WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 120 | 121 || 123 | 124 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 122 ] --

Neste contexto, o objectivo principal deste estudo piloto foi verificar se as pessoas cumprem com os sinais direccionais de emergência (i.e., se seguem a direcção indicada pelo sinal) mesmo quando estes são colocados em locais onde as características do ambiente induzem as pessoas a seguir caminhos opostos ao indicado pelo sinal. Para este estudo foram considerados dois tipos de sinais direccionais de saída de emergência (i.e., estático e dinâmico) em duas condições ambientais (i.e., limpo e poluído), que foram inseridos em intersecções de corredores tipo “T”. As principais hipóteses definidas foram: a) a taxa de consonância comportamental é mais elevada para os sinais direccionais dinâmicos, tanto em ambientes limpos como em ambientes poluídos e, b) a escolha da rota é coerente com a indicação direccional dada pelos sinais de saída e não com as pistas dadas pelo ambiente (i.e., iluminação e largura dos corredores).

2. METODOLOGIA Foram criados 3 envolvimentos virtuais, correspondentes a situações de intersecções tipo “T”: a) corredor da esquerda com 3,5m vs. corredor da direita com 2,0m, ambos com a mesma iluminação; b) corredor da esquerda com 4,0m vs.

corredor da direita com 2,0m com iluminação no corredor mais estreito, e c) corredor da esquerda com 4,0m vs. corredor da direita com 2m com iluminação no corredor mais largo. Nestes corredores foram inseridos os sinais direccionais estáticos (impressos num suporte) e dinâmicos (impressos num suporte rodeado por pequenas lâmpadas), em condições de ambientes limpos e poluídos (rodeada por outra informação). Desta forma, foram definidas cinco condições experimentais aplicadas a cada um dos 3 corredores: neutra (sem sinal), sinal estático em ambiente limpo, sinal dinâmico em ambiente limpo, sinal estático em ambiente poluído e sinal dinâmico em ambiente poluído, gerando um total de 15 corredores.

A amostra foi constituída por dezasseis estudantes universitários, com idades dos 18 aos 23 (média = 20.2, DP = 1.652).

Todos declararam, através de um questionário, ter a mão direita como dominante, e não possuírem deficiência visual que impedisse a realização do teste.

Como ambiente de interacção para a realização do estudo foi utilizada a Realidade Virtual (RV). Assim, os ambientes virtuais foram projectados através de um projector estereoscópico e visualizados através de óculos de RV.

O teste foi dividido em duas sequências de imagens, a segunda inversa da primeira, de modo a criar uma pausa para os participantes e a reduzir eventual efeito da sequência. Para a recolha das respostas dos participantes, as imagens foram projectadas utilizando o método do estímulo constante, combinado com um método de escolhas forçadas entre duas alternativas. Embora a sequência tenha sido inicialmente gerada de forma aleatória, a ordem obtida manteve-se para todos os participantes. Cada um dos 15 corredores foi repetido 4 vezes, num total de 60 escolhas efectuadas por cada participante. Os participantes navegaram em cada um dos corredores por 7000ms, o correspondente ao tempo máximo para que efectuassem sua escolha. Após este tempo existiu um intervalo variável de 800 a 1000ms. A imagem desaparecia assim que o participante atravessasse o corredor, indicando a sua escolha, ou no final do tempo de exposição definido (7000ms). Os participantes tiveram que efectuar as suas escolhas através de um joystick, ou seja, qual das alternativas de corredores (i.e., esquerda e direita) eles seguiriam se estivessem numa situação de emergência.

A sessão experimental teve início após o preenchimento do formulário de consentimento livre e esclarecido e de uma sessão de treino, concebida para explicar os procedimentos e homogeneizar os participantes na utilização do dispositivo de escolha das respostas e no tempo disponível para efectuar uma escolha. Foi também indicado que poderiam desistir a qualquer momento. Para o treino foi definida uma sequência de dez repetições e o participante era considerado apto para iniciar o teste após conseguir efectuar as dez escolhas dentro do tempo especificado anteriormente.

