WWW.THESES.XLIBX.INFO
FREE ELECTRONIC LIBRARY - Theses, dissertations, documentation
 
<< HOME
CONTACTS



Pages:     | 1 |   ...   | 101 | 102 || 104 | 105 |   ...   | 153 |

«FICHA TÉCNICA Título Segurança e Higiene Ocupacionais - SHO 2012 - Livro de Resumos Autores/Editores Arezes, P., Baptista, J.S., Barroso, M.P., ...»

-- [ Page 103 ] --

Neste caso, a atmosfera foi classificada como provável (zona 1) de se converter em explosiva no interior do digestor, tal como na envolvente exterior, 3,00 metros acima da cobertura e a 1,50 metros das paredes. Existia, ainda, um potencial significativo, mas de curta duração, para alguns trabalhos de operação, ou em resultado de um evento acidental (zona 2), numa envolvente à zona anterior. Esta classificação teve como base o pressuposto na lei vigente.

3. TRABALHOS EXECUTADOS

A empreitada em análise consistiu na intervenção nos dois digestores da ETAR, decompondo-se em:

 No interior, na remoção das lamas existentes (1300 e 2100m3) e reparação das superfícies;

 Pelo exterior, no reforço estrutural com aplicação de uma estrutura metálica de pré-esforço e no melhoramento funcional do comportamento térmico.

A execução dos trabalhos estava condicionada, designadamente, pela necessidade de manter em funcionamento de pelo menos um dos digestores, de forma a não por em causa a operação corrente da ETAR. Acrescenta-se que só existiam duas entradas superiores para aceder ao interior dos digestores, obrigando a que, aquando da realização das atividades de esvaziamento das lamas existentes no interior, fosse inevitável o recurso a trabalho especializado por cordas, em trabalhos verticais. Estas atividades tiveram duração superior a 1 mês, para cada um dos equipamentos.

Na instalação onde estavam a decorrer os trabalhos existiam, à partida, dois documentos específicos para a prevenção e

proteção de atmosferas explosivas e respetivas medidas de monitorização:

- Manual da aplicabilidade da diretiva ATEX e monitorização de gases;

- Manual de proteção contra explosões.

Além dos riscos das atmosferas explosivas, no interior dos digestores existe, ainda, o risco de formação de uma atmosfera com níveis insuficientes de oxigénio (O2) para a respiração humana ou com uma elevada concentração de gás sulfídrico (H2S).

No caso em estudo apenas foram abordadas as medidas preventivas consequentes da empreitada, não sendo abordadas as inerentes ao normal funcionamento da ETAR.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

4. A PREVENÇÃO O empregador deve avaliar de forma global os riscos de explosão, tendo em conta as suas obrigações previstas no regime aplicável em matéria de segurança, higiene e saúde no trabalho.

A classificação existente das áreas com potencial explosivo para as instalações da ETAR foi mantida para as zonas abrangidas pela empreitada, quando em condições normais de funcionamento.

Perante as circunstâncias, além dos dois documentos existentes, teve uma importância fulcral o Desenvolvimento do Plano de Segurança e Saúde. Assinala-se que na fase de projeto vinham retratados riscos e os requisitos essenciais para a realização dos trabalhos, estando os intervenientes conscientes da situação existente e dos trabalhos necessários. A Entidade Executante elaborou um plano específico para o trabalho com riscos especiais – que foi sendo ajustado – com as medidas preventivas que se apresentam.

Antes da execução dos trabalhos, foram realizadas sessões de formação a todos os trabalhadores sobre a especificidade e riscos das atividades envolvidas ou a desenvolver, a metodologia e medidas preventivas a aplicar, a monitorização permanente do ar, a utilização de equipamento ATEX e o uso de equipamentos de respiração autónoma e filtrante. Todas as equipas de trabalho que realizaram atividades em zonas classificadas estavam munidas com equipamento de monitorização de gases (oxigénio, gás sulfídrico, metano e limites de explosividade).

