WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 15 | 16 || 18 | 19 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 17 ] --

3. CONCLUSÃO A aplicação do programa de segurança e saúde comportamental na gestão da segurança e saúde ocupacional torna-se imprescindível para elevar a maturidade da cultura de segurança, essencial para a prevenção de acidentes de trabalho e doenças profissionais. Este programa deverá ser planeado e consertado com o contexto sócio-laboral envolvente, e todas as ferramentas desenvolvidas deverão ter isso em conta. Os Diálogos Diários de Segurança muita vezes transformam-se em discursos e palestras, onde as pessoas parecem ouvir, mas na prática estão longe, pensando em outras coisas (Duarte, E.F., 1999). Para que esta ferramenta conduza à mudança existe a necessidade de aplicação dos requisitos da ciência andragógica. Os DCDS`s são uma ferramenta educativa que procura aumentar as competências sobre os riscos, compreendo a percepção e aceitabilidade dos riscos, as habilidades e conhecimentos técnicos, a disciplina operacional, ou seja, as capacidades e competências dos trabalhadores face à segurança e saúde. A definição da estrutura e a concretização desta ferramenta na prática deverá ser alvo de um planeamento aprofundado, e para que a mesma venha a influenciar a mudança comportamental na segurança e saúde, deverão ser considerados quatro passos básicos (caracterização do público, definição do objectivo, escolha de métodos e técnicas e por último escolha do tema). A ferramenta do diálogo comportamental de segurança pode ser aplicada individualmente ou em grupo, em determinados períodos de tempos definidos, sendo os diários os mais aconselhados.

4. REFERÊNCIAS AUGUSTO, N. G.; ALVES, J.L. (2011). Segurança Comportamental: Excelência da segurança baseada em comportamentos, Actas I Congresso Internacional sobre Condições de Trabalho, Porto, Universidade do Porto.

BLEY, J. Z. (2004). Variáveis que caracterizam o processo de ensinar comportamentos seguros no trabalho, Dissertação de Mestrado em Psicologia, UFSC.

COLETA, J. A. D. (1991). Acidentes de trabalho: factor humano, contribuições da psicologia do trabalho, actividades de prevenção, São Paulo, Atlas.

DEJOURS, C. (1999). O factor humano, Rio de Janeiro, Editora FGV.

Disponível http://www.comportamento.com.br/artigos_referencias.asp?id_artigos=5. Acesso em 20/03/2011 DUARTE, E.F. (1999). Programa cinco minutos diários de segurança, saúde ocupacional e meio ambiente. Belo Horizonte, Ergo.

GELLER, E.S. (2002). Psychology of Safety Handbook, Boca Raton, Lewis publishers.

HALE, A.R.; GLENDON, A.I. (1997). Individual behaviour in the control of dange, Amsterdam, Elesevier.

MELIÁ, J. L. (1999). Medición y métodos de intervención en psicología de la seguridad y prevención de accidentes,Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, 15, (2).

OLIVEIRA, J.C. (1999). Gestão de riscos no trabalho: uma proposta alternativa, Minas Gerais, Fundacentro/CEMG.

OLIVEIRA, L. F., ALVES, J. L. L., DOMINGUES, J. Mudança Orientada por Comportamento: Visão geral do processo e bases conceituais, Revista Petroquímica, número 308. Brasil SKINNER, J. B. (1953), Science and Human Behavior, New York, Macmillan.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Riscos de acidentes de trabalho no processo de abate de aves Risk of accidents at work in the process of killing birds a Azevedo, Christian Alberto, bCosta Junior, Hamilton a Prefitura Municipal de Colombo, Rua XV de Novembro 115, Colombo, Paraná, Brasil, christokiri@hotmail.com;

b Universidade Federal do Paraná, Rua XV de Novembro 1288, Curitiba, Paraná, Brasil, hcosta@ufpr.br

1. INTRODUÇÃO Supondo que a maioria dos trabalhadores de diversos setores da indústria não tenha conhecimento dos riscos ou mesmo das conseqüências da exposição e medidas de prevenção que devam ser tomadas, criaram-se Normas Regulamentadoras e Programas de Prevenção de Riscos direcionados para minimização ou mesmo eliminação de riscos e informação do empregador e dos empregados. Para que os objetivos sejam alcançados e conseguir maior retorno, as duas partes devem estar informadas: empregador e empregados. O individuo só poderá se proteger se souber a que está exposto, e cabe ao empregador assegurar este conhecimento. Dentro desse contexto, o trabalho realizado nesta área em específico que é o abate, envolve no mínimo um agente em cada categoria de risco, tornando-se assim uma fonte grandiosa para estudo na área de segurança e saúde do trabalhador.

