WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 127 | 128 || 130 | 131 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 129 ] --

Figura 3. Distribuição espacial da variável Temperatura do ar, Tar (°C), no interior de um galpão comercial para produção de frangos de corte Figura 4.

Distribuição espacial da variável umidade relativa,UR (%) no interior de um galpão comercial para produção de frangos de corte Figura 5. Distribuição espacial da variável ruído (dB) no interior de um galpão comercial para produção de frangos de corte

4. CONCLUSÕES Mesmo nos horários mais quentes do dia, entre 14 e 16h, e em especial próximo às 14h, verificou-se que grande parte do galpão encontrava-se em situação de conforto térmico, não existindo necessidade de se usar dispositivo de resfriamento, uma vez que a UR se encontra com valores confortáveis, segundo a NR 15.

Apesar de alguns resultados indicarem não haver dependência espacial, optou-se pela geração dos mapas a fim de se visualizar melhor a condição ambiental durante as atividades desempenhadas no interior no galpão na produção, o qual se pode observar que, em alguns horários, os trabalhadores estavam submetidos a condições ambientais homogêneas.

5. REFERÊNCIAS Goovaerts, p. Geostatistical modeling of uncertainty in soil science. Geoderma, Amsterdam, V.103, n.1-2, p.3-36, 2001 Miragliotta, M.Y.; Nääs, I.A.; Manzione, R.L.; Nascimento, f.f. spatial analysis of stress conditions inside broiler house under tunnel ventilation. Sciencia Agricola, Piracicaba, v.63, n.5, p.426-432, 2006.

Santos, M.B.G, et al., Diagnóstico de higiene, saúde e segurança do trabalho em galpões pra criação de frangos de corte in:

Occupational Safety and Hygiene. 01 ed. Minho: Portuguese Society of Occupational Safety and Hygiene, 2011, v. 01, p. 590-594 Souza, S.R.L.; Nääs, I.A.; Marcheto, F.G.; Salgado, D.D. Análise das condições Ambientais em sistemas de alojamento “freestall” para bovinos de leite. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.8, n.2-3, p.299-303, 2004.

Vieira, s.r. Geoestatística em estudos de variabilidade espacial do solo. In: Novais, r.f. Et al. (eds.). Tópicos em ciência do solo.

Viçosa-mg: sociedade brasileira de ciência do solo, 2000. V.1, P.1-53.

–  –  –

Interações entre a fertilidade/gravidez e as caraterísticas do trabalho Interactions between fertility/pregnancy and the Job characteristics Santos, Mónica Cliwork, Medicisforma, Atlanticare; email: s_monica_santos@hotmail.com

1. INTRODUÇÃO A infertilidade tem aumentado progressivamente ao longo dos últimos anos; algumas das teorias explicativas para tal destacam o papel que determinados fatores de risco ocupacionais poderão ter nesse contexto, por vezes não devidamente esclarecidos entre as entidades empregadoras e trabalhadores. Uma vez atingida a fecundação, existem também circunstâncias laborais que podem condicionar a evolução da gravidez, em algumas situações de forma grave, supõe-se.

2. MATERIAIS E MÉTODOS Foram realizadas três pesquisas em março de 2011, nas bases de dados “CINALH plus with full text, Medline with full text, Database of Abstracts of Reviews of Effects, Cochrane Central Register of Controlled Trials, Cochrane Database of Systematic Reviews, Cochrane Methodology Register, Nursing and Allied Health Collection: comprehensive, MedicLatina e Academic Search Complete”; utilizando a interação entre as palavras e expressões-chave “fertility” e “reproduction” com “occupational medicine” e ainda “pregnancy” com “occupational health”. Foram obtidos 27, 25 e 134 artigos, dos quais se escolheram 27, utilizando como critérios de seleção o acesso preferencial a texto completo, língua inglesa, qualidade metodológica, data de publicação igual ou superior ao ano 2000 e pertinência para o objetivo da revisão.