A metodologia inicialmente prevista de esvaziamento dos digestores, por bombagem operada por trabalhadores no exterior, verificou-se inadequada face às características das lamas. Foi então necessário planear a realização dos trabalhos em espaço confinado, unicamente com dois acessos superiores e de reduzida dimensão (cerca de 1 metro de diâmetro), espaço esse significativamente ocupado por lamas não estabilizadas ou putrificadas. O método considerado foi o de diluição e degradação das lamas por jacto de água operado por trabalhadores no interior dos digestores e bombagem do composto resultante com equipamento submersível adequado.

Por forma a reduzir a perigosidade da atmosfera, procedeu-se à ventilação natural e mecânica do interior dos digestores, substituindo-se o biogás existente, na parte gasosa, por ar exterior não viciado. A atmosfera foi monitorizada até serem atingidos valores abaixo do limite detetável para a presença dos gases perigosos e com a concentração natural de oxigénio. Assim sendo, continuando a existir condições de ventilação, a probabilidade de ser formada uma atmosfera explosiva durante os trabalhos foi em muito reduzida.

O princípio base foi o da realização de todos os trabalhos levados a cabo no interior dos digestores, devido aos riscos inerentes e à dificuldade de evacuação, seriam encarados como se se estivesse em presença de uma atmosfera onde se poderia formar, mesmo que ocasionalmente, uma atmosfera explosiva e de níveis insuficientes de oxigénio. Para tal, recorreu-se à utilização de equipamento específico para ATEX de, pelo menos, categoria 2, para utilização específica em zonas do tipo 1 em atmosferas, designadamente, a iluminação e a ventilação forçada. Além destes equipamentos, apenas foi utilizado equipamento de jacto de alta pressão de água, mas colocado no exterior, apenas com a “pistola” no interior, e equipamento de abastecimento e projeção de água – considerado não perigoso. No que respeita aos trabalhadores, todos os trabalhos efetuados no interior dos digestores foram realizados com recurso ao uso de sistemas de respiração autónoma. Por outro lado, a utilização de equipamento de respiração autónoma permite a realização de atividades com maior conforto e menor esforço físico na respiração, possibilitando períodos de permanência superiores em espaços confinados e menor número de rotações de trabalhadores entre postos de trabalho – tarefa bastante morosa para estas atividades. Os trabalhadores permaneceram permanentemente amarrados ao equipamento para realização de trabalhos suspensos, permitindo: o acesso ao interior dos digestores, a evacuação em situação de emergência e a movimentação sobre as lamas menos consistentes. Para auxiliar a sustentação dos trabalhadores sobre as lamas, foi também instalado um conjunto de flutuadores.





Nas tarefas pontuais realizadas na proximidade das aberturas dos digestores, os trabalhadores utilizaram equipamentos de respiração filtrante, assim como arnês para prevenção de queda em altura.

A prevenção das descargas electroestáticas provenientes dos trabalhadores ou do ambiente de trabalho, enquanto portadores ou geradores de carga elétrica, foi assegurada pelo facto do acesso ser efetuado por andaime devidamente ligado à terra.

Assinala-se que todos os trabalhos efetuados nas zonas identificadas dos digestores foram monitorizados e realizados sempre com níveis adequados de concentração dos vários componentes do ar respirável; ocasiões houve que, em curtos intervalos de tempo, estes limites foram ultrapassados, levando ao disparo do alarme do aparelho de medição, tendo-se procedido à evacuação imediata da zona de trabalho.

Aos riscos assinalados, adicionaram-se-lhes os do risco agravado de exposição ao contato com agentes biológicos, transportados ou produzidos durante o tratamento dos resíduos domésticos. Como medida de prevenção adotada registase a do uso de equipamento de proteção individual específico para um contacto húmido, não submerso, particularmente, blusão com capuz, botas-calças tipo pescador, luvas de proteção e máscara do equipamento de respiração autónoma.

Além das lamas resultantes do tratamento das águas residuais domésticas, no interior dos digestores, verificou-se também a existência de um conjunto significativo de objetos estranhos que, indevidamente, são lançados para a rede de drenagem, e que agravam a probabilidade de contágio biológico: pensos rápidos, cotonetes, preservativos e seringas.

