WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 113 | 114 || 116 | 117 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 115 ] --

5. CONCLUSÕES Com relação às proposições apresentadas na atual pesquisa, consideramos a proposição “P1) O conjunto de ferramentas básicas da qualidade utilizado nas organizações pesquisadas para a norma OHSAS 18001:2007 é o mesmo para as demais normas como a ISO 14001:2004. é o mesmo para os demais programas como a ISO 14001:2004”, como sendo verdadeira, pois as empresas indicaram adotar as mesmas ferramentas da qualidade para todas as normas. Uma possível interpretação, é a provável integração entre as normas adotadas. Com relação à proposição “P2) A implementação da OHSAS 18001:2007 trouxe melhorias diversas para as empresas como benefícios financeiros, melhorias de qualidade e também na satisfação dos clientes externos e internos”, podemos considerar como parcialmente verdadeira, pois duas das três empresas indicaram os benefícios citados na proposição. Os fatores que podem auxiliar a explicar os benefícios ocasionados pela OHSAS 18001 nas empresas “A” e “C” são: 100% dos funcionários das empresas foram treinados nos requisitos da norma; existe um sistemática específica de comunicação interno para o assunto “saúde e segurança ocupacional” (palestras, material impresso e cartazes); e os benefícios financeiros podem ser decorrentes da diminuição dos gastos com acidentes de trabalhos e também no aumento da participação das empresas no mercado, devido à melhoria na imagem da organização perante seus clientes, compatível com o literatura científica sobre o assunto (De Cicco, 1999 e Robson et al., 2007). Conclui-se que o sistema de gestão da saúde e segurança no trabalho representa uma ferramenta gerencial que colabora para a eficiente melhoria do desempenho organizacional, em relação às complexas questões de saúde e segurança ocupacional.

O presente estudo apresenta as limitações inerentes ao método de pesquisa adotado, ou seja, os resultados obtidos não devem ser generalizados, porém acredita-se que os mesmos possam contribuir significativamente para um maior e melhor entendimento dos fatores que exercem influências nos programas de gestão da saúde e segurança do trabalho nas empresas brasileiras. Um futuro trabalho pode abranger outras organizações de grande porte no Brasil e também em outros países, como por exemplo, Portugal e Espanha, utilizando a mesma metodologia de pesquisa, objetivando a comparação entre nações.

6. AGRADECIMENTOS Os autores agradecem à ESEG-Escola Superior de Engenharia e Gestão pelo apoio financeiro à pesquisa realizada.

7. REFERÊNCIAS ARAÚJO, N. M. C. (2002). Proposta de Sistema de Gestão de Segurança e Saúde no Trabalho, baseado na OHSAS 18001, para empresas construtoras de edificações verticais. Tese. São Paulo: Universidade Federal da Paraíba-EFPB.

CARVALHO, M. M. & PALADINI, E. P. (2005). Gestão da Qualidade: teoria e casos. Rio de Janeiro: Elsevier.

CERQUEIRA, J. P. & MARTINS, M. C. (2004). Auditorias de sistemas de gestão- ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001/IEC 17015.

Rio de Janeiro, Qualitymark.

COOPER, R. D. & SCHINDLER, P. S. (2003). Método de pesquisa em administração. (7a ed.). Porto Alegre: Bookman.

DE CICCO, F. (1999). Manual sobre sistemas de gestão da segurança e saúde no trabalho: OHSAS 18001. São Paulo: Risk Tecnologia.

MELLO, C., SILVA, C., TURRIONI, J. & SOUZA, L. (2009). ISO 9001:2008 sistema de gestão da qualidade para operações de produção e serviços. São Paulo: Atlas.

PHENG, S. L. & KWANG, K. G. (2005). ISO 9001, ISO 14001 and OHSAS 18001 management systems: integration, costs and benefits for construction companies. Architectural Science Review, 48, 145-151.

PINTO, S. H. B., CARVALHO, M. M. & LINDA, L. H. (2006). Implementação de programas de qualidade: um survey em empresas de grande porte no Brasil. Gestão & Produção, 13, 2, 191-203.