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO

3.1.Fertilidade Ao longo das décadas a percentagem de espermatozóides (quer totais, quer viáveis) diminuiu bastante, pelo que o que hoje se considera “estatisticamente normal” é matematicamente muito inferior ao passado (El-Helady, 2010; Stoy, 2004;

Bonde, 2002). Acredita-se que tal se possa relacionar com exposições ambientais e/ou ocupacionais a agentes químicos, radiações ou até a diferenças térmicas (El-Helady, 2010; Bonde, 2008 e 2002; Junewich, 2009), existindo, ainda assim, variabilidade na susceptibilidade individual (Bonde, 2008). Outros autores defendem que o número de espermatozóides não pode justificar na totalidade a fertilidade, existindo outras variáveis em interacção (Winker, 2006).

A nível de estudos laborais encontram-se trabalhos que associam a infertilidade masculina à exposição a solventes, chumbo, pesticidas, gasolina, mas não de forma consensual (El-Helady, 2010; Bonde, 2002; Toft, 2005). Estes agentes poderão ligar-se aos receptores hormonais, actuando como agonistas ou antagonistas (Toft, 2005). Hodiernamente, várias profissões exigem a postura sentada mantida, o que implica o aumento da temperatura testicular e, eventualmente, menor fertilidade (El-Helady, 2010; Stoy, 2004; Hjollund, 2000); tal como profissões executadas em ambientes quentes (Bonde, 2002), mas não segundo outros investigadores.

Se também existir trabalho com computador, para além das variáveis já mencionadas, a radiação do mesmo pode alterar as defesas antioxidantes e, indiretamente, alterar a fertilidade masculina; contudo, existem estudos com resultados contraditórios (El-Helady, 2010).





A dessincronização cronobiológica também poderá ser mais um factor contributivo para o mesmo resultado, facilmente atingida em alguns trabalhadores que, por exemplo, façam turnos noturnos (El-Helady, 2010; Metules, 2000).

O stress laboral também aumenta a libertação de catecolaminas (que interferem com a frequência cardíaca, tensão arterial e secreções hormonais) (Metules, 2000); contudo, também neste contexto existem estudos com conclusões opostas. Aliás este stress pode não só alterar diretamente a fertilidade como diminuir a libido e/ ou a capacidade de desempenho sexual, factores esses que, obviamente, também diminuem a fecundidade do casal (El-Helady, 2010).

Quanto à infertilidade feminina alguns autores defendem que esta se relaciona com maior intensidade com a idade mais avançada em que a trabalhadora tenta engravidar, do que propriamente com as exposições laborais. Alguns investigadores acreditam que, apesar de suspeitos, poucos são os agentes químicos cuja interação com a fertilidade está devidamente demonstrada, destacando-se neste contexto o chumbo, mercúrio, manganês, dissulfito de carbono, bromopropano e o dibromocloropropano (Winker, 2006). Outros exemplos neste âmbito são a exposição ao cádmio e ao manganês, que se associa a alterações hormonais, em ambos os sexos aliás (Bonde, 2002; Iavicoli, 2009); tal como ao crómio (Bonde, 2002), mercúrio (Iavicoli, 2009) e chumbo (Bonde, 2002; Iavicoli, 2009), perturbando a espermatogénese. Também o arsénio consegue inibir o funcionamento testicular (Iavicoli, 2009).

Estudos epidemiológicos em agricultores demonstraram que nesta classe profissional existe maior prevalência de alterações espermáticas (a nível de concentração e morfologia), mas não alterando significativamente o padrão hormonal (segundo uns) ou alterando (segundo outros) e não só a nível das hormonas sexuais directas, mas também tiroideias, com as consequentes alterações ovulatórias e espermáticas. A concentração dos agentes químicos é geralmente mais elevada quando são utilizados em recintos fechados, como é o caso das estufas (aqui, frequentemente, são ultrapassados os limites de exposição estipulados na legislação). Para além disso, alguns pesticidas transformam-se em compostos mais tóxicos após a sua aplicação, na própria planta, pelo que a toxicidade fica ainda mais potenciada (Hanke, 2004).

3.2.Gravidez Quanto à gravidez em si, a percentagem de mulheres que trabalha hodiernamente é muito superior à que existia no passado, pelo que agora é mais frequente a exposição das grávidas aos riscos laborais, mesmo no terceiro trimestre (devido a questões profissionais e económicas) (Mogann, 2005).

Alguns estudos realizados em cabeleireiras, por exemplo, demonstraram existir maior prevalência de aborto espontâneo, bem como de malformações; contudo, outros autores não concordam (Peters, 2010).