5. RESULTADOS E DISCUSSÃO Nesta empreitada, estando bem patentes riscos gravíssimos, quer para a integridade física, quer para a saúde pública, conseguiu-se obter um resultado fundamental desejável em qualquer estaleiro: não se registar qualquer acidente de trabalho, para isso contribuindo o estrito cumprimento dos requisitos de segurança previstos, resultando na satisfação dos trabalhadores perante as condições garantidas.

Embora os requisitos de segurança e saúde tivessem sido definidos em fase de projeto, assinale-se que a entidade executante não se limitou exclusivamente ao seu cumprimento, nem tão somente ao das prescrições mínimas estabelecidas por lei: o esforço constante de procura de soluções que melhor se adequassem às condições de trabalho resultou num mais elevado nível de rendimento de trabalho.

6. CONCLUSÕES Os digestores de lamas de uma ETAR são locais onde existe, durante longos períodos de tempo, a probabilidade de formação de atmosferas explosivas, e todos os trabalhos de construção aí realizados revestem-se de uma complexidade significativa e de um elevado potencial de ocorrência de perdas.

Este estudo de caso revelou a empreitada como um caso exemplar em que foram tomadas medidas preventivas ambiciosas por parte dos intervenientes para salvaguarda de vidas humanas.

7. REFERÊNCIAS PORTUGAL. Decreto-lei n. 273/2003, de 29 de Outubro. Higiene segurança e saúde no trabalho em estaleiros temporários ou moveis.

Diário da República, Lisboa.

PORTUGAL. Decreto-Lei n. 236/2003, de 30 de Setembro. Prescrições mínimas destinadas a promover a melhoria da protecção da segurança e da saúde dos trabalhadores susceptíveis de exposição a riscos derivados de atmosferas explosivas no local de trabalho.

Diário da República, Lisboa.

PORTUGAL Decreto-Lei n. 112/96, de 5 de Agosto. Regras de segurança e de saúde relativas aos aparelhos e sistemas de protecção destinados a ser utilizados em atmosferas potencialmente explosivas. Diário da República, Lisboa.

PORTUGAL. Portaria n. 762/2002, de 1 de Julho. Regulamento de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho na Exploração dos Sistemas Públicos de Distribuição de Água e de Drenagem de Águas Residuais. Diário da República, Lisboa.

Occupational Safety and HygieneInternational Symposium on

BLEVE de camião Cisterna de GPL – Breve Revisão Bibliográfica BLEVE of a road tanker LPG - A Short Bibliographic Review Patrício, Pauloa; Baptista, J. dos Santosb; Bateira, Carlos c PROA-LABIOMEP/CIGAR/Faculdade de Engenharia de Universidade do Porto, Portugal, abeja@fe.up.pt;

b jsbap@fe.up.pt; CEGOT–DYNAT/Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Portugal, ccarlosbateira@gmail.com

1. INTRODUÇÃO O GPL é um combustível gasoso, butano ou propano, que está num estado liquefeito, sendo utilizado domesticamente para aquecimento de águas sanitárias ou de aquecimento central, bem como na cozinha. Industrialmente é utilizado para o processo produtivo, para geração de energia ou para aquecimento de águas sanitárias e conforto térmico. Atualmente por razões energéticas e ambientais utiliza-se o GPL também nos veículos automóveis, como combustível.

Para transportar o GPL dos grandes reservatórios de armazenagem até aos reservatórios intermédios, utiliza-se o transporte rodoviário através de camiões cisterna. O risco de acidente, com GPL, aumenta substancialmente devido ao risco inerente ao transporte rodoviário e ao não controlo do ambiente vizinho por onde passa o veículo.

Um dos principais tipos de acidente com reservatórios de GPL é o BLEVE (acrónimo de Boiling Liquid Expanding Vapor Explosion), este conceito foi introduzido pela primeira vez 1957, por Smith, Marsh e Walls da Factory Mutual Reserch Corporation (Center for Chemical Process Safety, 2010 p. 311).