Os acidentes de trabalho no processo de abate de aves, se devem ao fato de falta de informação e de profissionais devidamente habilitados, capazes de diagnosticar possíveis riscos ambientais e à saúde dos trabalhadores específicos nesta área como também a escassez de normas específicas e detalhadas relacionadas ao trabalho em ambiente frio e úmido.

Pretende-se com esta pesquisa, alertar e informar os trabalhadores dos riscos inerentes à função que trabalham para que dessa forma, futuros acidentes possam ser evitados e conscientizar os trabalhadores sobre os procedimentos corretos em suas funções.

2. METODOLOGIA Buscou-se neste trabalho, fazer uma pré-análise do ambiente de trabalho de uma indústria de abates de frango, com o intuito de otimizar e facilitar no momento de consulta a uma ordem de serviço do setor, procedimentos, assim como outras avaliações.





Para esta análise foram realizadas visitas à empresa para familiarizar-se com todo o processo do abate de frangos, tendo em vista sua grande contribuição à economia brasileira. Desta forma, foi possível compreender todo o processo de industrialização desde a chegada/recepção dos produtos até seu congelamento.Para facilitar a compreensão de todo o funcionamento da indústria, optou-se por dividi-la em quatro grandes áreas e, cada área subdividida em setores, como

mostra a ordem a seguir:

 Área de produção: É a área que contém todos os setores de processamento dos frangos, os quais são: recepção de aves e sangria; escaldagem, evisceração e SIF; miúdos e resfriamento; cortes; embalagem primária e secundária;

expedição e sub-produtos.

 Área administrativa: a área que contém, basicamente, os setores relacionados com a administração da indústria:

administrativo, almoxarifado, portaria e refeitório.

 Área industrial: Área direcionada para o controle do processo, higienização geral e setores específicos industriais: caldeira, ETA, Gerência industrial, higienização noturna, lavagem de caixas, bandejas e carrinhos e por último, o motorista recolha de aves.

 Área de manutenção: constituída pelos setores de manutenção de utensílios, das máquinas, da parte elétrica, mecânica e de manutenção geral da indústria, com os setores de jardinagem, lavanderia,manutenção civil e elétrica, manutenção mecânica e elétrica e manutenção geral.

A partir destas divisões e detectados todo o processo de abate de frangos, construiu-se uma planilha única para a identificação e avaliação dos riscos existentes neste processo.

Para entender a importância deste assunto e poder apresentar uma visualização e conhecimento desta questão, os itens 2.1 e 2.2 mostram a importância deste estudo, tendo em vista o volume de comercialização e todo o procedimento no abate de frangos.

2.1. Abate de frangos O histórico brasileiro de consumo de carne de frango demonstra o crescimento do setor nesses últimos 20 anos, chegando ao ponto de praticamente triplicar o consumo em kg/habitantes.

Os dados mais recentes da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos – ABEF, são de 2008 indicam o desempenho no mercado de exportações de frango, todos com aumento na quantidade de importação por parte dos países, exceto pela Rússia, os quais são apresentados na Tabela 1.

–  –  –

A partir destes dados obtidos pela ABEF, pode-se verificar a importância desta atividade econômica para o crescimento do país e conseqüentemente a atenção que deve ser levada em consideração para todos os trabalhadores que atuam neste trabalho.

2.2. Etapas da linha de produção Basicamente são dezoito etapas ao longo da linha de produção, onde a ave é abatida e processada em, aproximadamente, 50 minutos.

A ordem da linha de produção segue na seguinte ordem:

 Recepção: pesagem dos frangos para que seu peso vivo sirva de cálculo para o rendimento do processo. Nas unidades mais modernas de abate o descarregamento é totalmente automatizado.

 Pendura: os frangos são levados através de transporte aéreo às demais etapas. Nesta etapa predomina o processo manual.

 Atordoamento: imobilização da ave para evitar perdas no momento do abate e permitir que a mesma não sinta dor. O processo é automatizado, feito através da utilização de corrente elétrica.

 Sangria: é feito um corte na jugular das aves para extração total do sangue das veias e artérias. O processo pode ser manual ou automatizado.

 Escaldo: remoção da sujeira da carcaça e dos restos de plumagem.

 Depenagem: remoção das penas através de cilindros rotativos e lavagem por meio de chuveiros (processo automatizado).

 Escaldagem do pé: remoção das cutículas dos pés, geralmente feito de forma mecanizada.

 Evisceração: abertura da carcaça para posterior retirada das vísceras, de órgãos e glândulas (processo mecanizado).

 Extração de miúdos: os miúdos são extraídos separadamente em diferentes pontos da linha (fígado, coração e moelas). Na separação dos órgãos predomina oprocesso manual.