Encontraram-se trabalhos com conclusões contraditórias relativas à associação entre o níquel e o aborto, malformações ou atraso de crescimento intra-uterino (Vaktskjold, 2007). A exposição ao cádmio em trabalhadoras durante a gravidez associa-se a bebés de baixo peso, maior número de abortos e/ ou a partos pré-termo. Ao arsénio, por sua vez, também se atribuem maiores prevalências de malformações, aborto e atraso do crescimento (Iavicoli, 2009). O chumbo pode alterar o crescimento ósseo durante a gestação, uma vez que compete com o cálcio (Zhu, 2010).

Nos filhos descendentes de agricultoras, são mais frequentes algumas malformações, como a fenda palatina e alterações do sistema nervoso central (Hanke, 2004). Parece também existir um atraso de crescimento intra-uterino (Hanke, 2004;

Yan, 2009); contudo, as investigações não produzem resultados consensuais (Yan, 2009). Nestes também parecem ser mais frequentes os nados-mortos, não só nos agricultores em si, mas também nos residentes nas proximidades das áreas de cultivo (Hanke, 2004).

A hipertermia materna (por vezes, atingida com apenas mais dois graus célsius) pode implicar aborto, atraso de crescimento ou até maior incidência de malformações, sobretudo a nível do sistema nervoso central. A sensibilidade do feto varia com a fase gestacional e celular. Contudo, a maioria dos estudos é realizada em animais, pelo que a extrapolação de dados para os humanos não pode ser linear. Alguns autores comparam mesmo os efeitos do calor para o feto aos causados pelas radiações. A temperatura fetal é diretamente proporcional à materna, uma vez que o feto não tem qualquer capacidade de a controlar autonomamente (Edwards, 2003).

O stress laboral, como já se referiu, aumenta a libertação de catecolaminas que, por sua vez, podem aumentar a contratilidade uterina e, eventualmente, diminuir a circulação sanguínea placentar (Metules, 2000). O stress pode assim associar-se a maior risco de parto pré-termo; apesar de outros autores discordarem (Agun, 2001).

O aborto espontâneo e/ ou o baixo peso ao nascer estão também associados a cargas moderadas a elevadas e/ ou frequentes (Metules, 2000; Liang, 2007), bem como postura de pé mantida (Metules, 2000; Mogann, 2005) e a turnos noturnos e/ ou prolongados, tal como ao ruído (Mogann, 2005; Croteau, 2006).

No caso dos profissionais de saúde, só o simples manuseamento de alguns fármacos (como os citostáticos, ou seja, para tratamento oncológico) aumentam o risco de aborto (Metules, 2000).

Alguns tentaram avaliar as eventuais consequências da exposição de grávidas e campos eletromagnéticos (ainda que pouco intensos, como os originados por computadores e eletrodomésticos), concluindo ser possível a associação com patologia neoplásica na descendência, mas não encontraram prova científica irrefutável (Li, 2009). Em situação semelhante está a exposição ocupacional a radiações ionizantes (como alguns técnicos de saúde ou funcionários de centrais nucleares), uma vez que se encontram estudos onde se pode afirmar existir e não existir simultaneamente associações entre esse fator de risco e patologia neoplásica na descendência dos trabalhadores; encontrou-se sim maior risco de malformações; outros, por sua vez, associam tal exposição a maior risco de aborto (Fusic, 2008).

Ainda a nível de fatores de risco ocupacionais para a gravidez dos profissionais da saúde, há que destacar ainda os agentes infeciosos. De realçar contudo que, melhores técnicas de trabalho (como higiene correcta das mãos e uso de luvas), diminuem muito a incidência de infeções (McGrath, 2007).

As vibrações têm consequências negativas para a gravidez, sobretudo quando são recebidas na posição sentada mantida como, por exemplo, dentro de um veículo motorizado, como condutora ou passageira, frequente em alguns postos de trabalho (Liang, 2007).

4. CONCLUSÕES Provavelmente, os resultados contraditórios podem ser explicados pela diferente qualidade metodológica dos estudos, além de que, por questões éticas óbvias, não podem ser desenhadas investigações de causa-efeito, onde se exporia propositadamente um trabalhador a algum elemento suspeito de constituir um fator de risco. Para além disso, na generalidade das situações interagirão, provavelmente, várias variáveis interdependentes, além que a suscetibilidade individual varia muito. Contudo, existem numerosas condições para as quais muitos investigadores consideram como provada a associação lesiva, pelo que as entidades empregadoras e funcionários deveriam estar informados acerca de tal possibilidade, devidamente orientados pela sua Equipa de Saúde Ocupacional.