Após o treino foi dito aos participantes que eles se encontravam numa situação de emergência e que deviam sair do edifício o mais rapidamente possível. Para isto deveriam escolher, usando o joystick, quais os corredores por onde seguiriam para encontrar a saída de emergência do edifício. O teste terminava quando os participantes fizessem todas as suas escolhas, ou expressassem vontade de desistir.

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO Para este estudo foram analisados os dados relativos às 960 escolhas de caminhos feitas por 16 participantes.

A análise dos dados aponta que os sinais direccionais dinâmicos proporcionam taxas de consonância comportamental superiores às obtidas pelos sinais direccionais estáticos. Este resultado é coerente com outros encontrados na literatura (Duarte, E., & Rebelo, F.).

Para a intersecção composta por corredor da esquerda com 4,0m vs. corredor da direita com 2,0m e com iluminação no corredor mais largo, o sinal direccional dinâmico (89.06%) apresentou uma taxa de consonância superior à do estático (87.5%) em ambiente limpo. Em ambiente poluído o sinal direccional dinâmico (89.06%) manteve uma taxa superior à do sinal direccional estático (89.71%).





Para a intersecção composta por corredor da esquerda com 4,0m vs. corredor da direita com 2,0m com iluminação no corredor mais estreito, o sinal direccional dinâmico (90.62%) apresentou uma taxa superior ao estático (85.71%) em ambiente limpo. Em ambiente poluído o sinal direccional dinâmico (89.06%) manteve uma taxa superior à do sinal direccional estático (78.12%).

Para a intersecção composta por corredor da esquerda com 3,5m vs. corredor da direita com 2,0m, ambos com a mesma iluminação, o sinal direccional dinâmico apresentou uma taxa de 93.75%), sendo superior à do sinal direccional estático (84.13%) em ambiente limpo. Em ambiente poluído, o sinal direccional dinâmico (96.88%) foi novamente superior ao sinal direccional estático (84.13%).

Os dados analisados também apontam que os sinais direccionais têm maior influência na decisão dos caminhos que a iluminação e a largura dos corredores.

Para a intersecção composta por corredor da esquerda com 4,0m vs. corredor da direita com 2,0m e com iluminação no corredor mais largo, a taxa de consonância média apresentada pelos dois sinais em ambos os ambientes foi de 87.89%.

Para a intersecção composta por corredor da esquerda com 4,0m vs. corredor da direita com 2,0m com iluminação no corredor mais estreito, a média apresentada pelos dois sinais em ambos os ambientes foi de 85.88%.Para a intersecção composta por corredor da esquerda com 3,5m vs. corredor da direita com 2,0m, ambos com a mesma iluminação, a média apresentada pelos dois sinais em ambos os ambientes foi de 89.72%.

4. CONCLUSÃO Considerando o objectivo deste estudo, verificar se o comportamento consonante com os sinais direccionais de emergência se mantém, mesmo quando estes são colocados em locais onde as características do ambiente induzem as pessoas a seguir caminhos opostos ao indicado pelo sinal, verificamos que: os sinais direccionais dinâmicos proporcionam taxas de consonância comportamental superiores aos sinais direccionais estáticos; em ambiente poluído o sinal direccional dinâmico manteve uma percentagem superior à do sinal direccional estático; o sinal direccional dinâmico apresentou uma percentagem superior ao estático em ambiente limpo; em ambiente poluído, o sinal direccional dinâmico foi superior ao sinal direccional estático e os sinais direccionais têm maior influência na decisão dos caminhos que a iluminação e a largura dos corredores.

É importante salientar que estes resultados são preliminares e não podem ser generalizados, na medida que a amostra utilizada foi reduzida. No futuro, o nosso objectivo passa pelo alargamento da amostra e pela alteração dos sinais estáticos e dinâmicos, no sentido de explorar outras formas mais eficazes de direccionar as pessoas em saídas de emergência.

Embora não fosse objectivo deste trabalho, confirmou-se que a Realidade Virtual pode ser usada de forma eficaz para avaliar a consonância comportamental com avisos de segurança.