ROBSON, L. S.; CLARKE, J. A.; CULLEN, K.; BIELECKY. A.; SEVERIN, C.; BIGELOW, P.; IRVIN, E.; CULYER, A. & MAHOOD, Q. (2007) The effectiveness of occupational health and safety management system interventions: a systematic review.

Safety Science, 45, 329-353.

SALOMONE, R. (2008). Integrated management systems: experiences in Italian organizations. Journal of Clearner Production, 1-21.

SEIFFERT, M. E. B. (2008). Environmental impact evaluation using a cooperative model for implementing EMS ISO 14001 in small and medium-sized enterprises. Journal of Cleaner Production, 16, 14, 1447-1461.

SEIFFERT, M. E. B. (2010). Sistemas de gestão ambiental ISO 14001 e saúde e segurança ocupacional OHSAS 18001. São Paulo:

Atlas.

Yin, R. K. (2011). Applications of case study research. USA: Sage.

Avaliação de risco biológico em indústrias de triagem de resíduos de embalagem Assessment of biological risk in packaging waste sorting industry Pinto, Vasconcelos Marta a; Guerreiro, Joana b; Vaz Velho, Manuela b; Gonçalves, Sérgio b, Veiga, José Miguel b;

Ramos, Carla b; Fernandes, Paulo b a Departamento de Saúde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, IPC, Coimbra, email:martavasconcelos@estescoimbra.pt b Escola Superior de Tecnologia e Gestão, IPVC, Viana do Castelo, Portugal

1. INTRODUÇÃO O grande desenvolvimento socioeconómico a que se assistiu em Portugal nas últimas décadas resultou na melhoria das condições de vida e de novos hábitos de consumo. Em consequência, verifica-se um acréscimo significativo da produção de resíduos urbanos (RU) que necessitam de destinos adequados, tanto em termos ambientais como de saúde pública, tornando a gestão adequada de resíduos um desafio inadiável para as sociedades modernas.





Os RU são constituídos por distintos materiais que compõem cada uma das frações em que podem ser classificados, sendo provenientes da recolha indiferenciada ou da recolha seletiva. Em relação aos resíduos indiferenciados, vulgarmente designados por RU, é efectuada a sua recolha, seguindo-se o tratamento, valorização e destino final, sendo este o fim do ciclo de vida destes materiais. No caso dos resíduos pré-seleccionados (provenientes de ecopontos, ecocentros ou recolha porta a porta), verifica-se inicialmente a sua recolha selectiva, triagem, retoma e reciclagem, sendo este o reinício do ciclo de vida destes materiais.

A regulamentação existente direccionada à gestão de resíduos foi desenvolvida apenas sob o enfoque de aspectos ambientais, não sendo de todo contemplados aspectos relacionados com a segurança no trabalho [1]. A exposição a agentes biológicos está presente em inúmeros sectores de actividade. No entanto, por serem raramente visíveis, os riscos que comportam nem sempre são reconhecidos [2].

O relatório de peritos sobre Riscos Biológicos Emergentes Relacionados com o Trabalho da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho cita que a introdução de novas tecnologias de tratamento e escolha manual importaram novos riscos para os trabalhadores envolvidos na recolha, triagem, valorização e deposição final de resíduos; sendo uma das 10 principais actividades emergentes relacionadas com a exposição aos riscos biológicos [3].

No caso particular das operações envolvidas na valorização de resíduos, o produto com que os profissionais lidam é composto por resíduos pré-seleccionados. Apesar da proibição, quer por descuido quer intencionalmente, alguns materiais perigosos acabam por ser depositados, criando problemas especiais e riscos acrescidos aos trabalhadores.

Existe uma interminável panóplia de agentes biológicos a que os trabalhadores podem estar expostos, dependendo de uma série de factores que determinarão (ou não) o seu desenvolvimento e consequente patogenicidade.

Os bioaerossóis ou poeiras orgânicas podem conter bactérias viáveis ou não viáveis, patogénicas ou não patogénicas, fungos, vírus, alergéneos de elevado peso molecular, endotoxinas bacterianas, micotoxinas, peptidoglicanos, β(1→3)glucanos, pólen, fibras de plantas, etc.[4].

