...   | 153 |


Similar works:

«Everything falls Off by Clyde Hendrickson. Copyright 2004 by Clyde Hendrickson. Free performance of this play for high school and college level competitive forensics is permitted. All other rights reserved. The Intriguing Interp Series is published by Mushroom Cloud Press Orlando, FL For more information and performance rights, contact Mushroom Cloud Press 278 Leslie Lane Lake Mary, FL 32746 mushroomcloudpress@gmail.com http://www.mushroomcloudpress.com/ ISSN listed in graphic seal below....»

«Case Study: Hotels and Business Enterprise Value Acknowledgement The UBC Real Estate Division wishes to acknowledge the contribution of John Peebles, AACI, RPF, in producing this case study. Executive Summary There is an ongoing debate in the property valuation community about the applicability of business enterprise valuation methodology in real estate appraisal, particularly for property assessment and taxation purposes. The debate centers on the correct way to identify and extract business...»

«DOW CORNING RETIREES’ ASSOCIATION DISTILLATIONS February 2006 Dear Member, The members of the DC Retirees’ Association Committee hope that you will enjoy the new format of the newsletter. I would like to thank all the contributors to this issue of Distillations. Please send any comments or articles to me at the address on the last page Val Caple (Membership Secretary) Five (41 actually) Go Off to Scarborough (with apologies to Enid Blyton) The months of planning have ended as 41 of us board...»

«Hablemos sobre diabetes N° 4 Fecha de revisión: agosto de 2010 control del nivel de glucosa en sangre Blood glucose monitoring Spanish El autocontrol del nivel de glucosa en sangre es una valiosa herramienta para el control de la diabetes que les permite a las personas revisar sus propios niveles de glucosa en sangre con la frecuencia necesaria o recomendada. ¿Por qué es tan importante controlar mis niveles de glucosa en sangre? El análisis y registro regular de su nivel de glucosa en...»

«On conjugacy classes of maximal subgroups of finite simple groups, and a related zeta function Martin W. Liebeck Benjamin M.S. Martin Department of Mathematics Institute of Mathematics Imperial College University of Kent London SW7 2BZ Canterbury CT2 7NF England England Aner Shalev Institute of Mathematics Hebrew University Jerusalem 91904 Israel Abstract We prove that the number of conjugacy classes of maximal subgroups of bounded order in a finite group of Lie type of bounded rank is bounded....»

«Journal of Artificial Intelligence Research 43 (2012) 571-620 Submitted 09/11; published 04/12 Reformulating the Situation Calculus and the Event Calculus in the General Theory of Stable Models and in Answer Set Programming Joohyung Lee joolee@asu.edu Ravi Palla Ravi.Palla@asu.edu School of Computing, Informatics, and Decision Systems Engineering Arizona State University Tempe, AZ 85287, USA Abstract Circumscription and logic programs under the stable model semantics are two wellknown...»

«29 Food Security and Gross National Happiness Akiko Ueda Abstract This paper reconsiders the concept of food security to reflect Bhutan’s Gross National Happiness framework. Through various case studies relating to people’s food security, including production, circulation and consumption, it analyses factors that would affect GNH indicators. By comparing the conventional concept of food security with the GNH framework, the paper suggests that while the conventional concept focuses on...»

«III. Proyectos de reducción, renovación y demolición III.A. INSPECCIÓN III.A.1. Antes de realizar cualquier renovación o demolición que pueda perturbar niveles más altos que los niveles de activación del material que se sospecha que es un material que contiene asbestos de conformidad con el Green Book (Libro Verde) de la EPA Manejo del asbestos en el lugar, Apéndice G (1990), el componente(s) de la(s)que serán afectadas por la renovación o demolición deberán ser inspeccionadas para...»

«• Research in Language, 2012, vol. 10.2 • DOI 10.2478/v10015-011-0037-6 THE DOUBLE-EDGED SWORD OF RP: THE CONTRASTING ROLES OF A PRONUNCIATION MODEL IN BOTH NATIVE AND NON-NATIVE ENVIRONMENTS MIROSLAV JEŽEK Masaryk University, Brno Abstract Received Pronunciation (RP) is often studied as the pronunciation model in Great Britain and non-English-speaking countries separately. What my paper focuses on is the duality with which RP is essentially endowed: the role(s) in which it has to satisfy...»

«Venta Especial de Yeguas Madre Haras LA BIZNAGA y Haras EL GUSY JUEVES 27 DE MARZO 18.30 hs. TATTERSALL DE SAN ISIDRO ARG SALES www.arg-sales.com info@arg-sales.com +54 11 4813 6254 Juan De Diego (+54 911 4141 4869) Alejandro Viale (+54 911 3131 8530) ÍNDICE HARAS LA BIZNAGA 01 STORMY CHATTER, Bernstein y La Charlatana, S/ Catcher In The Rye 02 SOUTH MALDITA, Southern Halo (Usa) y Stormy Mala, S/ Pure Prize 03 GLOXY, Honour And Glory (Usa) y South Sexy, S/ Pure Prize 04 STORMY AURA, Bernstein...»

«Journal Entries from India & Extended Study Leave Sri Lanka January 19 – March 17, 2015 with Andrew Kang Bartlett Facebook Posts in Blue Presbyterian Hunger Program 1 ~ January 19, 2015 Louisville, Kentucky, USA No turning back now. I've buckled myself into seat 9A destined for Newark and tonight to Indira Gandhi international airport in Delhi, India. I'll be in India and Sri Lanka for the next 8 weeks exploring myself, value-based approaches to food justice activism, and the sub-continent....»

«The Irish Garden Plant Society Newsletter No. 120 April 2011 Primula ‘Drumcliffe’ Photo Pearse Rowe Front Cover: Deutzia purpurascens ‘Alpine Magician’. A seedling raised in the National Botanic Gardens Glasnevin from seed collected by Reginald Farrer in Burma in 1919. It was selected and named by Dr. Charles Nelson and flowers in May. Photo Pearse Rowe. In this Issue 2 Editorial 3 Newsletter News from our Chairman Patrick Quigley 5 The Annual General Meeting 2011 6 Obituaries 9 Hollies...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.