5. REFERÊNCIAS Aguir, V.E. et al. 2001. Physical load and psychological demand at work during pregnancy and preterm birth. International Archives of Environmental Health, 74, 583-588.

Bonde, J.P. et al. 2008. Fertility and markers of male reproductive function in Inuit and European populations spanning larges contrasts in blood levels of persistent orgonachlorines. Environmental Health Perspectives, 116(3), 269-277.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Bonde, J.P. et al. 2002. How work-place conditions, environmental toxicants and lifestyle affect male reproductive function.

International Journal of Andrology, 25, 262- 268.

Croteau, A. et al. 2006. Work activity in pregnant, preventive measures and the risk of delivering a small-for- gestacional-age infant.

American Journal of Public Health, 96(5), 846- 854.

Edwards, MJ et al. 2003. Effects of heat on embryos and fetuses. International Journal of Hyperthermia, 19(3), 295-324.

El-Helady, M. et al. 2010. Work-place exposure and male infertility- a case control study. International Journal of Occupational Medicine and Environmental Health, 23(4), 331- 338.

Fucic, A. et al. 2008. Spontaneous abortions in female populations occupationally exposed to ionizing radiation. International Archives of Occupation, 81, 873-879.



Pages:     | 1 |   ...   | 127 | 128 || 130 | 131 |   ...   | 153 |


Similar works:

«Er.1N/ZA/SDD:AAS/Dl\1P F.#2014R01413 UNITED STATES DISTRICT COURT EASTERN DISTRICT OF NEW YORK -X UNITED STATES OF AMERICA TO BE FILED UNDER SEAL againstCOMPLAINT AND ABDURASUL HASANOVICH JURABOEV, AFFIDAVIT IN also lmown as Abdulloh Ibn Hasan, SUPPORT OF AKHRORSAIDAKHMETOV,and ARREST WARRANT ABROR HABIBOV, (18 U.S.C. § 2339B(a)(l)) Defendants. -X EASTERN DISTRICT OF NE.W YORK, SS: RYAN SINGER, being duly sworn, deposes and states that he is a Spec.i al Agent with the Federal Bureau of...»

«Headquarters Office of Public Affairs Emergency Public Affairs Plan The DOE HQ Office of Public Affairs Emergency Public Affairs Plan has been approved for implementation by: Dan Leistikow, Director, HQ Office of Public Affairs Date: Joseph Krol, Director, HQ Office of Emergency Management Date: DOE Office of Public Affairs Emergency Public Affairs Plan Purpose The Department of Energy (DOE) HQ Office of Public Affairs (PA) is committed to communicating information about the Department’s...»

«Cambridge International Examinations Cambridge International General Certificate of Secondary Education 0495/02 SOCIOLOGY Paper 2 For Examination from 2015 SPECIMEN MARK SCHEME 1 hour 45 minutes (including 15 minutes’ reading time) MAXIMUM MARK: 70 This document consists of 15 printed pages and 1 blank page. [Turn over © UCLES 2012 Section A: Family 1 There have been great changes in roles and expectations within the family and marriage over the last fifty years. Sociologists such as Wilmott...»

«DESPLAZADOS INTERNOS FUERA DE LOS CAMPOS. EL PAPEL DE LAS AUTORIDADES LOCALES EN COLOMBIA. ESTUDIO COMPARADO EN BOGOTÁ D.C. Y CALI Proyecto de Brookings – LSE sobre Desplazamiento Interno Mayo 2013 BROOKINGS Desplazados Internos Fuera de los Campos. El papel de las autoridades locales en Colombia. Estudio comparado en Bogotá D.C. y Cali By Roberto Vidal, Clara Atehortúa and Jorge Salcedo Mayo 2013 PUBLICADO POR: PROYECTO DE BROOKINGS – LSE SOBRE DESPLAZAMIENTO INTERNO Roberto Vidal....»