5. REFERÊNCIAS Duarte E.; Rebelo F.; Wogalter M. (2010)“Virtual Reality and Its Potential for Evaluating Warning Compliance” Teixeira, L; Vilar, E; Duarte, E; Rebelo, F. (2010) “ErgoVR – Uma abordagem para recolha automática de dados para estudos de Ergonomia no Design” Duarte, E., & Rebelo, F. (2007). Virtual reality in the study of warnings effectiveness. Paper presented at the Proceedings of the 2007 international conference on Ergonomics and health aspects of work with computers, Beijing, China.

Duarte, E., Vilar, E., Rebelo, F., Teles, J., & Almeida, A. (2011). Some Evidences of the Impact of Environment’s Design Features in

Routes Selection in Virtual Environments. In R. Shumaker (Ed.), Virtual and Mixed Reality - New Trends (Vol. 6773, pp. 154-163):

Springer Berlin / Heidelberg.

Vilar, E., Rebelo, F., Noriega, P., & Teixeira, L. (2011). Environmental Affordances as a Way to Help in the Design of Videogame

Worlds. In A. Marcus (Ed.), Design, User Experience, and Usability. Theory, Methods, Tools and Practice (Vol. 6769, pp. 323-331):

Springer Berlin / Heidelberg.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

Um estudo comparativo das medidas de autoprotecção exigíveis em edifícios com características diferentes A compared study of required autoprotection measures in buildings with distinct features Rodrigues, Anabelaa, Melo, Rui B.b a GECITE – Consultores de Engenharia, Lisboa, email: gecite.anabela@mail.teleapc.pt. b Faculdade de Motricidade Humana, Cruz Quebrada / Dafundo, e-mail: rmelo@fmh.utl.pt

1. INTRODUÇÃO O principal objetivo da regulamentação da segurança contra incêndio produzida e implementada na grande maioria dos países é o da proteção das sociedades e o da redução das suas perdas com o fogo (Croce et al., 2008). Em Portugal, a área da regulamentação da segurança contra incêndio, a par e passo com as alterações técnicas e tecnológicas que acompanham os processos construtivos das edificações, tem vindo gradualmente a evoluir e a redefinir-se. Cada vez mais, a preocupação na segurança contra incêndios se deixa de fazer sentir apenas nas questões eminentemente de proteção e se inscreve com maior relevo no campo da prevenção e na gestão e organização da mesma ao longo de todo o tempo de vida útil das instalações.

O actual Regime Jurídico de Segurança contra Incêndios em Edifícios (Dec.–Lei nº 220/2008 de 12 de Nov.) ilustra esta abordagem à problemática da segurança contra incêndio, pela introdução do conceito de medidas de autoproteção.

Estas medidas assentam na organização dos recursos humanos, função dos sistemas de segurança e equipamentos existentes numa determinada instalação, para que os mesmos, caso necessário, sejam adequadamente utilizados por quem usufrui das instalações, ou seja, os seus ocupantes, que na maioria das vezes são os trabalhadores das empresas que utilizam as instalações dos edifícios.

O presente trabalho reflecte de que forma as alterações do RJSCIE, em termos de aplicação das medidas de autoproteção, vêm modificar a cultura de segurança actualmente existente nas empresas e serviços. Através do estudo comparativo em quatro estabelecimentos pertencentes à mesma entidade, todos eles classificados com a utilização – tipo III – “edifícios administrativos”, identificam-se e comparam-se semelhanças e diferenças na implementação das medidas de autoproteção legalmente exigíveis.

2. METODOLOGIA O estudo desenvolvido seguiu uma fase inicial de análise bibliográfica e de análise e interpretação de diplomas legais aplicáveis em matéria de Segurança contra Incêndios em Edifícios, após a qual se definiu uma metodologia faseada para

o estudo que se concretizou nas seguintes etapas (sistematizadas no quadro 1):

• Preparação e realização de auditorias de segurança aos quatro estabelecimentos da mesma entidade, complementadas com reuniões de trabalho com os responsáveis pela gestão da segurança nas diferentes instalações;

• Recolha e levantamento dos dados necessários à elaboração das medidas de autoproteção dos quatro estabelecimentos da mesma entidade;

• Elaboração e implementação das respetivas medidas de autoproteção.