A exposição a bioaerossóis ocorre normalmente como resultado de uma mistura complexa de toxinas, alergéneos e produtos de origem química, resultando num amplo espectro de efeitos adversos para a saúde. Neste contexto, distintos estudos demonstram a existência de uma relação evidente entre a actividade laboral em centros de valorização e tratamento de resíduos e o aparecimento de sintomas entre os trabalhadores. Os principais sintomas reportados são os problemas gastrointestinais, pulmonares e de pele, síndrome tóxico orgânico (sintomas do tipo gripal, de origem não alérgica, expressos pelo aumento da temperatura corporal, calafrios, tosse seca, sensação de aperto no peito, dispneia, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, fadiga, náusea e mau estar generalizado), perturbações respiratórias e irritação dos olhos e das membranas mucosas [5] [6] [7] [8] [9] [10] [11] [12] [13].

A exposição ocupacional a bioaerossóis tem sido alvo de estudos maioritariamente no sector da valorização de resíduos orgânicos (compostagem), nas operações de selecção de RU indiferenciados ou na recolha de RU. Nas actividades descritas, os resíduos manipulados contêm uma elevada fração de matéria orgânica. Em indústrias de selecção de resíduos provenientes da recolha seletiva, estes contêm uma quantidade muito inferior de matéria orgânica. No entanto, os resíduos pré-seleccionados são depositados pelo produtor nos respectivos ecopontos ou ecocentros, mantendo-se, e dependendo do local de produção e respectivo subsistema de valorização, por longos períodos de tempo nos referidos contentores. Desta forma, grande parte dos RU inicia o seu processo de decomposição ainda nos locais de deposição, encontrando-se ricamente colonizados por bactérias e fungos.

O objectivo central deste estudo prende-se com a determinação da exposição ocupacional a agentes biológicos na indústria de triagem de embalagens provenientes da recolha seletiva (ecoponto amarelo).

2. MATERIAIS E MÉTODOS

2.1 Indústrias de triagem de resíduos O estudo foi realizado em quatro centros de triagem de resíduos de embalagem proveniente da recolha selectiva.

–  –  –

O material valorizável uma vez recolhido por sistemas intermunicipais é transportado para os centros de valorização onde permanece armazenado em células de stokagem durante o período de tempo considerado necessário até à sua triagem.

Após este período, as embalagens são transportadas até à nave de triagem, onde se realizam as operações necessárias para a sua classificação. A operação de triagem de resíduos é na sua maioria efectuada manualmente dentro das naves de triagem, com excepção dos materiais ferrosos que são separados magneticamente.

2.2. Recolhas ambientais As recolhas ambientais foram realizadas por impactação em placa, utilizando o amostrador Sampl’air da AES (France) em três pontos distintos: zona crítica (centro da nave de triagem), zona não crítica (sector administrativo) e ponto de controlo (exterior). Os meios de cultura utilizados foram: Agar Nutritivo “AN” (Oxoid, United Kingdom) para contagem total de bactérias e Malt Extract Agar com clorofenicol “MA” (Oxoid, United Kingdom) para contagem total de fungos.

O volume recolhido variou entre os 50 L na zona crítica e os 100 L na zona não crítica e ponto de controlo.

As placas de AN foram incubadas a 37º C durante 24 horas, enquanto as de MA foram incubadas a 25º C num período de 3 a 5 dias. Após a contagem total de colónias procedeu-se ao isolamento e contagem diferencial de cada tipo de colónia observada na respectiva placa. As colónias isoladas foram identificadas recorrendo a testes bioquímicos e galerias do tipo API ID (BioMerieux, France) e BBL Crystal (BD Diagnostic Sysems, USA). A análise quantitativa de microrganismos é expressa em “unidades formadoras de colónia por metro cúbico de ar” (ufc/m3).

2.3 Análise estatística dos dados Para a análise estatística dos dados usou-se o programa IBM SPSS Statistics (USA). Devido à natureza dos dados, aplicou-se o teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis. Em seguida efectuaram-se comparações múltiplas das médias das ordens das observações.