«Pacific Journal of Mathematics COMPLETE DISTRIBUTIVITY IN LATTICE-ORDERED GROUPS RICHARD DOWELL BYRD Vol. 20, No. 3 November 1967 PACIFIC JOURNAL OF MATHEMATICS Vol. 20, No. 3, 1967 COMPLETE DISTRIBUTIVITY IN LATTICE-ORDERED GROUPS RICHARD D. BYRD Throughout this note let G be a lattice-ordered group (1-group). G is said to be representable if there exists an 1-isomorphism of G into a cardinal sum of totally ordered groups (o-groups) The main result of § 3 establishes five conditions in terms...»

«L’ADVOCACY, au service de la dignité de la personne La Citoyenneté des usagers en santé mentale Advocacy France est aujourd’hui clairement une association d’usagers en santé mentale.Cela s’est mis en place progressivement, raisonnablement, logiquement. Au départ, Advocacy France s’est définie par rapport à un but, une mission : lutter pour le respect de la parole de l’usager en santé mentale, contre sa disqualification et sa discrimination et s’est pensée plutôt comme...»

«Benign essential tremors and night sweats Benign essential tremors and night sweats 3d straight shotacon gallery benign essential tremors and night sweatsA tremor /ˈtrɛmər/ is an involuntary, somewhat rhythmic, muscle contraction and relaxation. Tremors can be an indication of hypoglycemia, along with palpitations, sweating and anxi. There are 14 conditions associated with night sweats, shaking and trembling. Benign essential tremor can cause shaking of the hands and forearms and a. There...»

«1835 BERENICE Edgar Allan Poe Poe, Edgar Allan (1809-49) American poet, short-story writer, and critic who is best known for his tales of ratiocination, his fantastical horror stories, and his genrefounding detective stories. Poe, whose cloudy personal life is a virtual legend, considered himself primarily a poet. Berenice (1835) Egaeus opens his cousin Berenice’s grave and pulls out her teeth. Poe was criticized for writing about such a subject and for trying to elicit a shock response from...»

«BAVS Abstracts & Biographical Notes Consuming (the) Victorians Cardif University 31 August – 2 September BAVS2016.co.uk | @bavs2016 Cover design © Tom de Bruin Printing by AW Print Services Ltd, 85 Whitchurch Road, Heath, Cardiff, CF14 3JP 1 ♦ BAVS 2016 ♦ ‘Consuming (the) Victorians’ 31 August to 2 September Cardiff University 2 3 ♦ CONTENTS ♦ Keynote speakers 6 • 7 Keynote 1: Patricia Duncker • 8 Keynote 2: Christina Bashford • 9 Keynote 3: Frank Trentmann Special...»

«CONTENTS FOREWORD INTRODUCTION 1. BACKGROUND 2. DESIGN OF THE STATISTICAL OPERATION 2.1. TOPICS SELECTION / METODOLOGICAL DESIGN 2.1.1. Information Needs 2.1.2. Objectives 2.1.3. Scope 2.1.4. Reference Framework 2.1.5. Design of indicators 2.1.6 Planning of results 2.1.7 Design of the form or questionnaire 2.1.8. Norms, specifications or rules of validation, consistency and imputation 2.1.9. Classifications used 2.2 STATISTICAL DESIGN 2.2.1. Basic components of the statistical design 2.2.2....»

«UNIVERSIDAD DEL PAÍS VASCO Facultad de Ciencias de la Actividad Física y el Deporte Departamento de Educación Física y Deportiva Análisis de las acciones técnico-tácticas del boxeo de rendimiento Tesis Doctoral presentada por Maykel Balmaseda Alburquerque Dirigida por Dr. D. Julen Castellano Paulis Dr. D. Oidui Usabiaga Arruabarrena Vitoria-Gasteiz, 2011 © Servicio Editorial de la Universidad del País Vasco Euskal Herriko Unibertsitateko Argitalpen Zerbitzua ISBN: 978-84-694-5979-9...»

«Volume 1: 2008-2009 ISSN: 2041-6776 School of English Studies The presentation and representation of love in terms of incest in John Ford’s ‘Tis Pity She’s a Whore and in Montaigne’s ‘On affectionate relationships’ Louise Fordham I n Ford‟s ‘Tis Pity She’s a Whore, Giovanni attempts to dismiss the potential social disapproval to be felt in the face of the incestuous relationship he shares with his sister Annabella by declaring, „when they but know / Our loves, that love will...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.