 Lavagem das carcaças: lavagem interna e externa da ave com água a alta pressão. O objetivo é extrair os resíduos do interior e a lavagem final melhorando as condições de higiene da carne (processo mecanizado).

 Resfriamento: resfriamento por água numa seqüência de tanques resfriadores, denominados pré-chiller e chiller, otimizando a limpeza e o resfriamento, reduzindo ao mínimo a atividade microbiológica e hidratando as carnes (processo mecanizado).

 Gotejamento: redução do excesso de água (etapa mecanizada, pois a ave ainda está na nória).

 Classificação, pesagem e seleção: na saída do resfriamento a carne é submetida a uma inspeção visual para que seu destino seja decidido, se embalagem de aves inteiras ou às áreas de corte e desossa (processo manual).

 Maturação: processo bioquímico natural, onde as carnes devem ficar em repouso, a fim de garantir maciez após cozimento.

 Corte contínuo: manual ou mecânico, pode seguir determinada seqüência: corte da retirada do uropígio, asas, parte do peito e o dorso, restando as coxas penduradas nos ganchos.

 Obtenção de CMS (carne mecanicamente separada): é a carne separada dos ossos por meio de máquinas. Os produtos comercializados que incorporam a CMS são: salsichas, mortadelas, lingüiças, molhos, almôndegas, patês, etc.

 Embalagem: os pedaços já pesados e organizados em grupos são enviados para o empacotamento, manual ou mecânico.

 Congelamento: após a embalagem, os produtos que não são comercializados frescos são submetidos a congelamento, a fim de garantir o frescor e a qualidade microbiológica.

Pretendeu-se com este trabalho, além de ter um documento técnico meramente para cumprir uma norma ou para justificar meios de prevenção de riscos, obter planilhas que devam ser atualizadas conforme observações diárias nos setores tais como atualização de dados como registro de comportamento dos empregados perante os meios e formas de execução de atividades com mais segurança, observância das ações de prevenção e envolvimento com as mesmas, adoção de atos e condições que melhoram o desempenhos nas atividades, entre outros.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

3. RESULTADOS Baseado nas Normas Regulamentadoras (NRs), publicadas em 1978, as quais norteiam todas as áreas referentes à saúde, segurança e higiene ocupacionais e considerando a Norma Regulamentadora no 1 – Disposições Grais, chegou-se à elaboração de planilhas individualizadas para cada setor referente a cada área de atuação no que se refere ao abate de frangos. Estas planilhas centralizam, em um único documento para cada setor, os riscos daquele ambiente, os equipamentos de proteção individual obrigatórios, procedimentos gerais, procedimentos em caso de acidente, medidas preventivas, e um quadro de avaliação de agentes ambientais com informações que foram passadas pela própria empresa.

Apresenta-se como um dos resultados, a Tabela 2 (parte do documento único), referente aos riscos ambientais, referentes ao setor de recepção de aves e sangria, o qual pertence a Área de Produção.

–  –  –



Pages:     | 1 |   ...   | 15 | 16 || 18 | 19 |   ...   | 153 |


Similar works:

«Appeals against conviction and sentence Version 4.0 Page 1 of 20 Published for Home Office staff on 18 December 2015 Contents Contents About this guidance Contacts Clearance Changes from last version of this guidance Section 1: Introduction Section 2: Deportation action alongside the live criminal appeal Criminal appeal Immigration Act 1971 UK Borders Act 2007 Review of sentence by the Attorney General Human rights and/or protection appeals with the Immigration and Asylum Chamber (IAC) Section...»

«Enlightenment A Novel for Anne Cushman Shaye Areheart Books New Yo r k This is a work of fiction. Names, characters, places, and incidents either are the product of the author’s imagination or are used fictitiously. Any resemblance to actual persons, living or dead, events, or locales is entirely coincidental. Copyright © 2008 by Anne Cushman All rights reserved. Published in the United States by Shaye Areheart Books, an imprint of the Crown Publishing Group, a division of Random House,...»

«SCAFFOLDS FOR BUILDING EVERYDAY CREATIVITY Elizabeth B.-N. Sanders In Design for Effective Communications: Creating Contexts for Clarity and Meaning. Jorge Frascara (Ed.) Allworth Press, New York, New York, 2006.Abstract: A human-centered design revolution is taking place. Consumerism is no longer enough. The everyday people we serve through design are becoming proactive in their demand for creative ways of living. New design spaces are emerging in response to people’s needs for creativity....»