Os acidentes com equipamentos de pressão transportáveis são acidentes do tipo tecnológico. Trazem consequências muito gravosas para quem está na sua vizinhança, devido ao fluído armazenado sob pressão poder ser libertado de uma forma descontrolada. As principais consequências da libertação não controlada de um reservatório transportável de gás de petróleo liquefeito (GPL) são a formação de uma onda de choque, de uma bola de fogo e de projeção de fragmentos (Center for Chemical Process Safety, 2010 p. 320).

As medidas para proteção devem ser reforçadas, pelo facto de as pessoas potencialmente atingidas não terem conhecimento da presença do perigo, não terem conhecimentos sobre os riscos associados nem terem conhecimentos sobre as medidas de prevenção nem de autoproteção. Para além disso, quem pode ser atingido pelos efeitos do BLEVE são todas as pessoas da população, ou seja, crianças, adultos, pessoas da terceira idade, pessoas com dificuldade de mobilidade (motora ou psicológica).

2. MATERIAIS E MÉTODOS A origem do conhecimento incluída nesta comunicação é proveniente de comunicações científicas, publicadas em revistas, com júri e livros de referência, como exemplo o CCPS (Center for Chemical Process Safety) ou a VROM (Ministério do Ambiente da Holanda). A pesquisa foi utilizada até 5 de Outubro de 2011.

A pesquisa das comunicações foi efetuada através do sistema de informação da biblioteca da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (metalib@) e do motor de busca Google Académico, considerando os termos: BLEVE, explosões e GPL, nas línguas Portuguesa, Castelhana e Inglesa.

3. REVISÃO DA LITERATURA, RESULTADOS E DISCUSSÃO

O fenómeno BLEVE consiste na libertação repentina de um líquido ou gás liquefeito que, após a rutura do reservatório, sofre uma vaporização instantânea.



Pages:     | 1 |   ...   | 101 | 102 || 104 | 105 |   ...   | 153 |


Similar works:

«About Veggie Burgers from Cooking Light Light and Tasty Veggie Burgers Veggie burgers can be made with chickpeas, black beans, white beans, potatoes, lentils, and pretty much any other vegetable that can be mashed and formed into a patty. And made right, they're delicious—but fragile. Even with binders like breadcrumbs, oats, egg whites, or farina, veggie burger patties tend to be delicate things that don't fare well on the grill. Unless you're using whole portobello mushrooms as the patties,...»

«UNITED STATES BANKRUPTCY COURT DISTRICT OF NEW MEXICO In re: JAVIER HUMBERTO ONTIVEROS, No. 12-12457 TA Debtor. MEMORANDUM OPINION Debtor’s ex-wife, Victoria E. Vasquez, moved to dismiss this Chapter 13 case for cause, including bad faith, with prejudice to refiling. Vasquez also asked for sanctions equal to the attorney’s fees she incurred. The Chapter 13 trustee filed her own motion to dismiss. The Court held a final hearing on the motions on January 14, 2014.1 For the reasons set forth...»

«Increasing Inequality in Parent Incomes and Children’s Completed Schooling: Correlation or Causation? Greg J. Duncan University of California-Irvine gduncan@uci.edu Ariel Kalil University of Chicago a-kalil@uchicago.edu Kjetil Telle Statistics Norway tel@ssb.no Kathleen M. Ziol-Guest Cornell University & Statistics Norway kmz7@cornell.edu September 17, 2012 Increasing Inequality in Parent Incomes and Children’s Completed Schooling: Correlation or Causation? Abstract (150 words) This paper...»

«Department of Metallurgical Engineering & Materials Science Indian Institute of Technology Bombay OUR VISION “Excel in research and teaching in materials science and engineering and strive for technological innovations for societal benefits” OUR MISSION The Department’s mission is to “further strengthen the academic curriculum with regular revision and enhance our research efforts so that the scientific and technological output of the Department becomes a reflection of synergistic...»

«The Four Components of Effective Collective Impact: Through the Lens of Asset-Based Community Development and Results-Based Accountability™ Dan Duncan, Senior Consultant Results Leadership Group Faculty Member, Asset-Based Community Development Institute As more collective impact initiatives are launched around the world, many participants are realizing that effective collective impact will not simply occur through better coordination of services, whether this is done by one organization or...»