–  –  –

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO O conjunto dos vários instrumentos de trabalho criados e utilizados produziu resultados importantes para a implementação das medidas de autoproteção exigíveis em cada um dos estabelecimentos da mesma entidade.

3.1. Preparação das auditorias, auditorias e reuniões de validação de levantamento de dados Esta etapa originou um relatório que caracteriza cada uma das instalações auditadas nos aspetos fundamentais de segurança contra incêndio. Esta informação permitiu ainda perceber a maior ou menor dificuldade que poderia resultar em termos de implementação das medidas de autoproteção.

3.2. Caracterização sumária dos estabelecimentos Os resultados encontrados mostram que, apesar de os edifícios terem características distintas, do ponto de vista da segurança contra incêndios apresentavam também alguns aspetos em comum. No quadro 2 apresentam-se os aspetos com implicação direta na definição das medidas de autoproteção dos quatro estabelecimentos da entidade.

–  –  –

3.3. Documentação produzida A documentação elaborada, que procurou dar resposta às exigências legais e constituir-se como verdadeiros instrumentos de trabalho, facilmente manuseados, compreendidos e interpretados pelos colaboradores com funções na equipa de segurança que não dominassem à partida conhecimentos técnicos em matéria de segurança contra incêndio, inclui, para cada estabelecimento, registos de segurança, o plano de prevenção e procedimentos em caso de emergência.



Pages:     | 1 |   ...   | 120 | 121 || 123 | 124 |   ...   | 153 |


Similar works:

«DOL Information Resources Management Strategic Plan Message from the Chief Information Officer In 2010, the Department of Labor (DOL) Office of the Chief Information Officer initiated an Information Technology (IT) Modernization program. The program goal is to use “information technology strategically to modernize the Department’s infrastructure and support project-oriented initiatives that demonstrably improve IT program performance and contribute to achieving the Secretary’s outcome...»

«AGRARIAN REFORM IN CONTEMPORARY DEVELOPING COUNTRIES A study prepared for the International Labour Office within the framework of the World Employment Programme Edited by Ajit Kumar Ghose ROUTLEDGE LIBRARY EDITIONS: DEVELOPMENT ROUTLEDGE LIBRARY EDITIONS: DEVELOPMENT AGRARIAN REFORM IN CONTEMPORARY DEVELOPING COUNTRIES AGRARIAN REFORM IN CONTEMPORARY DEVELOPING COUNTRIES A study prepared for the International Labour Office within the framework of the World Employment Programme Edited by AJIT...»

«SPLD 22V10 11 input,1ck,10 I/O = da 21 ingressi e 1 uscita a 12 ingressi e 10 uscite • flash eprom • 5 coppie di termini di prodotto:da 8 a 16 • 500-800 gate • 5 V e 90-130mA = low power • preset sincrono e reset asincrono • registered:uscita FF riportata in ingresso dei termini prodotto;combinatorial:uscita • combinatoria o il segnale sul pin di I/0 riportata in ingresso dei termini prodotto. Altera “Classic” Eprom based = cancellazione mediante UV • 8 termini prodotto per...»

«METALLURGICAL COAL SAFETY DATA SHEET SECTION 1. IDENTIFICATION Product Identity: Bituminous Coal. Trade Names and Synonyms: None.Manufacturer: Supplier: Preparer: Teck Coal Limited Teck Coal Limited Teck Metals Ltd. Sparwood, British Columbia #1000, 205 Ninth Avenue, S.E. Suite 3300 – 550 Burrard Street V0B 2G0 Calgary, Alberta Vancouver, British Columbia Emergency Telephone: 250-425-3337 T2G 0R4 V6C 0B3 Date of Last Review: November 18, 2015. Date of Last Edit: November 18, 2015. Product...»

«Journal of University Teaching and Learning Practice Guiding Principles for a Reflexive Approach to Teaching Organisation Studies Fernanda Duarte University of Western Sydney f.duarte@uws.edu.au Anneke Fitzgerald University of Western Sydney a.fitzgerald@uws.edu.au Abstract In this paper, we discuss a reflexive teaching approach, which may make the field of Organisation Studies more permeable to alternative views and thus more responsive to the complexities of processes unfolding in...»