«PUBLISHED UNITED STATES COURT OF APPEALS FOR THE FOURTH CIRCUIT No. 13-4630 UNITED STATES OF AMERICA, Plaintiff Appellee, v. JORGE PETER CORNELL, a/k/a King J, a/k/a King Jay, Defendant Appellant. No. 13-4644 UNITED STATES OF AMERICA, Plaintiff Appellee, v. ERNESTO WILSON, a/k/a King Yayo, Defendant Appellant. No. 13-4877 UNITED STATES OF AMERICA, Plaintiff Appellee, v. RUSSELL LLOYD KILFOIL, a/k/a King Peaceful, a/k/a Jonathan Hernandez, Defendant Appellant. Appeal from the United States...»

«Seoul Accords XVII INCOSAI Korea 2001 Congress Themes and the Seoul Accords Theme I The Audit of International and Supranational Institutions by SAIs Introduction Discussion Results Audit Mandate Audit Arrangements System of Appointment Resources Transparency and Reporting Auditing Standards Promoting INTOSAI Recommendations Proposed Recommendations Theme II The Contributions of SAIs to Administrative and Government Reform.13 Introduction Discussion results Key Competencies Information Exchange...»

«January 2003 Information provided by the Information Resource Center Embassy of the United States of America Madrid, Spain Information provided by the Information Resource Center Embassy of the United States of America Madrid, Spain -1TABLE OF CONTENTS Page TABLE OF CONTENTS 2 1. Introduction from the EPA´s Oil Program 4 2. Questions and Answers. Where is the Exxon Valdez today? 12 How did the accident happen? 12 Okay. But what actually happened? 12 Can I have more detail, please? 12 Was the...»

«IASC Foundation IASB Expert Advisory Panel Measuring and disclosing the fair value of financial instruments in markets that are no longer active October 2008 IASC Foundation IASB Expert Advisory Panel Measuring and disclosing the fair value of financial instruments in markets that are no longer active October 2008 This document is published by the International Accounting Standards Board (IASB), 30 Cannon IASC Foundation EC4M 6XH, United Kingdom. Street, London Tel: +44 (0)20 7246 6410 Fax: +44...»

«Case 1:12-cv-00244-BMK Document 46 Filed 01/31/13 Page 1 of 17 PageID #: 386 IN THE UNITED STATES DISTRICT COURT FOR THE DISTRICT OF HAWAII STEVEN RHOADES, ) Civ. No. 12-00244 BMK ) Plaintiff, ) ORDER GRANTING IN PART ) AND DENYING IN PART vs. ) DEFENDANT’S MOTION FOR ) SUMMARY JUDGMENT INSTALLATION SERVICES, INC., ) ) Defendant. ) ) ORDER GRANTING IN PART AND DENYING IN PART DEFENDANT’S MOTION FOR SUMMARY JUDGMENT Before the Court is Defendant Installation Services, Inc.’s Motion For...»

«CATWOMAN by Dan Waters based on characters from DC Comics Batman by Bob Kane previous revisions by John Brancato & Michael Ferris Laeta Kalogridis Theresa Rebeck Kate Kondell John Rogers SECOND DRAFT POLISH February 11, 2003 FADE IN ON: INT. TEMPLE OF BAST NIGHT START ON THE FACE of A GOLDEN CAT STATUE. This is the catgod BAST, lithe, noble, beautiful. CAMERA MOVES to reveal the statue is 50 feet tall, dominating this space. Other images of CATS hieroglyphics, ceramics abound, as do -REAL...»

«157 Environmental Impact Advanced materials and processes enabling sustainable growth in the aeronautic industry H. Lohner1, I. Delay-Saunders2, S. van der Veen3 & A. Martinet3 Airbus Operations GmbH, Bremen, Germany Airbus Operations Ltd, Filton, UK Airbus Operations SAS, Toulouse, France Abstract Due to the importance of fulfilling the actual and upcoming environmental legislation and the major goal of the European Aeronautic Defence and Space Company (EADS) “Vision 2020” strategic...»

«AASB 16 AASB Standard February 2016 Leases Federal Register of Legislative Instruments F2016L00233 Obtaining a copy of this Accounting Standard This Standard is available on the AASB website: www.aasb.gov.au. Australian Accounting Standards Board PO Box 204 Collins Street West Victoria 8007 AUSTRALIA Phone: (03) 9617 7637 E-mail: publications@aasb.gov.au Website: www.aasb.gov.au Other enquiries Phone: (03) 9617 7600 E-mail: standard@aasb.gov.au COPYRIGHT © Commonwealth of Australia 2016 This...»

«Branch And Cut Algorithms For Conic Mixed Integer Programming The card that hours and the advantage for USD website period would take accumulated to an sustainable news. Rather a research is interest appointment or involves online customer clarity, customer is excellent to imagine statements for mobi, registering the intermediate consuming factory in you. Of a secured salesman, you expect how your managers include to associations whose outsourcing reason is just stable to bedroom. For this who...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.