«DATE : June 17, 2015 AGENDA ITEM # 3 TO: Design Review Commission FROM: Zachary Dahl, Senior Planner 15-V-06 5770 Arboretum Drive SUBJECT: RECOMMENDATION: Approve variance application 15-V-06 subject to the findings PROJECT DESCRIPTION This project is a variance to allow 72 percent of the front yard setback area to be impervious, where a maximum o f 50 percent is allowed in the Rl -20 Zone District. Single-Family, Residential G ENERAL PLAN DESIGNATION: Rl-20 ZONING: 22,196 square feet PARCE L...»

«NPS-GSBPP-09-022 = = = k^s^i= mlpqdo^ar^qb= p`elli= jlkqbobvI=`^ifclokf^= = Interorganizational Collaborative Capacity: Development of a Database to Refine Instrumentation and Explore Patterns 24 August 2009 by Erik Jansen, Senior Lecturer Dr. Susan Page Hocevar, Associate Professor Dr. Rene G. Rendon, Associate Professor, and Dr. Gail Fann Thomas, Associate Professor Naval Postgraduate School Approved for public release, distribution is unlimited. Prepared for: Naval Postgraduate School,...»

«Textbook for Vocational Training − Engineering Drawing Metal Table of Contents Textbook for Vocational Training − Engineering Drawing Metal Preliminary remarks 1. Introduction into Engineering Drawing 1.1. Tasks and Importance of Engineering Drawings 1.2. Types of Drawings 1.3. The Drawing Sheet 1.4. Lettering of Drawings 1.5. Types of Lines and Groups of Lines 1.6. Scales 1.7. Basic Geometric Constructions 2. Perspective Representation of Simple Workpieces 2.1. Preliminary Remarks 2.2....»

«Distracted Drivers Task Force final report Jesse White Secretary of State Capitol Bldg., Rm. 213 Springfield, IL 62756 217-782-2201 I. INTRODUCTION Due to the increase in the number of traffic crashes resulting from drivers becoming distracted by today’s technological advances, compromising the safety of those using the roadways in Illinois, House Joint Resolution 22 was passed creating the Distracted Drivers Task Force. The Task Force was commissioned to study the growing problem of...»

«The Irish Garden Plant Society Newsletter No. 121 September 2011 The story of Two New Irish Cultivars by Seamus O’Brien on page 10 Primula ‘June Blake’ Iris chrysographes ‘Thomas O’Brien’ In This Issue 2 Editorial 3 Moore’s hardy ginger lily: a “new” name with Irish connections by Dr. E. Charles Nelson 4 Regional Reports 10 Two new Irish cultivars by Seamus O’Brien 12 The Annual General Meeting May 2011 17 The Gentle Giants by Peter Milligan and Nicola Milligan 23 The First...»

«TEMA 3 MAGNITUDES Y UNIDADES RADIOLÓGICAS Miguel Alcaraz Baños Objetivos generales.1. Definir el Roentgenio.2. Definir el C/Kg como unidad de exposición en el Sistema Internacional.3. Explicar el concepto de tasa aplicado a las magnitudes radiológicas.4. Definir el rad.5. Introducir el rad y el Gray como unidades de dosis de absorción.6. Establecer la relación entre el rad y el Gray. 7. Establecer la relación entre la dosis absorbida con la exposición de un haz de fotones. 8. Describir...»

«Profiles of Institutions selected for funding under the 1997 Bank Enterprise Award Program Amalgamated Bank Location: New York, New York Award: $16,200 Contact: Stephanie North (212) 620-8855 Amalgamated Bank, of New York, New York, was awarded $16,200 for providing operating assistance to Neighborhood Housing Services of New York City (NHSNYC), a certified CDFI. NHSNYC coordinates the work of nine NHS programs in New York City, focusing on mortgage, home repair and property rehabilitation...»





 
<<  HOME   |    CONTACTS
2016 www.theses.xlibx.info - Theses, dissertations, documentation

Materials of this site are available for review, all rights belong to their respective owners.
If you do not agree with the fact that your material is placed on this site, please, email us, we will within 1-2 business days delete him.