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO Em relação aos três pontos de colheita observa-se, como seria de esperar, que as contagens na zona crítica são sempre, em média, superiores às contagens obtidas no ponto de controlo e zona não crítica.

Os valores obtidos na zona crítica (triagem manual de embalagens) das várias indústrias estudadas apresentam contagens médias dos totais de bactérias entre 4,9x102 ufc/m3 e 1,1x103 ufc/m3. Estes valores enquadram-se nos obtidos por Solans et al. (2007) onde na triagem de resíduos de embalagem se obtiveram contagens totais de bactérias de 7,0x102 ufc/m3. No caso das contagens médias de fungos os valores obtidos nas zonas críticas variam entre um valor mínimo de 1,5x104 ufc/m3 e um valor máximo de 2,1x104 ufc/m3. Solans et al. (2007) obtiveram valores de exposição ocupacional a fungos de 1,2x104 ufc/m3, corroborando os obtidos neste estudo [14].

Nas zonas não críticas das indústrias analisadas os valores médios do total de bactérias situam-se entre 1,2x102 ufc/m3 e 6,4x102 ufc/m3, enquanto que esses valores para os fungos variam entre 3,1x10 2 ufc/m3 e 5,2x102 ufc/m3. No ponto de controlo os valores médios do total de bactérias encontram-se entre 3,3x10 ufc/m3 e 3,6x102 ufc/m3 e para os fungos entre 4,2x102 ufc/m3 e 8,4x102 ufc/m3. Devido à dificuldade em garantir que a variável “Contagem total de bactérias”, dentro de cada zona, tenha uma distribuição normal e que as variâncias do total de bactérias das diferentes zonas sejam homogéneas, utilizou-se o teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis para verificar se existem diferenças significativas entre os três pontos de colheita em estudo. Como no teste referido se obteve um p-value=0.000, houve a necessidade de efectuar comparações múltiplas das médias das ordens. Utilizando o SPSS, aplicou-se uma ANOVA one-way usando o teste LSD de Fisher e verificou-se que para α=0.05 as diferenças na contagem total de bactérias entre os 3 pontos de colheita são estatisticamente significativas (p-value=0.000).



Pages:     | 1 |   ...   | 113 | 114 || 116 | 117 |   ...   | 153 |


Similar works:

«Danger ahead!!!COMPLACENCY IN JAILS: STAYING SAFE INSIDE Powerpoint prepared by: Tracey Reed, Jail Consultant WHAT IS COMPLACENCY? Powerpoint prepared by: Tracey Reed, Jail Consultant Synonyms  Comfort  Contentment  Satisfaction  Easy-goingness Powerpoint prepared by: Tracey Reed, Jail Consultant What does complacency mean? • a feeling of being satisfied with how things are and not wanting to try to make them better : a complacent feeling or condition • marked...»

«Edmund Morgan, Excerpts from Slavery and Freedom the American Paradox During the first two decades of Virginia’s existence, most of the arriving immigrants found precious little English liberty in the colony. But by the 1630s the colony seemed to be working out, at least in part, as its first planners had hoped. Impoverished Englishmen were arriving every year in large numbers, engaged to serve the existing planters for a term of years, with the prospect of setting up their own households a...»

«Improving Coordinated Operations Across The Electric Reliability Organization (ERO) Enterprise February 2014 Purpose The purpose of this paper is to describe a vision and path forward to achieving a highly effective and efficient Electric Reliability Organization (ERO) Enterprise. The North American Electric Reliability Corporation (NERC) and eight associated Regional Entities1 comprise the ERO Enterprise2. Part I provides background on why the ERO Enterprise was created in its current form,...»

«Tainter UW-L Journal of Undergraduate Research X (2007) Decryption of Chaotically Encrypted Signals Using Neural Networks Craig Tainter Faculty Sponsor: Jeffrey Baggett, Department of Mathematics ABSTRACT A possible data encryption scheme is to add a small amplitude message to a larger amplitude chaotic carrier signal. The primary objective of this research was to see if a neural network could approximately recover the hidden message if was given the intercepted signal. It was found that even...»