«Case 8:14-cv-01155-SDM-TGW Document 1 Filed 05/15/14 Page 1 of 22 PageID 1 UNITED STATES DISTRICT COURT MIDDLE DISTRICT OF FLORIDA TAMPA DIVISION FEDERAL TRADE COMMISSION, Plaintiff, v. Civ. No. NPB ADVERTISING, INC., a corporation, COMPLAINT FOR PERMANENT also d/b/a Pure Green Coffee; INJUNCTION AND OTHER NATIONWIDE VENTURES, LLC, a limited EQUITABLE RELIEF liability company; OLYMPUS ADVERTISING, INC., a corporation; JMD ADVERTISING, INC., a corporation; SIGNATURE GROUP, LLC, a limited...»

«AWC NEWS A Newsletter of the Animal Welfare Council/ Allegheny Spay & Neuter Clinic “For friends of animals” Spring 2016 Animal Welfare Council/Allegheny Spay & Neuter Clinic 1380 Shawville Hwy, Woodland, PA 16881 814-857-5280 – www.animal411.net – visit us on Facebook – Centre Hall Satellite, 2481 General Potter Hwy, Centre Hall, PA 16829 814-364-1630 Welcome Spring! We welcome this season of hope and renewal and the opportunity to continue to make a difference in the lives of area...»

«NHT Use of NSP and Weatherization Funds to Preserve and Improve Multifamily Housing Background At the outset, it’s important to recognize that both NSP and weatherization funds are not limited to single family homes. Indeed, even before the last stimulus measure significantly increased weatherization funding, approximately 20,000 rental units/year benefitted from weatherization. The Trust’s current data show some 16 states (up from four) that now plan to use weatherization funding for...»

«REFERENCIA: Sainz, Marta; Soto, Gloria; Almeida, Leandro; Ferrándiz, Carmen; Fernández, Mª Carmen & Ferrando, Mercedes (2011). Competencias socio–emocionales y creatividad según el nivel de inteligencia.REIFOP, 14 (3). (Enlace web: http://www.aufop.com – Consultada en fecha (dd–mm–aa):) Competencias socio–emocionales y creatividad según el nivel de inteligencia Marta SAINZ  Carmen FERRÁNDIZ  Gloria SOTO  Mari Carmen FERNÁNDEZ  Leandro ALMEIDA  Mercedes FERRANDO   ...»

«February 11, 2014 ERIE COUNTY COUNCIL – Regular Meeting Dr. Foust, Chairman, called to order a Regular Meeting of the Erie County Council at 7:00 p.m. at Courtroom H, Erie County Courthouse, Erie, Pennsylvania. Following the Pledge of Allegiance, Mrs. Loll recited the following prayer: “We have a fellow Council member in the hospital today and we pray that all has gone well and all will be well. We pray that Fiore will be back with us quickly and we will soon enjoy our friend again. Today,...»

«Rel: 02/17/2011 Notice: This opinion is subject to formal revision before publication in the advance sheets of Southern Reporter. Readers are requested to notify the Reporter of Decisions, Alabama Appellate Courts, 300 Dexter Avenue, Montgomery, Alabama 36104-3741 ((334) 229-0649), of any typographical or other errors, in order that corrections may be made before the opinion is printed in Southern Reporter. SUPREME COURT OF ALABAMA OCTOBER TERM, 2011-2012 Amy Hamilton, individually and on...»

«[Cite as Nebozuk v. Abercrombie & Fitch Co., 2014-Ohio-1600.] IN THE COURT OF APPEALS OF OHIO TENTH APPELLATE DISTRICT Brian Nebozuk, : Plaintiff-Appellant, : v. : No. 13AP-591 (C.P.C. No. 10CV-12102) Abercrombie & Fitch Co. et al., : (ACCELERATED CALENDAR) Defendants-Appellees. : DECISION Rendered on April 15, 2014 Marshall and Morrow, L.L.C., and John S. Marshall, for appellant. Vorys, Sater, Seymour and Pease, L.L.P., and Daren Garcia, for appellees. APPEAL from the Franklin County Court of...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.