«Effects of Nanoassembly on the Optoelectronic Properties of CdTe ZnO Nanocomposite Thin Films for Use in Photovoltaic Devices Item type text; Electronic Dissertation Authors Beal, Russell Joseph Publisher The University of Arizona. Rights Copyright © is held by the author. Digital access to this material is made possible by the University Libraries, University of Arizona. Further transmission, reproduction or presentation (such as public display or performance) of protected items is prohibited...»

«Return to previous file: Part 8 Figure 26. View of a bridge crossing Lake Stream, Ashburton Lakes basin, off the upper Rakaia River, c. 1940–60. Photo: J.D. Pascoe, courtesy of the Alexander Turnbull Library, Wellington, New Zealand (reference number 45006 ¼). rail about the ‘bossy’ Macaulay: ‘At the river, in the river, over the river, through the river, always the river; by day or by night, in summer heat or winter snows, year in and year out, always the river’ (Dick 1964: 52)....»

«Tuesday, December 12, 2000 Ch5 Probability Pt2 Page: 1 ©Richard Lowry, 1999-2000 All rights reserved. Chapter 5. Basic Concepts of Probability Part II Compound Probabilities: Common Sense Expanded by Calculation The usefulness of reducing common-sense concepts of probability to precise statements of proportionality is that they can then be subjected to the powerful analytical apparatus of mathematical calculation. Under certain circumstances they can be added, subtracted, multiplied, or...»

«Absolute Grounds for Refusal GUIDELINES FOR EXAMINATION IN THE OFFICE FOR HARMONIZATION IN THE INTERNAL MARKET (TRADE MARKS AND DESIGNS) ON COMMUNITY TRADE MARKS PART B EXAMINATION SECTION 4 ABSOLUTE GROUNDS FOR REFUSAL Guidelines for Examination in the Office, Part B, Examination. Page 1 FINAL VERSION 1.0 DATE 02/01/2014 Absolute Grounds for Refusal Table of Contents 1 General Principles 1.1 Reasoned objection 1.2 Dialogue with the applicant 1.3 European criteria 1.4 Irrelevant criteria 1.4.1...»

«National Media Launch MY16 VF Commodore Series II October 2015 PRODUCT INFORMATION OVERVIEW VF Commodore was launched May 2013 and signified the biggest update to the range since VE and WM were introduced in 2006. The vehicle received a host of new and cutting edge technologies in addition to improved performance and sleek, new styling. Since its launch, VF Commodore has proved popular with Australian driver and media alike, receiving glowing reviews, highlighting the improvements in technology...»

«Working Papers www.mmg.mpg.de/workingpapers MMG Working Paper 12-18 ● ISSN 2192-2357 Tilmann Heil Fragile convivialities: everyday living together in two stateless but diverse regions, Catalonia and Casamance Max Planck Institute for the Study of Max-Planck-Institut zur Erforschung multireligiöser Religious and Ethnic Diversity und multiethnischer Gesellschaften Tilmann Heil Fragile convivialities: everyday living together in two stateless but diverse regions, Catalonia and Casamance MMG...»

«A Decreasing Affective Commitment 1 Running Head: A Decreasing Affective Commitment in Today’s Workplace. Title : A Decreasing Affective Commitment in Today’s Workforce Name of the Authors: Sanghamitra Chaudhuri & Mauvalyn Bowen Organization Affiliation: University of Minnesota, USA Position: Graduate Assistant Research Assistant (Ph.D. Candidate). Address: 1068, 27th Avenue South East, Apartment # C, Minneapolis, MN-55414 E-mail Address: chaud020@umn.edu (Sanghamitra Chaudhuri)...»

«AT YOUR COMMAND NEVILLE SNELLGROVE PUBLICATIONS NEW YORK At Your Command By Neville This book contains the very essence of the Principle of Expression. Had I cared to, I could have expanded it into a book of several hundred pages but such expansion would have defeated the purpose of this book. Commands to be effective – must be short and to the point: the greatest command ever recorded is found in the few simple words, “And God said, ‘Let there be light.’” In keeping with this...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.